Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHAS FILHAS

Capítulo 5ª. - “O cuzinho de Jeinny”

Eu fiquei ali na hidro pensando. Enquanto olhava Linda se enxugar, relembrei nossa vida juntos.. que tesão de mulher!! E nossas filhas, quantos planos havíamos feito pra elas.. e agora, eu tinha as três ali, na minha frente, na minha vida, na minha cama.. minhas mulheres. Será que eu estava sonhando??? O que seria depois de domingo quando fossem embora?? Como eu viveria sem elas?? E Érika minha mulher? E Michelle?? Como eu poderia olhar pra ela com os mesmos olhos?? Eu estava com um milhão de pensamentos em minha cabeça.... Linda saiu e ouvi minhas filhas me chamando no quarto: papai.. papai... vem logo.. estamos te esperando.. e riam.. riam muito....

Enxuguei-me e coloquei sá a toalha em minha volta e entrei no quarto. Que loucura.. eu estava bêbado?? Eu estava vendo três bundas maravilhosas que me mostravam três bucetas perfeitas, logo acima eu enxergava os anéizinhos, três cuzinhos, tudo arregaçado pra mim... tudo à minha disposição... rindo.. elas riam e se mostravam pra mim, despudoradamente se abrindo pro papai!! Quando cheguei perto, elas se deitaram e disseram que iam me fazer uma surpresa. Vendaram-me os olhos; amarraram minhas mãos e pés na cama e começaram a me lamber. Já imaginou o que é três mulheres dando um banho de língua?? Eu estava duro.. duríssimo... meu cacete latejava.. acho que eu estava gozando sá de sentir as lambidas... não tinha um sá lugarzinho do meu corpo que não foi devidamente lambuzado por aquelas línguas, por aquelas bucetas molhadas.. elas se esfregavam em mim, alternavam boquetes, sentavam no meu cacete e quando eu pensava que iam ficar, quem estava saia e entrava outra... uma loucura total.. meu cacete ficava mole mas não tinha tempo de descer, uma boca se apoderava dele e chupava até ele crescer novamente. Colocaram-me de quatro e, ainda amarrado, uma boca me chupava por baixo; outra boca me chupava as bolas e lambia meu cuzinho também; outra boca me beijava... tinha língua no meu ouvido, eu ouvia gemidos, risos, gritinhos... de repente, as luzes se apagaram e eu ouvi sá as respirações delas. Jeinny me desamarrou, tirou a venda dos meus olhos e me beijou longamente enquanto outra boca a de Linda me chupava com força. Suellen dizia no meu ouvido: papaizinho.. papaizinhooooo... você é o nosso presente... nás te amamos papai.... provamos isso desde que te encontramos.... mas ainda falta uma coisinha pra completar nossa ligação com você... papaizinho.. você comeu o cuzinho da mamãe no banheiro e nás também queremos te sentir.... agora é nossa vez... eu gemia.. arfava.. suava... eu delirava... as vezes pensava que tinha morrido e estava no céu, tantas eram as delicias que estava sentindo. Linda veio até mim e disse: está tudo escuro aqui.. preparei as meninas para este momento especial. Como as duas querem ser a primeira, elas estão tirando a sorte pra ver quem vai sentir teu cacete primeiro... estou gozando sá de imaginar você arrombando o cuzinho das nossas filhinhas.. ah! Richard.... elas querem te sentir, como eu te senti todos aqueles anos... e sá falta o cuzinho delas.... e sei que elas vão adorar sentir você enrabar as duas ao mesmo tempo. Ouvimos gritinhos e Jeinny se jogou na cama e procurou minha boca pra me dizer que havia ganho.. ela seria a primeira. Linda ajudou-as a ficarem na posição de quatro e lambuzou o cuzinho delas com gel mas... amarrou minhas mãos pra trás, porque eu não deveria segurá-las. Ela disse que eu ia ser preparado, passando gel no meu cacete e no cuzinho delas... eu podia sentir a excitação delas, as respirações e os gemidinhos, os gritinhos e sentia que ia explodir... eu disse que não tinha certeza de aguentar mais essa “tortura”. Linda deu-me uma chupada forte, vigorosa e lambuzou meu cacete com gel e direcionou ele pro cuzinho de Jeinny. Ela estava apoiada na beira da cama e gemia... ela começou a tremer e a chorar e dizia: vem papai.. vem papaizinho.. me come, come meu cuzinho.... entra... e enquanto isso Linda colocou meu cacete na entradinha daquele cuzinho.... ela me disse pra forçar devagar.. de leve... e Jeinny chorava de tesão, de prazer, de excitação, e pedia pra não machucá-la.. papaizinho.. sou sua filhinha pequenina.. papai não machuca.. você é tão grande.. tão enorme... papaizinho... papai.. ai.. ai... ai...... e Linda me segurou pra empurrar mais... e Jeinny gritou.. papai.. papai.. não.. papai.. não vou aguentar.. mamãe.. ta doendo.. mamãe... ai.. ai... ai.... ai.. quando sentiu o tamanho da minha cabeça forçando aquele buraquinho pequenininho. Linda tirou meu cacete e disse pra Suellen: deita embaixo da tua irmã e fica chupando ela.. lambe bem gostoso.... e Suellen fez isso... Jeinny que já chorava, começou a gemer quando Suellen a chupava e Linda colocou de novo meu cacete no seu cuzinho... aí.. aí...papaizinho... ai.. dái papai.... mamãe.. papai é muito grande... mamãe... ta doendo.... e Linda dizia palavras em seu ouvido... filhinha.. você não quer o papai?? Quero mamãe.. eu quero.. mas é muito grande.. eu não aguento.... filhinha.. pense na sua irmã te lambendo.. não ta gostoso??? Sim mamãe.. está... Su, chupa gostoso chupa... eu quero o cacete do papai no meu cuzinho... chupa... e Linda dizia: então filhinha, chore, chore amorzinho.. ta mamãe.. ta bom... eu vou aguentar... e Linda colocou de novo meu cacete no cuzinho de Jeinny e me disse: seja gentil.. empurre devagar... e eu fiz isso.. Jeinny gemia e chorava e gritava, mas eu não parei e fui forçando... ela gritava alto..... papai...... papai.... papaizinho... dái.. papai... ta doendo... ta doendo..... papai... não para.. não para..... papai não paraaaaaa..... arrebenta sua filhinha.. arrebenta... vem papai.. fode meu cuzinho... vem.. força... empuuuuuuuuurrra... papai... vem... me fode papai...isso papai... fode sua filhinha.. Su me chupa... delícia... delíciaaaaaaa..... eu já estava dentro dela e comecei a foder aquele cuzinho... eu fodi minha filhinha com força porque não aguentava de tanto tesão... e eu empurrava e forçava... fodendo Jeinny e sabendo que Suellen estava chupando ela e que Linda estava ali também... não demorei a gozar.

