Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

Aventuras de Vanessa - Com meu mano na net

Meu nome é Vanessa e essa é mais uma de minhas aventuras, para os que não me conhecem vou me descrever, tenho 17 anos, sou loira de cabelos cacheados um pouco abaixo dos ombros, olhos azuis, 1,70m e 58 kg, tenho um corpinho bem modelado pois gosto de esportes, volley natação e já fiz karatê. Tenho um bumbum redondinho e arrebitado, seios médios e redondinhos e durinhos com os bicos rosadinhos e bicudinhos do tipo que ficam quase furando a camiseta quando estou sem sutiã, o que é quase sempre. Os homens vivem mexendo comigo, dizendo que sou linda e maravilhosa.
Vivo entrando nos chats eróticos para ficar vendo fotos de transas e ficar teclando com gente de todos os lugares, de todo tipo, homens mais velhos, casados, garotos, executivos, técnicos de informática e até mesmo funcionários de nível mais baixo das empresas que tem computadores com internet, até mesmo com mulheres, mais velhas e mais novas. Sei que muitas que dizem ser mulheres são na verdade homens e homossexuais se passando por mulheres, talvez para soltarem seu lado feminino ou mesmo só para sacanearem.
Bem vamos ao caso. Eu estava sozinha e casa e resolvi entrar num desses chats de sexo, do tipo que rola fotos, prá variar eu mal entro e já vem um monte de caras querendo teclar para me comerem virtualmente, muitos querem por telefone, mas isso eu não faço porque sei que é perigoso. Bem, eu estava teclando com um carinha que me deixou muito excitada. Ele ia me falando para fazer isso e aquilo, que ele estava fazendo isso e aquilo e a imaginação correndo solta. Eu fiquei peladinha me masturbando e teclando com o cara, transando com ele virtualmente. De tão excitada que eu estava gozei, bem gostoso com um dedo na xaninha e amassando meus peitinhos. O cara falou que tinha gozado também, nisso escutei o barulho da porta, era meu irmão chegando, corri para me vestir, apesar da gente já ter transado, eu não queria que ele me visse naquela situação. Mal pus meu vestido e meu irmão entrou no quarto, na pressa eu não vesti a calcinha e nem saí do chat. Meu irmão viu que o computador estava ligado e foi logo vendo o que eu tava fazendo e viu o chat, tentei disfarçar mas ele viu as fotos e o que eu tinha teclado com o cara, ele viu que eu tinha gozado com o cara e me olhou com aquela cara de safado. Ele viu minha calcinha no chão e me puxou para perto dele. Ele estava sentado na cadeira e eu em pé ao lado dele, ele levantou meu vestido, olhou para minha xaninha que ainda estava toda melada do meu gozo e me disse: “Você gozou mesmo heim sua putinha?” E foi tacando a mão na minha xaninha e enfiando um dedo lá dentro de mim, depois chupou o dedo e disse: “Eu quero mais desse mel”. Sentei na cadeira e ele ficou no meio das minhas pernas me chupando e mandou eu continuar teclando com o cara. Fui teclando e contando tudo o que estávamos fazendo e o cara do char ficou doidão, e pediu para a gente fazer e contar tudo para ele com detalhes. O cara pediu para meu irmão comer meu cuzinho e foi falando o que ele tinha que fazer para ficar mais gostoso, e meu irmão foi fazendo. Meu irmão lambeu meu cuzinho e foi enfiando um dedo e fazendo um vai e vém gostoso. Depois ele pegou um creme e passou no meu cuzinho, encaixou a cabecinha e começou a empurrar. A cabeçona foi forçando meu cuzinho até ele abrir caminho para aquele intruso. Doeu mas a cabeça entrou, meu irmão ficou um tempo quietinho para meu cuzinho se acostumar e relaxar. Depois começou a bombar, a cada estocada ele enfiava um pouquinho mais, até que ele enfiou tudo. Aquele pau enorme estava todinho dentro de mim, no meu cuzinho. Meu irmão então começou a fazer um vai e vém com mais força. Tirava o pau quase todo menos a cabecinha, e enfiava tudo de novo com força, eu sentia o pau dele até no meu estômago. Então depois de alguns minutos meu maninho começou a bombar mais rápido, eu falei com o carinha do chat que a gente tava quase gozando e ele começou a se masturbar mais forte. Até que meu irmão começou a jorrar a porra dele dentro de mim, sentia aqueles jatos quentes me inundando toda, e comecei a gozar alucinadamente. Gritei e gemi alto e meu irmão dizia um monte de palavrões, ainda bem que a gente estava sozinho em casa. O cara do chat disse que estava pelado e que havia gozado também com o pau apontado para cima e que tinha esporrado na barriga dele imaginando que era a minha.
