Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

BRUNO & EU - DOIS ADOLESCENTES

Antes de contar a histária vou me apresentar a você. Me chamo Rafaela, tenho 19 anos e sou assim, "aquela loirinha gostosa". Tenho seios fartos, bumbum empinado e um bronzeado de dar inveja e despertar a atração dos homens, sem falar na minha boquinha, modéstia parte. Por causa disso os homens olhavam pra mim desde cedo, desde pequenininha, fato que chamou a atenção da minha mãe, que consequentemente não me deixou sair à noite na adolescência, com medo de um estupro ou algo assim. A histária que vou contar é verídica, e aconteceu a algumas semanas, e logo fiquei muito empolgada para vir aqui contar,(pois adoro contos eráticos, mas nunca tinha tido uma experiência pra poder relatar) mas tinha que ser num horário em que não estivesse ninguém em casa, para eu poder me masturbar junto, sá de lembrar da minha primeira vez. Aqui estou, hehe...

Bom, eu era virgem até então... Alguns boquetes já rolavam, sá que nunca deixava meu namorado, o Bruno, passar daqueles boquetes. O Bruno é um gato, de causar inveja nas outras garotas... Deve ser por isso que nunca tive muitas amigas, pelo fato de ser invejada por todas as garotas. Bom, retomanado a falar do Bruno, ele tem 19 também, mas é muito gostosão, corpo feito. Não vou dizer que eu nunca tinha vontade de dar pra ele, mas tinha medo de engravidar, pois ele sempre manifestou a vontade de transar sem camisinha e pedia para que na primeira vez eu deixasse ele lambuzar a minha buceta de porra quente, e que ia ser muito gostoso, começava a falar essas coisas que me deixavam com muito tesão, e me alisar, dizia pra eu tomar pílula no dia seguinte que ia ficar tudo bem.

Bom, eu não queria deixar. Comigo era não e ponto final.

Um dia o Bruno, que nem a gente sempre fazia quando dormíamos juntos, começou a me alisar bem devagarzinho, e ia aumentando o ritmo devagar, muito gostoso, parecia que eu nunca tinha sentido tanto tesão e vontade de dar a minha buceta, que à essas alturas já tava toda molhadinha. Então ele falou "safada", colocou a mão na minha bunda e disse "hoje à noite você é toda minha". Aquilo me levou às alturas. Levantei da cama em que estávamos deitados, disse "espera, meu gostosinho. eu já volto" e fui até a cozinha, num esconderijozinho onde guardo meus filmes pornô.

