Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

VIOLÊNCIA (VERÍDICO)

Violência (verídico)



Infelizmente o acesso a casa onde moro é um pouco complicado, tenho que passar por uma rua de baixa movimentação, luminosidade e segurança. Justamente por isso costumo evitar repetir sempre os mesmos horários e quase nunca passo a noite.

Muitos casais usam essa rua para namorar. É normal encontrarmos carros, algumas vezes caminhões, parados na rua sempre com filme bastante escuro para que ninguém veja e atrapalhe o namoro dos casais.

Confesso que todas as vezes que saio de casa, o caminho até o ponto de ônibus é sempre um sofrimento para mim, pois essa rua não inspira nenhuma confiança.

Certo dia, eu já tinha subido uns 200 metros quando sinto algo estranho. Dou uma olhada de rabo de olho e vejo um Chevette verde, velho, com o filme bem escuro subindo a rua bem devagar.

Apressei levemente o passo, para não chamara atenção, mas percebo que o carro não passava por mim.

Olhei novamente de canto de olho e vi que o tal Chevette estava claramente acompanhando a minha subida. Segui sem olhar pra traz, apressando mais um pouco o meu passo.

Quando estava chegando em uma curva dessa rua o Chevette deu uma arrancada e parou enviesado na minha frente, meu coração disparou. Pensei: vou ser assaltada. Então a porta do carro foi aberta, um homem com uma meia na cabeça me segurou, me sacudiu e me jogou dentro do carro, sem que eu conseguisse esboçar nenhuma forma de defesa a não ser gritar socorro.

Logo que fui jogada no banco de traz do carro percebi que havia três homens e todos com meias na cabeça. Enquanto eu pedia para que eles não me machucassem, dizia que não tinha dinheiro e coisas do tipo, o homem que estava no banco de traz ao meu lado começou a envolver minha cabeça com uma fita crepe, tampando meus olhos. Depois de estar vendada é que eles me falaram: vai pensando que você vai ter que escolher, se você vai nos ajudar por bem ou por mal.

Nesse instante meu coração virou uma pedra de gelo. Perguntei pra onde eles estavam me levando e o que eles queriam que eu fizesse? Eles nada respondiam.

Até que o carro parou. Eles me tiraram de dentro do carro e me conduziram uns 19 metros, o local era aberto.

Chegando nesse local eles me perguntaram se eu havia decidido. Se eu ia ajudar por bem ou por mal.

Perguntei que tipo de ajuda, então levei um forte tapa no rosto que perdi até a orientação. E a pergunta me foi repetida novamente.

Eu respondi que ia ajudar.

Então começaram a abrir os botões da minha blusa e calça, minha sandália foi tirada. Em poucos instantes eu estava completamente nua. Quando senti os três homens começando a se esfregar em mim e que entendi o que estava para acontecer.

Perguntei que tipo de ajuda era essa? Que o que eles queriam era me estuprar. Aí eles falaram que era por isso que eles tinham perguntado se seria por bem ou por mal.

Fui colocada deitada de lado, com a minha perna esquerda erguida. Um dos homens chupava a minha xoxota, o outro o meu cu, toda a minha bunda e costas, e o outro os meus seios e pescoço. Assim eles ficaram durante um bom tempo, até que comecei a sentir que meu corpo amolecia devido ao forte tesão que eu já estava sentindo.

O homem que estava me lambendo atrás começou a penetrar o meu anus, sem modificar a posição. Confesso que a sensação era muito boa.

O homem que estava chupando os meus peitos parou, em seguida senti um pau encostar em meus lábios. Abri a boca para ele entrar e fechei meus lábios abocanhando aquele pênis.

Apás algumas estocadas em minha bunda o homem que estava chupando a minha xoxota me penetrou. Sá nessa hora eles mudaram a posição. Fiquei sentada sobre um dos homens com a minha bunda completamente preenchida, enquanto o outro me penetrava na frente e o outro seguia num forte movimento de vai e vem na minha boca.

Dessa forma eles ficaram me socando por uns vinte minutos até que o homem encheu a minha boca de porra. Em seguida eu gozei, em silêncio para que eles não percebessem que o meu corpo estava gostando do que ocorria. Senti que tremia levemente, mas como eles me socavam com muita velocidade não devem ter percebido nada. Mais alguns minutos o homem que estava me enrabando saiu de dentro e gozou sobre os meus peitos. Mais alguns poucos minutos o terceiro homem tirou de dentro da minha xoxota, enfiou na minha boca, deu algumas estocadas e gozou abundantemente.

