Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA PRIMA (BIA) BEBE E VIRA UM SAFADA [1]

Tenho 20 anos e essa historia aconteceu quando eu tinha 19. tenho uma prima que mora perto da minha casa com sua filinha. seu nome é Bia e na época tinha 25 anos. é loira, bem branquinha, olhos claros, seios pequenos e pontudinhos, pernas grossas uma bundinha bem redonda. desde de pequeno sinto aquela vontade de come-la, pois ela é muito bonita e gostosa, mas nunca passamos da relacao primo-prima, devido a diferença de idade.



Bem, nos finais de semana ela sempre saia e bebia, as vezes muito, as vezes moderamente, e algumas vezes nos encontravamos nas festas, mas nao passava do relacionamento normal entre nás, apesar de eu sempre ter vontade de ficar com ela. numa certa vez, estavamos numa festa bem grande e de repente vi ela vindo em minha direcao com uma amiga. ela foi logo me cumprimentando toda animada me chamando pra tomar uma cerveja.

"vamo primo, eu pago pra voce, vamo que eu hj quero beber!"



topei na hora e ja vi que ela tava bem animada e que o alcool tava fazendo efeito.

começamos a beber cerveja e conversar anidamente, passando depois pra caipirinha. no fim da festa eu ja estava alto e ela tava totalmente bebada, nao conseguia nem se segurar em pé. sentamos no batente e ela encostou a cabeça no meu ombro. prontamente passei a mao por tras dela e ficamos ali. estranhei, pois ela nunca tinha tido uma atitude dessas comigo. entao de repente, ela chegou bem perto do meu ouvido e sussurou:

"Gui, sabia que voce é muito bonito?" e me deu um beijo na buchecha e começou a lamber minha orelha. me virei e dei um chupão daqueles, como sempre havia sonhado. depois de dar um beijo molhado e gostoso ela se virou pro outro lado, encostou a cabeça no muro e adormeceu. percebi que estava totalmente embriagada.



chamei sua amiga e fomos pegar um taxi. deixamos a amiga dela e ela disse:

"cuide bem dela viu?"

"pode deixar, vou deixar ela em casa e vou pra minha depois"



cheguamos na casa dela e tive que carrega-la pra dentro. sua filinha estava na casa da vaizinha, dormindo. ela perguntou "... ja chegamos?" "ja..." "vou pra cama"

e novamente tive que carrega-la pra cama. pus ela deitada e olhei um pouco antes de sair. ela estava com um blusinha azul de alça sem sutien e que mostrava a barriguinha e uma mini saia. tirei a sandalia dela nao resistindo àquele pezinho lindo dei um beijo. depois dei uma lambida e chupei o dedao. estava louco por ela. ela se mexeu um pouco nessa hora. esperei um pouco e lambi de novo, mas ela ficou imovel. olhei e ela estava com as pernas entreabertas, largada na cama. comecei a subir a mao e a cariciar sua perna. passei a mao naquelas coxas grossas e cheias de pelinhos loiros. nao resisti e acariciei perto da vagina. sua perna estava mais aberta e comecei a tocar de leve na sua bucetinha. para minha surpresa começou a ficar molhada e isso me deixou mais excitado ainda.



de leve, levantei um pouco a calcinha e acariciei sua buceta molhada, ela se mexeu novamente, mas depois de um tempo continuei e ela soltou um leve gemido. alisei um pouco mais seu clitoris e coloquei e penetrei um pouco meu dedo. nao podia mais aguentar e tirei meu oau pra fora. ja estava meio bebado e nao pensei duas vezes, afastando sua calcinha um pouco e abrindo mais suas pernas. coloquei meu pau latejando na entrada de sua grutinha e comecei a penetrar. devagar ele foi entrando naquela grutinha quente e eu nao podia acreditar que estava comendo minha prima. depois de ela se mexer mais algumas vezes, meu pau entrou inteiro. nessa hora nao conesguia me segurar e comecei o vai e vem, aumentando lentamente para q ela nao acordasse. de vez em quando se mexia e gemia bem baixinho, mas continuava parada, apagada. seus peitinhos estavam durinhos e os bicos apontavam pra mim. levantei um pouco a blusa e comeceia chupa-los de leve e mordiscar aquels bicquinhos durinhos. ela me empurrou de leve, sem saber direito oq estava fazendo, parei mas continuei a bomba-la, pois estava perto de gozar. meu pau começou a soltar porra e eu gozei dentro dela, pq sabia que ela tomava anticoncepcional. dei uma gozada grande, chegando a gemer um pouco alto. tirei meu pau todo molhado e vi que escorria porra da bucetinha linda da minha prima. naquela hora nao me importava mais com nada e sá coloquei a calcinha no lugar, a qual ficou toda melada. fui pra minha casa e dormi com o sentimento bom de ter realizado meu desejo de comer minha prima. no outro dia ela me tratou relativamente normal, comentando um pouco da festa e dizendo como tinha ficado bebada "nossa bebi todas ontem, nem me lembro de quase nada rsrs". na frente dos meus pais, me agradeceu por eu ter deixado ela em casa. parecia que ela nao sabia de nada mesmo, pelo menos nao deixou transparecer. passei a semana lembrando daquela noite.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS



