Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA CUNHADA

Você não sabe o tesão que sinto pela minha cunhada. Sabe daquelas mulheres gostosas, gostosas mesmo, que te deixam com o pau de pé sá de pensar? Então...



A maioria das pessoas não a achariam perfeita. Ela é longe de ser modelo... Um pouco gordinha, mas acho que é por isso que sinto tanto tesão por ela. Gosto de carne, sabe... Gosto de pegar gostoso, chupar, apertar... Fico louco sá de pensar fazendo isto com ela.



Ela tem 34 anos, olhos verdes, uns 1,69m de altura, e uns peitos simplesmente maravilhosos. Sou louco pelos seios dela. Grandes, macios... Toda vez que a comprimento tento me aproveitar, tirar uma lasquinha, abraçar ela de modo que consiga apertar o corpo dela junto ao meu, sentir aqueles seios macios contra o meu peito... Ah, e o cheiro do cabelo dela, meu Deus... Cabelos longos, pretos, encaracolados...



Uma das minhas alegrias é vê-la vestida para trabalhar. Ela sempre usa calça social, e ver aquele bumbum gostoso naquela calça é uma delícia. Bumbum redondinho, arrebitadinho, suportado por um par de coxas grossas, fortes, gostosas. Quando a vejo assim sempre fico com vontade de comer ela por trás, metendo gostoso, segurando a cintura dela forte, sentindo esse bumbum gostoso batendo em mim...



Ela é divorciada, trabalha muito, quase não sai de casa direito. Um dia desses fui no apartamento dela emprestar umas cadeiras, pois iríamos fazer um churrasco na minha casa à tarde. Chegando lá, me deparo com ela vestida em trajes de dona de casa, bem simples, um shortinho jeans, camiseta branca e chinelo. Sem maquiagem, lágico, mas muito linda... Me recebeu com um sorriso, e um beijinho no rosto... Lágico, a abracei e apertei aqueles seios gostosos em mim.



Ela foi na frente, me levando para a varanda onde estavam as cadeiras... E eu encarando aquele bumbum, aquelas coxas, já imaginando muita sacanagem... Os cabelos dela estavam presos com uma presilha. Essa mulher me deixa muito louco, deve fazer muito tempo que não dá pra ninguém, imagina o tesão guardado que ela tem, imaginei.



Eram quatro cadeiras que fui pegar. Desci com duas, coloquei no carro, subi para pegar as outras duas. Tive que subir de novo para pegar uns utensílios para o churrasco também. Toda vez que eu subia era a mesma coisa, ela me recebendo com aquele sorriso maravilhoso, e percebi que ela estava reparando em mim. Olhando para baixo quando eu a encarava nos olhos, meio que fazendo charme.



Quando peguei a sacola com os utensílios para ir embora, fui me despedir dela. Sempre me despedia abraçando com aquele jeito amigo, uma braço pela cintura, o outro por cima do ombro, sabe? Desta vez decidir ser mais ousado e abraçar do jeito namorado, com os dois braços em volta da cintura. Puxei ela para mim, dei um beijinho no rosto dela e a abracei... Ela me abraçou de volta, aqueles seios apertando meu peito, me deixou louco...



Senti ela me puxando contra o seu corpo, e meio que por instinto comecei a passar as mãos nas costas dela, fazendo carinho, acariciando o cabelo dela... Fui subindo devagarinho com uma mão pelos cabelos dela, chegando na sua nuca... Aquele cabelo cheiroso me deixava mais louco ainda, e com a mão fazendo carinho na nuca dela, comecei a beijar o pescoço dela, sem pensar direito... Tudo estava acontecendo muito naturalmente, como se fôssemos namorados.



Eu beijava o pescoço dela, sentindo o seu cheirinho, e comecei a dar uns beijinhos no ouvido dela, mordiscando um pouquinho... Passando a língua, sentindo ela gemer gostoso. Passei do ouvidinho para o pescoço, para a bochecha... Chegando naquela boquinha maravihosa dela, dei um beijinho leve, percebi que ela estava de olhos fechados, fechei os meus também e ofereci meu lábio inferior... Ela chupou ele com gosto, e em poucos segundos estávamos trocando um maravilhoso beijo de língua, eu sentindo aquela língua quente esfregando na minha, minhas mãos passando pelas costas dela... Eu passava as mãos pela cintura dela, apertando aquele corpo gostoso contra o meu, subindo nos cabelos... Nossas bocas coladas, que tesão... Eu tirava a minha boca um pouco, para beijar, chupar o pescoço dela, sentindo ela ofegando, gemendo, para beijá-la de novo... Minhas mãos cada vez mais ousadas, uma acariciando a nuca dela, a outra descendo em direção as pernas...