Nisso um outro cara com quem eu já tinha teclado outro dia, com o nick INCESTO-18H, entrou no chat. Ele me chama de maninha e adora me comer virtualmente fingindo que somos irmãos. Ele logo me reconheceu, pois sempre entro no chat com meu nome mesmo VANESSA, e veio teclar comigo. Contei a ele que tinha acabado de gozar teclando com um carinha que tinha saído da sala e ao mesmo tempo transando com meu irmão de verdade e contando tudo a ele. Meu mano virtual ficou maluco e quis participar também, e começou a me excitar. Meu irmão verdadeiro vendo que eu já começava a me excitar de novo veio ao meu lado para ler o que eu tava teclando. Então ele também começou a se excitar de novo. Começou a chupar meus seios e minha xaninha. Começou a meter um dedo nela e depois dois dedos. Disse que agora ia ser a vez dela, que ele agora queira comer a minha bucetinha e gozar lá dentro dela. Ele ficou me chupando até o pau dele ficar duro de novo. Aí ele me pôs de novo na mesma posição de antes quando ele me comeu o cuzinho. Apoia da na mesa e curvada com a bunda empinada e de pernas abertas. Eu continuava teclando com meu maninho virtual e o Léo ficava perguntando o que ele estava teclando e mandava eu teclar o que a gente estava fazendo. Ele se posicionou atrás de mim e encaixou a cabecinha. Meu maninho virtual dizia para eu imaginar ele embaixo de mim chupando meu grelo enquanto pedia para meu mano meter com vontade. Ele falou para o Léo pegar nos meus peitinhos enquanto bombava e para eu imaginar que eral ele. Eu fechava os olhos e esfregava meu grelo imaginando que era ele. Imagine a cena, eu transando com 2 irmãos, um metendo na minha xaninha e outro me chupando por baixo. O pau do Léo entrava e saía com força, ele parecia um louco, senti que a porra que ele tinha jorrado no meu cuzinho minutos atrás estava escorrendo pela minha bunda e pelas pernas abaixo, e cada vez que o Léo metia saía um pouquinho da pora do meu cuzinho e melava o pau dele todo. O Léo começou a meter rápido, sentí que ele ia gozar, eu também estava quase, falei para o mano virtuale ele disse que também ia gozar. Gozamos juntos, o Léo encheu a minha xaninha de porra, eu esfregava o grelo e gozava muito, e nosso mano virtual disse que estava esporrando muito também. Fiquei com as pernas bambas, sentia a porra escorrendo do cuzinho e da xaninha, fui escorregando para baixo com o Léo encaixado em mim, até que sentei no colo dele. Estávamos nos limpando com a toalha quando ouvimos o barulho do carro de nossos pais chegando. O Léo pegou a roupa dele e saiu correndo pelado para o quarto dele. Eu pus meu vestido sem a calcinha de novo e limpei o carpete que tinha manchado de porra. Só deu tempo de despedir do mano virtual e fechar as janelas (desta vez eu não queria dar bandeira) do computador para minha mãe não ver. Meus pais entraram no quarto e ficamos conversando. Minha mãe viu o carpete manchado e perguntou o que era aquilo. Eu falei que tinha derramado um copo de leite ( e que leite!), aí ela ia saindo do quarto e meu padrasto olhou para a mancha e olhou para mim sorrindo (querendo dizer: Leite....sei...).
À noite, meu padrasto entrou no meu quarto, minha mãe estava dormindo, eram umas 02:00 da manhã, ele veio me dizer que sabia o que era aquela mancha, ele disse que tinha ficado excitado com a idéia de que eu estava transando com meu irmão e perguntou se era com ele mesmo que eu tinha transado. Eu confirmei e aí ele pôs o pau dele para fora do pijama e mandou eu chupar. Fiquei chupando enquanto ele me puxava pelos cabelos e me chamava de putinha. Ele me pôs de quatro na beira da cama e meteu com vontade na minha xana, enquanto ele metia, ele me dizia que ia ser uma delícia me comer junto com meu irmão, que da próxima vez ele ia combinar com o Léo para eles me comerem juntos, um no cú e outro na buceta. Aquilo me levou à loucura e gozei pra caramba, abafei meus gemidos no travesseiro e meu padrasto metia com vontade, entrava e saía devagarinho, tirava e me chupava, enfiava um dedo e depois a língua, me virava de frente para ele e me beijava, chupava meus peitinhos, lambia os biquinhos com a ponta da língua (isso me deixa arrepiadinha de tesão), depois enfiava o meu peito quase todo na boca parecendo que queria engolir ele todo, me virava de novo e metia sem dó. Ele tirou da minha xaninha e meteu no meu cuzinho, foi entrando devagarinho, centímetro por centímetro, foi bombando até entrar todo, dizia que era a melhor coisa do mundo comer o meu cuzinho. Ele dizia que se ele pudesse ficaria me comendo o dia todo e todos os dias, mesmo na frente da minha mãe (já pensou?). Ele me levantava e me segurava pelas pernas com elas abertas e metia no meu cuzinho, eu segurava nele pelo pescoço. Ele ficava andando comigo no colo com o pau enfiado no meu cuzinho, ameaçava sair do quarto e ficar andando pela casa toda, e dizia que ia para o quarto dele, para a minha mãe me ver espetada no pau dele (isso me dá um tesão danado e ele sabe disso). Ele dizia que queria me levar para a rua e me comer lá fora para quem passasse pudesse ver a putinha que ele tinha em casa. Depois de quase uma hora metendo em mim na xaninha e no cuzinho ele gozou, me encheu a bucetinha de porra. Que delícia. Ele disse que adorava gozar dentro de mim. Ele sabe que eu não tomo pílula e sempre me come sem camisinha, ele diz que o bom é gozar dentro, sem a camisinha, mesmo correndo o risco de me engravidar. Isso também me dá um tesão danado, ao mesmo tempo que me dá medo. Já pensou? Engravidar do meu padrasto ou do meu irmão?