rola na madrinha/contoum chupa e outro meteContos eroticos tatuagem da esposaconto erótico comendo o passivo de calcinhahumilhada no boquete contoscontos eróticos quando eu tinha catorze um coroa bem dotado deconto erotico namoradinhos de infanciacontos eroticos madrasta enteada namoradocontos eroticos de incesto com tiaContos eroticos de casada peidando e goatandoconto erotico gay com vovocontos eroticos no busao vazioconto porno a virgem babiconto pono de mulhe deiixa seu ammate negao tira sangue da suuua fiilhaconto gay na igrejaforumcomtoscontos eroticos menina. na fazendacontos casada com meninocontos eroticos detonou a crentecomendo crioula da buceta fedendo conto eroticoconto erotico gay cuidando do bebeenrabada e estrupada por traficantes na saida da discoteca.contoscomi a amiga da minha prima na virada conto eroticobucetao no conto eroticocontos. virei viadinho do dono da padariaminha mulher para transar logo Ricardo que eu quero vercontosexibicionismo com papaicontos menage inesperadopornosogrowww.contos eróticos escravo de minha irmãconto herotico Pantanalcampinas enfermeira trepandovidios maridos foi avizado vai ser cornoConto erotico as amiga carente da minha maegosto de porra na boca contos eróticosCONTO ESCONDIDO COM CRENTE Contos eróticos genrocontos eróticos de lésbicas submissa a vizinha mandona contos eroticos colegaso mrninas na mastubando n causinha toda melada video mobilcontos eróticos velho e greludaComtoerotico profesorinhasexo com a namorada do meu filho anal e ela gritacontos amigas virgenseu sou solteiro eu sou empresário eu moro sozinho no meu apartamento minha linda e gostosa secretária casada da minha empresa eu sempre eu quis fuder sua buceta eu conversando com ela dentro da minha sala eu disse pra ela eu queria ter uma esposa como você pra morar comigo no meu apartamento ela disse pra mim patrão eu me separei do meu ex marido porque eu descobrir que ele tinha uma amante eu perguntei pra ela você que ir morar comigo no meu apartamento pra você ser minha esposa ela disse pra mim eu quero patrão ir morar com você pra eu ser sua esposa eu dei um beijo na boca dela eu levei ela comigo pro meu apartamento eu levei ela pro meu quarto ela me deu um abraço ela me deu um beijo na minha boca ela tirou sua roupa ela deitou na minha cama eu chupei seu peito eu disse pra ela sua buceta raspadinha e linda eu comecei a chupar sua buceta ela gozo na minha boca ela pegou no meu pau ela disse pra mim seu pau e maior e mais grosso que o pau do meu ex marido ela começou a chupar meu pau eu fui metendo meu pau na sua buceta eu comecei a fuder sua buceta eu disse pra ela sua buceta e muito gostosa de fuder eu disse pra ela agora que você e minha esposa eu vou fuder sua buceta todos os dias ela disse fode minha buceta eu fundendo sua buceta ela gozo ela disse pra mim eu quero dar meu cu pra você conto eróticocontos como a calabresa entrou inteiraContos eróticos meu filho veio bebado e chupei o pau deleconto erotico minha irma mim pegou fundedo com minha namoradacontos eroticos testanta a esposaContos eroticos minha esposa e o desconhecido nas trazeiras do carroconto erotico ajustando o vestido..contos sexo cabaso samgrandocontos eróticos real gang bang com esposa do deputadoconto erotico meu filho dedo na conacontos heróicos cu de tontominha esposa nem desconfia que eu gosto é de rola contos gaycontos eroticos crossdressersou casada e mau fudida e minha bucetinha carnudinha e o velho aproveidouconto erotico gay criado como meninaconto erotico mulher sendo fudida pelo cara no muroconto etotico minha esposa fudendo com meu pai e meu irmaomulher fica engatada com cachorrogostosinha ergue a saia e masageia a bucetinha por cima da calcinhaconto comi minha sobrinha no resgyardoAndando nua em frente dos meus filhos contos eroticomendigojumentocontos eróticos de bebados e drogados gaysconto castigo da mamae buceta sujaconto erotico convento de freiras pervertidascontos de homem comendo o cu do bêbado