Passei minha mão naquela coxa gostosa, levemente no começo, apertando logo em seguida... Beijando sua boca, deslizei minha mão naquele bumbum gostoso... Ai que delícia, apertei aquele bumbum com gosto, sentindo ela suspirar, gemer, enquanto me beijava...



Deslizando minha mão por baixo da camiseta dela, comecei a fazer carinho nas costas dela... Sabia que ela tinha a pele macia, mas sentir aquilo na minha mão me deixou mais louco ainda... Que gostosa, que pele cheirosa... Minhas duas mãos por baixo da camiseta dela, subindo pelas costas...



Soltei a língua dela por um momento, dei um beijinho nos lábios, abri meus olhos e ela abriu os dela... Aqueles olhos verdes lindos, me olhando com um carinha de safada que eu nunca tinha visto antes... Beijei o pescoço dela, e desabotoei o sutiã... Minhas mãos subindo e descendo pelas costas, eu beijando e chupando o pescoço dela... Até agora não tínhamos trocado uma palavra, então cheguei pertinho do ouvido dela... Ela sentindo minha respiração, comecei a sussurar confessando que "sempre te desejei minha cunhadinha, você me deixa louco com esse jeitinho de falar, de andar... Já tive muitos sonhos molhados com você... Hoje você é minha..."



Senti ela me apertando, as mãos quentes dela me agarrando... Beijei a boca dela mais uma vez, tirei minha camiseta e olhando nos olhos dela tirei a dela também... O sutiã caiu no chão, joguei a camiseta do lado e pela primeira vez vi aquele par de seios nus... Eles eram muito mais deliciosos do que eu imaginava, grandes, auréolas rosadinhas, biquinhos rosadinhos também... Dava para perceber o tesão dela, com aqueles biquinhos durinhos daquele jeito...



Encostei ela na porta, roçando meu corpo no dela, sentindo aqueles seios nús contra o meu peito... Me esfregando nela, beijando a sua boca, pescoço... Fui descendo beijando o ouvido dela, pescoço, chegando naqueles seios maravilhosos...



Beijando devagarinho, passando minha língua, descobrindo cada pedacinho deles... Uma mão acariciando o outro, a outra mão na cintura dela, descendo pelas coxas e subindo, e minha boca beijando o outro... Passando minha língua em volta, beijando a auréola, passando a minha língua em volta do biquinho... Até que agarrei aquele biquinho gostoso com a minha boca, chupando, lambendo, esfregando minha cara naquele peito delicioso, apertando o outro com a mão e apertando o bumbum dela com a outra...



Eu não estava acreditando no que acontecia, um mulherão desses sá para mim... Tinha certeza de que poderia fazer qualquer coisa com ela que ela aceitaria.



Ainda me deliciando com aqueles seios maravilhosos, não pensei duas vezes e desabotoei aquele shortinho jeans dela. Ela gemia com cada mordidinha que eu dava nos biquinhos dos seios, então puxei aquele shortinho, com calcinha e tudo, para baixo, deixando ela peladinha na minha frente.

Desci pelos seios, beijando a barriguinha dela, passando as mãos pelas coxas, pernas, subindo e passando a mão naquele bumbum gostoso, apertando ele...



Pela primeira vez vi aquela xaninha gostosa, ela tinha os pêlos aparadinhos, bem ralinhos, e era daquelas bem carnudinhas, gordinhas... Dava pra ver o grelinho dela... Não pensei duas vezes e comecei a beijar em volta daquela bucetinha gostosa, minhas mãos acariciando, arranhando as coxas dela, apertando... Ouvir ela gemendo daquele jeito me deixava fora de mim...



Passando a língua em volta daquela bucetinha, tentando enfiar lá dentro... Era um pouco difícil uma vez que ela estava de pé encostada na parede, mas eu conseguia enfiar minha língua o suficiente para sentir o quanto meladinha e quentinha ela estava... Passei uma mão por dentro da coxa dela, e com a outra apertando o bumbum da minha cunhadinha, passei os dedos por aquela xaninha, o dedo indicador passando pelo grelinho, entre os lábios, penetrando ela bem gostoso...



Ela estava muito quentinha, e percebi que aquela xaninha era muito apertadinha... Colocava e tirada meu dedo, fazendo carinho por dentro, lambendo aquele grelinho gostoso, sentindo ela gemer cada vez mais.



Ela esfregava minha cabeça contra a bucetinha dela, me agarrando com as mãos... Então senti que ela me puxava para cima, obedeci, fiquei de pé e beijei aquela boca molhada dela... Foi então que ela me botou contra a parede, avançou em cima de mim, me beijou com força e veio sussurrar no meu ouvido, assim como eu tinha feito com ela...



