Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A GRÁVIDA QUE CAGOU NO MEU PAU

Sou conhecido como o Jardineiro-Shameless. Sou de Sampa.

Adoro uma aventura com mulheres casadas, coroas, mães carentes, e, inclusive, com mulheres grávidas. Curto muito sexo anal, principalmente, com as cagonas e mijonas. Já fiz três mulheres cagarem no meu pau. Adoro ter no meu pau o cheiro da dona. Também curto chuva dourada.

Mas, vamos ao fato !!!

Em dezembro, minha vizinha Dona Dalva que estava grávida de 6 meses, me contratou para fazer o seu jardim.

Ela preferiu marcar para um sábado que estaria sázinha em casa, pois com o marido e seus filhos viajando, ninguém nos atrapalharia. Achei magnífico, pois eu tinha muito tesão por ela. A Dona Dalva, 35 anos, é loira, olhos verdes, linda !!! Eu fiquei sá fantasiando se rolaria alguma coisa. E, rolou !!! Assim que, cheguei lá, a Dona Dalva começou a conversar e foi bem direta no assunto. Disse-me que, há tempos, percebia o meu olhar de tarado pro lado dela. Perguntou-me se estava correta em suas conclusões. Mesmo arriscando a perder a sua amizade, e também, aquele serviço, resolví encarar a situação. Respondí que era apenas a uma fantasia. Aproveitei e me aproximei dela. Por impulso ao tesão da conversa, agarrei-a pela cintura e beijei-a na boca. A safada não sá permitiu, como enroscou a sua língua na minha. Em instante, estávamos pelados na sua cama de casal. Fizémos um torturante 69. Fiz a Dona Dalva gozar três vezes na minha boca. Depois, coloquei-a de joelhos na minha frente e falei que antes, iria gozar na boca dela, pois eu pretendia demorar o máximo possível no sexo anal. Estando um pouco aliviado, com certeza, eu conseguiria retardar a ejaculação e ficaria um tempão enrabando-a. A Dona Dalva entendeu o recado. Obediente, ela abocanhou o meu pau e mamou carinhosamente. Levando-me à loucura. Gozei intensamente, enchendo-lhe a boca de porra. Ela engoliu tudo, até a última gota. Sem dar tempo para relaxar, ainda de pau duro, coloquei ela de quatro em cima da cama. Cuspi em seu ânus e no meu pau. Assim que escostei a cabeçona roxa do meu pausão naquele orifício anal marron, a Dona Dalva chegou a peidar de tanto tesão. Fui forçando aos poucos, até enterrar a minha tora naquele cú piscante. Ela apertava o seu anelzinho em torno do meu pau. Apertava, soltava, apertava, soltava. Aquela grávida cagava o meu pau prá fora e eu tornava a enfiar. Enquanto enrabava ela, fui dedilhando a sua vagina. A Dona Dalva chegou a mijar na minha mão e eu começava a soltar aos poucos o meu esperma. Não aguentando mais, gozei fartamente dentro daquele rabo guloso. O meu pau saiu com fezes dela. Depois daquele dia, transamos outras vezes. Se alguma madame querer me contratar para fazer o jardim é sá me procurar. E-mail [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS



contos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto comenndo a tiasexo gay forçadoNovinha Bebi porra do meu amigo contocontoseroticossandracontos eróticos meninas de 25 anos transando com cachorro Calcinha Preta com lacinho vermelhoaguentei o pau groso. contoputinhas inocente contoscontos eróticos peguei a minha irma dando para o cachorro Contos eróticos minha filha me provocou e eu peguei a forçaCorno ama namorada use chortinho de lycra marcando buceta contosvideos porno minha mulher me satisfazendo na cama presente de aniversáriopirokinha com leitinho contos eroticosaudio conto eroticos aluno comendo a professoraconto erotico madrinha pediuzueiras mais gostosas e fogosas da bunda grande e pernas grossasconto erotico A NINFETINHA AMIGA DA MINHA SOBRINHA 3contos eroticos bv e virgindadeContos eróticos e excitantes com primoimagens de conto de afilhado macho transando com padrinho machoContos porno a biscati da minha esposa tevi corajecontos eroticos primeira transa sadomasoquista quando meu dono me deixou presacontos de cú por medo/conto_19045_eu-minha-irma-e-minha-prima.htmlcontos eróticos amigas novinhas virgens dando porteirocontos de cú de irmà da igrejameu avo aquele tarado comeu eu e amigas no riachoMeu irmão chupa minha maeContos fiquei bebada e pedi pro meu marido me levar no puteiroconto sou. chupeteiracontos eroticos sequestroconto sobrinho engravida tia casadacontos enrrabado na saunaSou casada madura e meu patrao fode meu cuconto porno de padrasto e enteadaMe fizeram mulher contos gayscontos eróticos gay no banho na rabrica com colega dotado primeira vezTravest litoral contosmimi apaixonei pelo novinho de pau grande contos gaycontos eroticos esposa com outroconto erótico minha esposa inocentecontos erotikos moleke de menor comendo o cu da mulher casadaporno club contos eroticos de meninos gaysrelatoeroticocasadame mostre sua calcinha cunhadaFoderam gente contos tennsMinha noiva exibida e gostosa na academia - Contos EróticosA calcinha cheirosa da sobrinha contoeroticocontos a devassa do analConto erotico minha namorada gostosa no asilocontos eroticos chantagiei meu padrastoconto erotico mulher rabudacontos eroticos incesto lesbicoSou casada fodida contocontos exoticos cm bebados tarados e nojentoscontos eroticos mulhersibha do papaixv leke dormindo .com madrstanovinho sofrendo na rola do pai bebado contos gayConto erotico meu pai descobriu que eu sou gey fez sexocontos: sentei no colo do velho"estuprarem" contos eroticoscontos minha esposa me ligou avizando que ia levar varaconto erotico escrava sabrinaContos erotico como minha cuinhada mais velha de 45anos.contos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos comendo minha vizinha peitudaminha mulher caminha toda noite na areia da praia conto de cornoquero ouvir o funk mais soltinho bem curtinho cunhadoconto gay que deu de calcinha bebadocontos de surubas inesperadas com esposa e travestisPeituda da sala conto erpyicoconfesso que perdi o cabaso com meu dogque corpo gostoso por traz daquela pureza evanjeljca mais eu comi contosconto erotico fiz surpresaSou casada mas bebi porro de outra cara contosfui confundida por garota no carnaval e acabei sendo enrabadoDei para meu pai conto eroticocontos erotecos dei mel rabao pro mel felho toludocomi o marrento hetero filho de minha irmã contos gaysContos gays o pau do meu avôContos sequestrado pela vizinha loucaconto erotico comendo o cu da freirao jardineiro me estuprou contos eroticosrelatos de incestocontos eroticos, casada nova surpreende marido em cine pornoContos eroticos em estradacontos de sobrinhas sem calcinha na igreja sentada no colo do tiover tdos as calcinhas fio dental qom bomum empinadContos Eróticos vergonha