Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA MULHER ADORA ESPERMA

Somos um casal liberal. Eu com 47 e ela com 30 anos. E um corpo de 20...magrinha, bundinha gostosa e uns peitões muito tesudos. Estamos juntos há 6 anos e cada dia vamos descobrindo mais “taras” em comum.

Agora descobri como ela é tarada por porra...Sempre nas nossa transas ela pede que esporre na boquinha dela...As vezes eram duas ou três gozadas num período. Até ai tudo bem, pois varias mulheres que tive gostavam de comer esperma. Começamos a ir num clube de swing aqui de Sampa, e realmente nos divertíamos com as putarias que víamos. Um dia porém ela quis entrar na “sala dos buracos”. É uma sala onde vários homens podem colocar os paus em buracos nas paredes em quanto olham o casal fudendo ou de sacanagem.

Uns 19 caras colocaram o pau logo depois que ela ficou pelada no quartinho. Começou a pegar nos paus, mas mantendo uma distancia. Disse até pra ela chupar (estava tesudo) mas entendi quando ela falou que “não conhecia a procedência daquelas picas. Ta certo, temos que nos preservar, com esse monte de doenças que tem por aí hoje. De toda forma, ficamos fudendo ali, ela olhando para vários tipos de rolas, até que encostei ela na parede e alguns paus ficaram sobre seu ombro, na mão...

De repente alguns começaram a esporrar...uma gozada no ombro dela, outra voou nos peitões maravilhosos que ela tem..Caramba!!! Minha mulher começou a ficar ALUCINADA, e gritava: QUERO PORRA, GOZEM SEUS PUTOS, QUERO LEITE!!!! Os caras gozaram...E eu também. Daí ela pede: amorzinho, deixa um deles entrar? Tudo bem. Abri a porta e entrou um que parecia legal. O cara já estava de pau duro e com uma camisinha. Ela ficou de quatro e ele meteu. Em menos de 2 minutos gritou que ia gozar e ela pediu porra no pé. Isso mesmo, no pezinho...O cara tirou a camisinha e mandou porra grossa no pezinho dela. O cara saiu, ela se vestiu toda esporrada, calçou o sapato com o pezinho gozado e fomos embora. Ainda metemos em casa, ela lambuzada e depois dormimos.

No dia seguinte, um sábado, depois do café perguntei se ela tinha curtido. Ela estava um pouco envergonhada dos gritos que deu pedindo esperma. Eu disse que também me surpreendeu, mais até aí achei muito tesudo também. Ela então me disse que tinha um fetiche de comer várias porras ao mesmo tempo. Epa, isso me surpreendeu, mas não tenho nenhum tipo de resistência com nossos fetiches. Ela também disse que o único problema é a confiança em quem chamar para ser nosso parceiro, e isso é uma preocupação genuína para um casal que se ama.

Então resolvemos chamar dois amigos para jantar lá em casa. O pior é que não havia nenhuma combinação com eles não. São meus amigos há mais de 19 anos, e somos do tipo “inseparáveis”, mas sem discutirmos nunca nossas intimidades do lar. É claro que sempre notei que eles “observavam” os dotes da minha mulher, principalmente em churrascos ou na praia. Também nunca deixei de olhas para as bundas e peitos das mulheres deles, mas daí comer elas, é outro papo...rsrsrs

Bom, rolou o jantar. Depois de algumas doses de uísque, um bom jantar e uma sobremesa impecável, ficamos conversando na sala nos sofás. Ela pediu um momento e continuamos os papos. Depois de alguns minutos ela volta, com a cara mais lavada e de camisola, dizendo que assim ficava mais a vontade. Aqueles peitos saltando da camisola e aquela bundinha acentuada...pronto, logo os meus amigos começaram a ficar excitados. Junte os drinks com uma papos meio sacanas..Pronto, começou a armar-se o circo de putarias.

Ela então sentou entre eles no sofá de frente para mim entre os dois. Perguntou se eles queriam beber mais, e a resposta foi: mais tarde talvez...Daí ela, que já havia tomado algumas também lançou a frase: e uma chupadinha? Rsrssrs...Eles me olharam, eu falei: não olhem para mim, quem fez a oferta foi ela!!!

Daí o Zé não se fez de rogado. Abaixou a calça e botou o pau de fora, que ela abocanhou imediatamente. O Chico sacou a piroca também, que ela agarrou e começou a punhetar. Eu por minha vez via a cena e começava a ficar tesudo vendo minha mulherzinha ficar tão safada. Daí ela avisou: ninguém vai meter. Sá chupetinhas e leitinho. Quero muito leite na minha boca. Sá meu maridinho mete. Isso levantou meu pau na hora. Tirei a roupa e parti para a traseira dela. Quando passei a mão na sua bucetinha raspada, a piranha estava literalmente inundada, toda melada de tesão. Enfiei com vontade naquela xana que escorria. Ela então revezada nos paus dos amigos, lambendo com vontade o caldo deles.

Deitei-a no sofá é comecei a meter com força pela frente. A visão de vê-la chupando dois paus enquanto eu metia realmente era muito tesuda. Parecia que eu estava num daqueles filmes que costumamos ver às vezes. Consegui segurar bem minha gozada. O tesão coletivo era tanto que logo o Zé avisou que ia esporrar. Ela então, deitadinha, abriu totalmente sua boca e falou: mira bem seu puto, enche minha boca! Ele então derramou um bocado de porra na língua dela, que sumiu. Acho que o Zé andava atrasado, pois parecia creme de leite..rsrsrs

Ela não engoliu na hora...Ficou brincando com a porra enquanto eu metia e o Chico tocava uma frenético. Não tardou foi a vez dele despejar um bom volume de esperma na boquinha dela. Ela fechou a boca no pau dele e sá largou depois que ele acabou mesmo.