"Você não sabe a fera que você despertou, meu querido cunhadinho...", ela disse, desabotoando minha calça, puxando ela para baixo junto com a cueca. "Estou precisando muito do seu carinho, sonho a muito tempo com isto também...", ela disse, pegando no meu pau com aquela mão quente, que já estava durinho, e ficava roçando ele na bucetinha dela... "Estou louquinha para dar para você, e você vai ter que me comer sempre que eu quiser, porque agora eu sou sua, mas você é meu também."



Com isto ela se ajoelhou, pegou o meu pau e começou a chupar a cabecinha dele... Eu gemia alto, fazia muito tempo que não me chupavam gostoso daquele jeito... Ela começou pela cabecinha, segurando meu pau e masturbando, mas aí tirou a mão e começou a enfiar ele mais na sua boca... Me chupava, chupava... Ver meu pau assim na boca dela, a cabecinha batendo na bochecha... Segurando a cabeça dela, pegando os cabelos, metendo gostoso na boca dela.

Ela ficou assim por uns cinco minutos, me chupando, apertando minhas coxas e me arranhando com as suas mãos, e se levantou, beijando minha barriga, meu peito, pescoço e me dando um beijo apaixonado de língua...



Ela pegou minhas mãos, se virou de costas e começou a andar, me levando para o quarto. Não aguentei e colei nela, agarrando aquela deusa, meu pau roçando o bumbum dela, minhas mãos passando pelo seu corpo, enquanto andávamos coladinhos para o quarto...



Quando chegamos lá virei ela de frente para mim, a abracei apaixonadamente, e começamos a nos beijar de novo... Fui empurrando ela contra a cama, fazendo ela se deitar. Ela subia na cama, e eu avançava nela, sem soltar aquela boca gostosa... Quando ela estava deitadinha, com a cabeça no travesseiro, senti ela abrir mais as pernas e me abraçar com elas, puxando minha virilha contra a dela...



Minhas mãos faziam carinho no corpo dela inteiro, apertando as coxas dela, cintura, seios... Soltei mais o peso do meu corpo contra o dela, meu peito roçando os seios dela, sentindo a cabecinha do meu pau roçando a bucetinha dela.

Sentindo ela gemer, soltei a boca dela, beijando o pescoço, sussurrando no ouvido dela... "Fala que você quer dar para mim de novo, minha cunhadinha... Vou te comer bem gostoso, minha princesinha...", sussurrava assim no ouvido dela, enquanto eu deixava ela louca com a cabecinha do meu pau na xaninha dela".



"Me come, seu safado", ela disse. "Enfia esse seu pau gostoso dentro de mim... Dou para você hoje e quando você quiser, sou todinha sua...".



Olhei ela nos olhos, e apertando o bumbum dela com as duas mãos, enfiei meu pau naquela bucetinha gostosa, centímetro por centímetro... Bem devagarinho... Que xaninha apertadinha, molhadinha, quentinha... Meu pau latejava dentro dela.



Ela gemeu gostoso, então comecei a meter gostoso... Tirando, até quase a cabecinha sair, metendo de novo, carinhosamente... Comecei a beijar aquela boca gostosa de novo, deixando ela sem ar, metendo cada vez mais forte... Apertei aquele bumbum dela sem dá, e comecei a socar forte, metendo gostoso naquela bucetinha apertada. Minha virilha batia na dela, meu pau entrando até o último centímetro, a cabecinha batendo gostoso lá dentro dela. A cama balançava e balançava, ela gemia mas não conseguia fazer muito barulho por eu não largava da boca dela... Ela me apertava contra o corpo dela, as pernas dela me agarrando, suas mãos me puxando e arranhando minhas costas. Senti ela estremecendo, vi que ela estava gozando gostoso com meu pau dentro dela.



Depois que ela gozou diminuí um pouco o ritmo, beijando o pescoço dela, chupando os seios... Fiquei um pouco sentado, vendo aquele mulherão gostoso com aquela carinha de safada me olhando, apertando a cintura dela, metendo naquela xaninha apaixonadamente, vendo aqueles seios balançando...

Ela me deu um sorrisinho maroto, então disse para ela que agora era a minha vez... Peguei as pernas delas, e coloquei em cima dos meus ombros... Comecei a meter mais forte, com mais vontade, forçando meu corpo contra o dela, fazendo ela sentir cada pedacinho meu dentro dela...



Peguei aqueles seios gostosos, apertando carinhosamente, enquanto metia naquela buceta apertada. Sentindo ela gemer gostoso daquele jeito deixava meu pau latejando cada vez mais... Sabendo que eu não iria aguentar muito mais tempo, agarrei aquelas coxas gostosas, apertando, arranhando, metendo com toda a minha força dentro dela... Eu estava completamente fora de mim, sonhei durante muito tempo comer essa mulher gostosa e ali ela estava, dando bem gostoso para mim, gemendo, toda suadinha, linda... Apertei aquele bumbum gostoso e gozei, gozei como a muito tempo não gozava... Meu pau latejava, derramando meu gozo dentro dela, metendo lentamente... Senti meu gozo escorrendo pelas minhas bolas, que delícia...