Ele foi pro quarto dele e eu fiquei deitada toda lambuzada, até que dormi do jeito que estava, nua e melada de porra.
Acordei no outro dia bem disposta e os dois (meu pai e o Léo) fingiram que não tinha acontecido nada, pois se a minha mãe descobre....
Esse conto foi em homenagem ao carinha com quem teclei outro dia no chat do bate-papo (não lembro o nome dele) e ao meu maninho virtual (Incesto-18H), que sempre tecla comigo. Eles podem confirmar que essa história é verdadeira, pois aconteceu com eles também. Aliás, se vocês lerem este conto me escrevam.
[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS



Conto etotico senhora sograbebi a porra do meu vizinho contos de casadaconto gay caseiro patrao carlosContos eróticos enteada larissa viajarerotico minha filha bota a mãohistoria comendo eguacontos eroticos engravidei uma novinha faveladacontos eroticos o garoto perdidonegro esposa assalto conto eroticocontos filha peituda provoca seu pai de baby doll ele fudeu elatravesti aloprado comedo e se mastrubsporno club conto eroticos de meninos gayssex porno conto erotico amiga me fala do namorado dele é do irmao ela que nao aguenteicontos gay meu paiensinando a minha cunhada a dirigir contos eroticoscontos eroticos minha sogra me deu uma canseiraa posição cavalgada pode machucar o útero.?'contos eroticos tio e sobrinhaamo cheirar a boceta da minha esposa pela calçacontos eróticos aviolentada varias vezescontos eróticos esposa disfarçadocontos gay o vizinho cadeirantecontos eu e meu sogro na praiaminha mae me fez virar travesti contos eroticoscontos eróticos com vizinha viúvacontos de mulheres que gostam de levar na cona de ser enrabadascontos sexo estorando cuencostou a bunda e pediu picacontos eroticos padrasto tiranda a virgidade da enteadacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto erótico viadinho de calcinha é enrabado na construçãotravesti Zinho que faz programa escondido da mãeconto eróticos de cheirar cu da mulher e ficar se masturbarcontossexotravesticontos eroticos peitos sadomasoquismocontos eroticos mamae comeu meu cuzinhocontos eróticos meu marido me dividiu com meu paiconto erotico lésbicas roçando.a buceta na carachupando ate ela gozar na boleiacastigando a patroa na ruacontos eroticos pegei meu vizinho cheirando minha calcinhacontos gay meu primo pauzao vir ilua de mel corno na picina eroticoComi um cu fedodo contoscontos de padrinhos com afilhadascontos eroticos, aprendi desde pequeno com o padrea amiga resolve acordar a amiga com a mão na buceta delaminha esposa de shortinho na obraconto fiz troca troca com meu amigo depois de velhotenho traços femininos cu conto eroticocontos erotico padrinho xupando buceta d afilhada d 8a dormindocastigocontoseroticoContos eroticos de travestis tarados.Conto erotico enfermeiro taradovoyeur de esposa conto eroticofoto da minha sobrinha pimentinha que veio passar o carnaval com o tiocontos/meu primeiro broche e fodaContos com belas picasComi a medica gorda contos eroticosdei pro subrinho do meu marido pornoMinha.nao.tem.coraje.de.me.trair.conto.eroticocontos reais punheta gozadasConto meti 29cm.de pau no cu da mamaeanita mijando no copoContos com comecei a usa fio dental e dar o cuzinhoritual parA cunhadinhacontos eroticos sequestroO amigo dele me comeu contosContodeputacontos eroticos esposa com outroContos eroticos minha amiga chorou na pica do meu maridocoroas de buceta quadril e coxas enormes dando para cachorrocontos irmâ da esposaputinhasinocentecontos eroticos sequestrocontos eroticosmenininhas dando rabinhominha irmã minha amanteaguemtano. tudo cem chorarcontos eroticos desabotoando vestidocontos irmâ da esposaconto eroticos fui obrigado a fuder minha irma num estuprocontos comendo uma Mulher eguacontos fudi com o zelador do predioconto erótico comendo o passivo de calcinha