Quando voltei o Bruno estava tocando uma, mas olha sá que taradinho esse meu namorado... Mas aquilo era sá a preliminar, muita coisa ia rolar naquela noite. Coloquei um filme de duas garotas que seduziam seus vizinhos, eu sei que o Bruno adora filmes de orgia. Ele estava louco de tesão, queria gozar, muito... Então falei "guarda essa pica pra mim" e ele imediatamente obedeceu. Ele ficava olhando pra mim com uma cara sexy, dedinho na boca, de cima a baixo. Olhei pra pica dele, tava dura de tesão, inchada... Tamanho médio, uns 17cm. Sabia que o Bruno já tinha tido outras experiências sexuais com uma antiga namorada, então ele falou "você é a mais gostosinha e mais putinha, deixa eu lamber os seus peitinhos, deixa". Eu imediatamente obedeci, com uma cara de safada. Disse "lambe, meu gostosinho". Ele começou a lamber o peitinho esquerdo, lambia tudo, em volta, no biquinho, devagarinho, rapidinho, um delírio, com as mãos uma agarrando, alisando o peitinho direito e outra passando a mão, 'bobíssima' por sinal, no meu clítoris. Enquanto isso eu batia uma pra ele, bem gostoso... Quando seti que eu ia gozar, e ele também, mandei parar, e disse que tinha reservado uma surpresa pra ele. Falei "mete bem gostoso no meu cú" e ele dizia "vagabunda, é isso que você é, sua puta, já quer o cú?". Eu me posicionei de quatro na cama e ele começou a lamber o meu bumbum empinado e o meu cú, lambuzado com um gel para penetração anal, que ele sempre guardava com ele, caso isso acontecesse. Lambia gostoso, botava forte a língua toda lá dentro, o meu cú aos poucos foi relaxando, querendo pau. Então ele pegou aquela pica que não se aguentava mais de tão dura, e foi enfiando devagarzinho, e aos poucos foi entrando, era uma sensação de dor e prazer misturados. Quando o meu cú relaxou, ele foi fazendo movimentos de vai-e-vem, socando bem fundo, dizia "depois, vou lambuzar todo o teu grelhinho de porra quente, deixa ele bem úmido pra mim socar bem forte lá dentro, se masturba um pouco pra lubrificar", então eu falei "pega o vibrador ali pra mim então" e ele atendeu... Naquele momento eu senti o seu pau saindo do meu cú, eu adorava ver nos vídeos pornô aquilo, me dava um tesão, eu queria era pau. O Bruno me alcançou o vibrador, e logo se sentou no sofá do quarto pra me observar, batendo uma, com a pica dura. Eu fiz uma cara de safada e comecei a massagear meu clítoris. Eu comecei a falar "vem, Bruno, eu quero você todinho pra mim". Então ele disse pra mim mostrar o que ele ia fazer comigo e com a minha xaninha. Eu peguei aquele vibrador e comecei a enfiar na buceta devagarinho, e o bruno lá, se masturbando conforme o ritmo que eu botava o vibrador na minha xaninha. Eu queria deixar o cabaçinho pra ele, então não me aguentei mais e resolvi pôr fim à situação. Eu queria dar, não me aguentava mais de tesão, então fui até ele no sofá, mandei ele levantar e comecei a fazer um boquete... Quando ele estava pra gozar eu tirei o pau da minha boca e disse "mete". Ele me pegou no colo, muito rápido, me jogou em cima da cama e mandou eu ficar quieta que ele ia fazer o resto do serviço. Ele mandou eu me sentar na cabeceira da cama e abrir as pernas, o que eu fiz com muito gosto dizendo pra ele socar muito. Ele foi se aproximando, e colocou a cabecinha na entradinha da minha bucetinha, toda molhadinha, e foi colocando, devagarinho, me chamando de puta e de vagabunda. Metia muito gostoso, nem eu pensei que ele fosse tão bom naquilo, metia devagarinho, depois começava lentamente um movimento de vai-e-vem rápido... Ele tirava todo o pau pra fora e colocava, tirava e colocava, às vezes dava pra ver a cabecinha saindo pra fora, e eu adorava aquilo, ainda mais com os peitinhos sendo sugados a todo vapor, eu queria mais pau e mais pau, ele tirava e colocava aquela pica dura e dava pra sentir aquele cheiro de sexo maravilhoso, eu parecia um puta sendo socada pelo Bruno, falando coisas no ouvido dele, dizia "mete rápido, meche mais, vai, isso..." Falava "tira.. bota tudoooo", gritando, estava louca.. Quando senti o gozo vindo mandei ele parar, porque eu queria era mais prazer.. então ele foi até a cozinha e buscou duas pedras de gelo. Ele colocava aquelas pedras de gelo na minha buceta e começava a chupar, era alucinante... Depois tirou elas e disse "vou gozar na sua xaninha, aguenta a pressão, sua putinha, eu sei que é o que você quer". Colocou o pau