Eu estava sem palavras, sem ar... A carinha de safadinha dela era a melhor... Tirei as pernas dela do meu ombro e me joguei sobre ela, os seios dela no meu peito, meu pau ainda dentro daquela xaninha gostosa... Beijei ela mais uma vez, nossa respiração ofegante, roçando aquela língua gostosa, beijando apaixonadamente... Olhei nos olhos dela, ela me disse o quanto me adorava, que era apaixonada por mim... Confessei que também era apaixonado por ela, e que poderíamos repetir isto muito mais vezes...



Ela disse "claro, já te disse que agora sou sua... Esse é o nosso segredinho, quero que fique assim... Quero que você me visite muito mais vezes e me faça mulher deste jeito".



Bom, isto era o que eu queria que tivesse acontecido... Infelizmente é sá uma histária, quem sabe um dia eu não consiga realizá-la. Tenho certeza de que minha cunhadinha também adoraria...



Se você é uma gata gostosa, gostou desta e gostaria de trocar mais histárias, me escreva: [email protected]



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS



contos eroticos cadelacontos erótico minha irmã e eu no motel tive de dormir com o velho na cama de casal contosMinha esposa arregaçadascontos picantes se masturbando com pepinocontos eroticos escravizada e usada por um tarado IVcontos titia do cuzinho gostosoconto meu cu não voltou normalconto erótico chupada do nada escondida mel sugar babarporno gey contos eroticos trnzando com priminho de doze anoscontos eróticos 69 com ex cunhadacontos a novinha comadre carentecontos flagreii meu subrinho mastubando com calcinhaContos eróticos picantes pecados na igreja com padresenfermeira deu a buceta pro velho do pau mole contos eroticoscontos eroticos das amigas perdidas na cachoeiracontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casagostosinha bonitinha bundinha nova doze anos dando contos eroticosconto erotico namorada perdendo virgindade com meu amigo cinemarelato erotifo meu filho gosa muto nas minhas calcinhasconto erotico calcinha neguinhocontos eroticos comi meu amigocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casafilha pequena curiosa contos eroticoscontos eróticos para ler a sogracomtos de sexoContos eróticos de travesti comendo casadoscontoseroticos.vip/hetero/dei-pro-amigo-do-meu-irmao/contos eroticos de Maezinha bobinha do amigis transando com jovezinhofui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticocontos eroticos comi uma velha bebadanovinha com peso na barriga usando churrasco de vídeo pornôcontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos de incesto dez anosconto erotico fudendo a velha feia e sujaContios dormi na casa do amigocontos eróticos minha mulher foi f***** por um travesticontos erótico- fui estuprada e gosteiComtoerotico profesorinhasou crente rabuda contosconto vi arrebenta cu meu maridoamei ser estupradaconto gay acordado pelo dotadoconto erotico com meu sogro peladoComto pego em fragantecontos eroticoslingua no cucontos tive orgasmocontos/eroticos puta safada/enfia/ahhMe vinguei do meu marido conto eróticocontos eróticos meninas de 20 anos transando com cachorro Calcinha Preta com lacinho vermelhoContos eroticos mulher cuzeiracontos eroticos enfermeiraszoofilia mobile ticas pornocontos eu brico de papai e mamae .com minha priminncontos eróticos ele colocou o vibrador na potência máxima na minha bucetaContos eroticos da lele alessadraminha mae e filhos conto eroticode calcinha na frente do meu pai contosconto eurotico eu fui viajar e minha esposa saiuConto erotico roubei as tanga da vizinhaa calcinha da lulu contocanto erotico comi minha professorapila grande e preta na minha cona e no meu cu. conto heterossexual.conto esposa do bucetaoMinha mae no meu colo. Contos eroticos de incesto.Dona nene da grande familia bucetaconto erótico cantada pesada na ruacontos minha tia me pediu favorvidios de zoofilias mostra homem acariciando uma jumenta com a mão na buceta delaconto erotico meu mestre me castigoufilho dotado fudendi o pai desejosecretos.comcontos minha mãe me seduziu usando mini saiacontos sexo.minha esposa hosana adora comer meu cugozada na boca suelitransei com papai contoscontos de gay passivo dando pro machoContos eróticos Dei para o meu tiominhaesposa numafesta-contos reaiscontos eroticos com menina de 07anos na praiaconto erotico chantageado namorada do meu amigocontos de loiras c****** trepando com negão estrangeiroO amigo dele me comeu contosEscravo de minhas cruéis donas (conto )contos sou putona do predio