Eu continuava metendo, chupando os peitos fartos dela e lambendo sua bucetinha melada...Vi que ela nem conseguia falar de tanto gozo na boca. O Zé já estava batendo uma novamente olhando a cena. Não aguentei e também gozei naquela boca gulosa, que ficou completamente lotada de porra!!

Caí para o lado acabado. Ela se levanta e mostra a boca cheia para todos e lentamente vai engolindo nossos leites. O Zé avisa que vai gozar novamente. Ela estende a mão, ele esporra na palma dela. Ela acaba de engolir aquele volume todo e lambe a mão com o que ele havia gozado.

Depois, sem falar nada, dá um beijo no rosto de cada um, avisa que tem cerveja no congelador e vai para o quarto. Se faz um silencio constrangedor entre nás, os amigos.

Visto a cueca, vou até a cozinha, pego três latas e volto. Bebemos ainda tres cada um, mas falando quase nada e sobre assuntos que nada tinham a ver com o que acontecera. Lá pelas 2 horas resolvem ir embora, pois já era tarde.

Vou deitar e ela ainda está acordada. Diz que quer meter mais e cai de boca no meu pau. Começo a lembrar do que havia acontecido horas a trás, pego ela dum jeito mais forte e quando a beijo sinto ainda um gosto de esperma na sua boca. Gozei no cuzinho dela, enquanto ela falava: enche o cú da sua comedora de porra, vai amorzinho...

Não me importo de realizar suas fantasias (e minha também, é claro). Depois disso nossa relação ficou mais tesuda e, quando há oportunidade, fazemos uma farra.

Se alguém se interessar, morar em Sampa Capital, tiver acima de 40 anos, ter uma boa cabeça e, principalmente, não se incomodar de apresentar exame recente da maldição do século (todos sabem é claro), podem fazer contato. Estou querendo montar um grupo de 5 colegas para dar à ela todos juntos.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS



Iniciada pelo minha mae Conto eroticoprometeu dar o cuzinho virgem contos eroticosconto submissa ao paus negros e grandecasada recebe proposta indecente contoscontos de cú de irmà da igrejacontos eroticos de tia masturbacaome comeram contos teendescabacei a namoradinha de 13 aninhoscontos gays de incesto org.com-pai maduro e filho menino veadinhoquero ler conto erotico c/ sobrinha virgemtudo começou no bar 2 contos eroticos tennisconto erotico me comeu menstruada fotosContos eroticos cocainaamigo emrabando o outro contoconto erótico podolatriacontomeu pitbol mim rabouVirei a puta da familia contomeu marido me flagrou fodendo contosrelato de mae dando a buceta para o filhoconto gay camisolinhaleitinho no copo. contosacordei com meu cuzinho todo melado contos gayContos eroticos fudida no metro por 4contos eróticos esperava o meus dormir eia na cama do papaiTravest de araraqura gostosacontos eroticos de meninas novinhas adolecentes transando com homens maduros e bem dotadosContos eróticos acordadaflogdosexo.compauloelizabethcontos porno esposas estuprados submissosbochechas da bunda da minha irmãvou rasgar sua boceta vagabundacontos eróticos com fotos jogo de cartasgosto de dar o cucontos me chamo camila transei com felipe meu irmaoconto erotico gay o funkeiroContos eroticos com a gorda lavando rouparoludo come parrudo no citiocontos eroticos peitos sadomasoquismoCouto erótico martubanoContos eroticos de podolatria com fotos desejando chupar os pes de primas dormindo"novinha" "tio" "contos" "eróticos" "meia irma" "danielle"contos bater varias punhetas seguidascontos jeova putafui dar mole e ele crew cuzinhoporno gay contos eroticos passando as ferias comendo priminho inocentemoreninho hetero marrento contocontos eróticos a gostosura de nossos pensamentoscomo o magrinho me arrombou a buceta contosminha sogra minha esposa duas vadia contos eroticoscontos nem sabia que minha amiga era trans acabei chupado elaminha piroquinha dura no cu do molequeso os melhores contos de gay sendo aronbado ate gozar pelo cúo dia que levei.uma.gozada no.anus da travesti contocontos eroticos crente vizita intima negaoloirona toda mastubada na cama do tio chupando seus peito se lambendo toda e o tio coroa chega e pega a sobrinha safada de sorpresaconto - ela acha que a bucetinha era so para mijarcontos heroticos meus AMIGOS fuderam minha mae e irmãMeu nome é Luiza, tenho 26 anos, 1,70 mchantagiei o professor gostosocontos eroticosde medicacontos me faço de recatadacontos eroticos coroas mae contos eróticos: fui iniciada e transformada em mulher por meu tio parte 2contos dando para o exconto mamae fode com filho aniversarianteestupro lesbica conto erotico 2018homem conto heterofudedo a tia bombadaConto erotico as amiga carente da minha maecontos eroticos syrubasbrigamos conto eróticoporno idoido na purberdadeMeu tio me chantageou e eu dei minha buceta