Amarrado ainda, deixei o peso do meu corpo cair em cima de Jeinny que estava sendo chupada por Suellen... Linda gentilmente me tirou de dentro de Jeinny e me limpou... enquanto Suellen beijava Jeinny e me beijava também.. Eu queria beijar Jeinny e dei-lhe um longo e gostoso beijo de língua.. eu dizia que a amava e que ela era minha.. ela me dizia que me amava também e que eu era dela, mas ela ia querer mais.... muito mais.

Continua. . . . . . ([email protected])

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS



Gay com mulher contoconto adoro um cu de gordavideos a muher levantado o vestido pra maridocomer a buceta delaele comeu meu cucontos eróticos escrava é putonaMeu irmão chupa minha maecontos eróticos ex maridoporque cavalos tem pirocãoContos eroticos cnn Traicao voyeurconto erotico mulher sendo fudida pelo cara no murocunhada casada e timida linda contoscontoeroticomadrinhaEu quero o pau daquele bombeiro amor! Quero aquela pica grande toda dentro de mim!contos eroticos paulo me comeu na baladaVizinha de shortinhos partindo a bucetaSexoincestocontosvidio porno mulher coloca vibrador de 53 cemtimetro todinho dentro da bucetagostoza mastruba aloprado fas ele gozar xvidiocontos fui adotadaconto tirei a virgindade da crente no matoscontos eroticos minha filha exibicinista/conto_5933_--uma-historia-real--.htmlcontos traindominha cunhada casada evangélica que parecia ser santinha eu no meu carro eu levei ela pro motel ela deixou eu fuder sua buceta conto eróticoContos erotico mulhrr casada dona de supermecadovarios contos eroticos juntos para ler de cunhadas novinhas na orgiacontos eróticos incesto/dava por dinheirominha prima mim pegou dando uns amassos na minha namorada conto eroticoconto sendo fodido por granagozando na submissa deitadacontos erotico gozei como uma puta velhaviadinho boquete na escola contoMae do amigo no msn conto eroticorelatos reais ciumento casado corno aconteceu na praiacontos eroticos de irmã chupando pinto pequeno do irmão novinho de idade/m/css/font-awesome.min.csscontos de foder empregadano colo do papai cmto eroticosogra finje que esta dormindo e jenro come seu cu contosConto minha esposa dando pro policialcontos erótico tenns com mulher mais velhascontos tiraram a roupa do meu marido e me comeram na sua frenteconto fiz a festa com os homens na casa de praia e o marido nem desconfiouEnsinando minha sobrinha dirigir contosmenino bateno puheta pos amigo no riosinhocontos marido viucomtos eroticos masturbando cavalocontos er com negcontos eróticos brincadeirascomedo a aluna no motel contocontos eroticos vovo vaca leiteiracontos eroticos amigo do meu paicontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casayoutubeconto ertico meniniha ia brincar ni visinho econto erotico com cunhada gordinha lesbicacontos eroticos incesto pai e filha fistingmeu padrasto tirou meu cabaco conto erotico fotoComtos erotico meu sogro me chantagiouConto erotico sou vadia velhacontos eroticos comi o gay e virei namoradoconto erotico mae empresta lingerietransformação contos eroticoscontos eroticosmeu cunhado magrinhominha sogra minha amantecontos eroticos minha mulher mandona e dominada ppr outroadolecente perdendo a virgindade em aposta conto erotico gaysexo chorei no pau do caminhoneiroamiguinha da minha filha me chupouconto eroticoso cunhado da minha irmãContos sogra medindo o tamanho do paucontos eroticos com mulheres de 60 anoscontos eroticos gay iniciobaixar vídeos porno sublinha pega tio batendo punho tá e da a bucha pra ele