novamente na entradinha, e falou que ia tudo de uma vez, então eu falei "Bruno, vai devagar, cuidado", mas ele não deu bola, falou que eu queria era ser socada, e colocou tudo com força de uma vez sá, começou a bombear, muito forte, quase gozando, aquela pica ia e vinha, uma loucura, tirava tudo pra fora, eu não aguentei e falei que ia gozar, então ele acelerou mais as estocadas e gozamos junto, senti aquele jato de porra quente escorrendo dentro da minha buceta, ele fazendo aquela cara de safado, realizado. Ele continuou a colocar lentamente até o meu gozo acabar, depois tirou a pica, mole, pra fora, mandou eu deitar na cama e chupou gostoso a minha buceta. Ele falou que foi a melhor noite de sexo da vida dele, e propôs uma transa com um amigo dele, o Marcelo, outro gato por sinal. Quando acontecer, eu conto pra vocês. Beijões, e quem quiser conversar comigo no msn, manda um email pra [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eroticos peitos sadomasoquismoconto picante com colegachifre melado contosnao contive quando minha vizinha passou a bunda em mim contospesquisar saístes da putaria lésbicas como fazer sexo com uma menina virgem e quebrar seu cabassocontos eroticos peitos sadomasoquismosexo meu irmao quer fazerconto coni cu prima fotocontos comedor e dominador cruelcontos eroticos con ninfetas e negaocontos heroticos gay meu primo de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anoscontos eróticos com molequesVi minha irma gozandoe sitremendo todaconto erotico bi com atendente de hotelconto erotico fodendo madrinha rola enormeFui ajudar a desconhecida e acabei fudendo ela, conto eroticocontos eroticos sou hetero estuprei meu irmao heteroeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestoajudei minha amiga tér um orgasmo conto eroticocontos eroticos amigas ci pegandoconto amor de cornocontos eroticos de peãoconto incesto minha linda maezihaamiguinha da minha filha me chupoutirando as pregas do cu da joycemulheres adoram ficar peladas cheio de manteiga no cucontos eroticospais e filhas novinhascontos a delicia de ser submisso do macho alfa da esposacontos eroticos amarradas e abusadas escravasminha esposa meteno com outro q delicia contos o sindicoler contos de padres tarados estrupandoscontos comi velha ke tava bebeda na ruaconto eu casado e nao restir a minha amiga gostosa e casada e comi fiz tudo com ela/m/conto_18841_oral-na-gatinha-nua--perdendo-o-selinho.htmlMae rabuda contos heroticos como perdeu a virgindade do cuzinhoconto erotico fraldario do mercadoContos mamae e titia e irma bacanal incestoAdorei meu primeiro anal contos eróticosmeu namo puchou meus cabelos e deu vários beijos em mim o que significa isso?contos de homem com penis grosso que comeu sem camisinha a sogra dando banho cacula conto eroticos gayContos eroticos levei minha esposa ao padre para ser benzida e ele a comeucontos eroticos cunhadinha dormindoConto erotico de a massagemSou casada mas bebi porro de outra cara contoscontos sexo minha mulher sua patroaminha mulher d sainha dando pra mim e um amigo jegao contoscontos fudendo a menininha filha do peaoconto erotico reais troca de casaiscontos eroticos peitos sadomasoquismovideos de rapidinhas na presenca do.marido distraidopiru inchado conto xxxcontos gay chorei no pau do coroaCasada viajando contosm primoporno gay contos ocontos eroticos maridinho e esposa com amigo intimo do interiorTrai meu marido em um swing com a nayara e o fernando contos eroticosvideo porno chegou no quarto e comeu a teia com os olhos vendadazoofili a nimada travestiantes caçava agora sou cacador de bctConto de cadelinha depósito de porra dos machos no barwww.contos eróticos fiz a gorda loira cagar e chorar na minha Rola.comconto erotico gay seduzindo o tio velho coroa grisalhopornô com minha irmã de minsainhacontos nudista de pau duromulheres secando bêbadas cheias de tesaocontos porno dormi no chao com minha sogracontos eróticos sobre sobrinhabucetudaeu punhetei um estranhorelato homem chorou com a tora no raboconto erótico cantada pesada na ruaContos lesbicas no onibuscontos eroticos. tennis zelenograd . ru /conto 6729 minhas filhascontos minha tia cuidava de miirmã ver irmão peladinho com a picona com a glande cobertaconto erotico amazonas gaycomtos eroticos bebo porra de veilinhocontos gays minha mae me viu dando o cu e participouRelato transei com uma gostosa chamada fabiana