Em seguida eles me conduziram para o carro. Perguntei sobre as minhas roupas e eles me mandaram calar a boca até que eu saltasse do carro.

Até que o carro parou e eles me puseram para fora.

Tirei a fita do rosto, vi que estava na rua onde eles me sequestraram. Para variar a rua estava deserta. Peguei minhas roupas que estavam em uma sacola de supermercados, me vesti e fui pra casa.



[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS



golpe de mestre porno contocontos eróticos deixei a filhinha serTennis zelenograd contoimagens de conto de homem macho transando com genro machorelatos coroas defloraçãoContos erotico lebicos professoracontos eróticos a gostosura de nossos pensamentosConto comeu mae de amigo idosaconto erótico dominando a esposa mandonaContos sexo na saunacontos eroticos srntar no colo inceztocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casamamando na vara feita bezerrinhagaroto malandro pega tia dormindo e meti nelao presente de minha sogra e minha esposa contos eroticoscontos eroticos tio emgravidando a sobrinhacontos de sogra gravida transandoContos pai coloca pau enorme na bundinha da garotinha pequena e na priminhaconto banho com tia timidasento desde cedo gay contocontos porno dei boa noite cinderela para meus pais e comi minha maecontos eróticos mendigo no ônibusensinei o meu enteado a bater punheta : contos eróticoscontos eroticos fui forcado a virar meninina desde pequenocontos eróticos de pai e filha gravidanossa que putona gostosa deliciaCasada viajando contoscontos eroticos na sauna mistacontos eroticos dando ao sobrinho pivetepapa fode a filha com sai posta e mae nao ve porno.comconto porno de padrasto e enteadao castico que eu e minha sogra demos para a bunda da minhas esposa contos eroticosmadriha de bebidou gosei nelaPorno contos pais e maes tias avo's iniciam suas meninas incestocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casavideo de mulher transando no atelier delacontos eroticos decasada dona debarcontos eroticos trair meu marido no puteirocontos eroticos orgasmo no colo titioMinha mae ajudou_me a dar a buceta ao meu irmao juntas contoscontoserotico cnnconto porno de padrasto e enteadacontos eróticos de mulheres dando para pedreiros bem dotadosflagrei meu pai deflorando minha namoradinha contosContos comi a racha da minha maefoto novela de sexodei pra um estranho num baile e meu marido viu conto eroticocoto de espoza na chacara do amigoconto erotico comi uma louca no hospiciominha vizinha gemedocontos minha mulher colocou bolinhas no meu cucontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eróticos com velhacontos eroticos vizinhas velhas seduzem menininhosReparei maquina de lavar para minha tia conto erodicocontos eróticos comendo a minha filha caçula na viaCasadas na praia contocontos encesto seguestro de mamaePorno cu pertAdo pagui umcontos eroticos sequestrocontos eroticos enchi a boca da ninfetinha de porrasou puta do meu cachorromora Nana bem gostosa da bundona bem grandes eu dental bem deliciosa nécontos eroticos senhora do quadril largocontos inocentes tapasporno club conto eroticos de meninos gaysChupei um pau cheio de sebo contoscontos eroticos fui estprado na infância bundinha com calcinha sensual da virgemcavalo arromba mulheramante do meu neto contos eroticosxxvideo de anao dos biquinho dos peitinho bicudo si mastubanocontos eróticos irmãPuta merda!!!para!(conto teen gay)Conto erótico Sempre fui mas ele descobriuContos exitantes no hospitalConto de Uma dívida com meu genro e teve que dar o c* para eledei para o comedor do bairro filhos contocontos eroticos depilei meu namoradoconto arregacando o cuzinho e enchendo de porra a cunhadacontos eroticos elisangela cunhadacontos eroticos....primeira vezSou escrava sexual do meu filho ences,contos erot.fui estrupada e acabei virando puta contos eroticosconto erotico de professora bi seduzindo aluna do rabaocontos eroticos incesto tomei porra do meu cunhadoContos eroticos com ginecologistanovinha é estrupada na escola em conto erocctico do quadradinhocontos de cú de coroa casadamulher sendo chupada por varios homenscontos eróticos filha vê a mãe pegar no pau do cara na praia de nudismocontos de marido bonzinhos conto no mato espiando a filha tomar banho no riutirei o cabacinho do viadinho contos de incesto amiga da minha tiacontos eróticos pastorcontos eróticos fui pra casa da tia e meus primos me arrombaramSogra patroa cavala.contoabrindo a bunda em lugares deserto eu confessocontos marido atolou a geba grossa no cu d esposa na pescaria