Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SONÍFERO NA CUNHADA

Vou relatar um fato ocorrido comigo e minha cunhadinha, sou casado a tres anos e minha esposa tem uma irmã chamada andressa de 19 anos que é uma delicia de mulher, tem peitos grandes, boca carnuda, magrinha, e bundinha empinada. Desde que conheci minha cunhada sempre tive desejos nela, e sempre que ia até a casa dela tinha que ir até o banheiro bater uma punheta pois não resistia vê-la, ela sempre usava em casa um shortinho curto destes de lycra e uma camisetinha, aquilo me enlouquecia, mas no fundo eu sabia que nunca teria a chance de um dia ter aquele corpinho lindo pra mim, ela era muito certinha e adorava minha esposa. Teve um dia em que fui até a casa dela, e como sempre vou logo entrando, e daí ao entrar sem querer vi ela sá de calcinha no quarto pois estava com a porta entreaberta, quando ela me viu correu e fechou a porta. Algumas vezes ela ia pra minha casa e dormia lá, pois eu trabalhava a noite as vezes e ela fazia companhia pra minha mulher. Eu tenho um amigo que faz farmacia na faculdade, e um dia conversando, ele começou a me falar de um sonífero que eles estavam desenvolvendo no laboratário, era tão potente que colocaria um cavalo pra dormir em sono profundo por uma hora inteira com apenas algumas gotas. Perguntei a ele se não poderia me arrumar um pouco, pois na chácara do meu sogro tinha uma onça que estava atacando os animais e eu queria ir caçar ela com dardos e depois chamar o ibama e fazer a transferencia dela para uma floresta longe dali, conversa fiada, pois o que eu tinha em mente era outra coisa. Mas ele caiu na conversa e no dia seguinte me trouxe o sonífero. O meu plano era de dopar minha cunhada e dar uma boa metida nela, mas para isso precisava que ela fosse para minha casa, esperei alguns dias e minha esposa me disse que a andressa iria dormir lá em casa no final de semana, esperei e quando chegou o fim de semana ela chegou por volta das 19 horas do sabado, minha esposa pediu que eu fosse a locadora alugar alguns filmes pra gente assistir, loquei os filmes e comprei refrigerantes...cheguei em casa coloquei os filmes e fui até a cozinha pegar uns copos, coloquei o refri e tirei do bolso o sonifero e coloquei duas gotas nos copos da minha cunhada e da minha esposa, pois tinha que dopar minha esposa tambem pro meu plano dar certo. Levei pra sala os refris, e dei pra elas, elas tomaram e ficamos assistindo o filme, e 19 minutos depois vi que minha esposa tinha adormecido e andressa ainda estava acordada mas abria a boca o tempo todo e mais uns minutos e ela dormiu. fui até minha esposa e comecei a balança-la pra ver se não acordaria, chamei chamei e nada dela acordar o mesmo fiz com andressa que nem se movia, estavam totalmente apagadas...então comecei a passar a mão na cunhadinha como ela estava de saia foi facil chegar na sua xaninha, abri suas pernas e tirei sua calcinha e comecei a lamber ela todinha e ela nem se movia, abri bem sua bocetinha e tive uma surpresa ela era virgem, então não pude meter nela pois se não ela quando acordasse descobriria tudo, mas fiquei lambendo seu grelinho e esfregando a cabeça do meu pau na entrada da sua xaninha, eu estava ficando louco com aquilo, estava com muito tesão e precisava enfia meu pau em algum lugar, então puxei sua cabeça e fui forçando meu pau na sua boquinha linda, começei a fuder a boca dela, estava uma delícia, não aguentando mais gozei dentro da boca dela, ficou escorrendo pelos cantos da boca, mas ainda não estava satisfeito, virei ela de bruços e começei a pincelar o seu cuzinho com meu pau, estava seco, então peguei um pouco da porra que escorria da sua boca, e lubrifiquei o cuzinho dela, então começei a enfiar, era muito apertado mais pouco a pouco meu pau foi entrando até ser totalmente acomodado, fui bombando devargarzinho pra não machuca-la e aos pouco tive vontade de gozar de novo, então tirei o pau do cuzinho dela e gozei nas suas nádegas. Já tinha se passado mais de meia hora e logo o efeito do sonífero passaria, e nesta meia hora que passou depois de tudo que fiz elas nem se mecheram, fui até o banheiro peguei uma toalha e limpei andressa todinha e vesti a calcinha nela deixando ela como estava antes. Fui até a cozinha peguei um copo com água coloquei duas gotas de sonífero e tomei, afinal na hora em que elas acordassem eu estaria dormindo e elas não entenderiam nada e pensariam que todos nás apenas pegamos no sono. Cerca de uma hora e meia depois eu acordei e minha esposa e a andressa estavam no quarto conversando, fui até lá e perguntei o que tinha acontecido, e elas sem saberem de nada não souberam explicar, minha esposa disse que acordou e eu e andressa estavamos dormindo, logo andressa acordou e disse que não estava se sentindo bem, pois tinha um gosto ruim na boca e sentia umas dores, no fundo pensei comigo, deve estar com o cú assado. Como já era mais de meia noite e ninguém estava com sono resolvemos sair pra algum barzinho tomas uma e outras. Depois desta experiencia tive outras, que logo contarei.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS



tia e mae godem com filho contos eróticoscontos eroticos de enteadasconto arebentarao meu cu meumaridomulher sendo brexada em um banho demorado pornocontonovinha de fio dentalcontos eroticos padrescontos eróticos eu comi minha irmãContos eroticos policial e novinho menino gaycontos siririca praiacontos eroticos de esposa exibidatereza okinawa pornocontos eroticos. um negao pescador e a garota perdidacontos eroticos meu pai me vendeucomtos eroticos o amigo do meu filho me humilhou e me currouconto sou esposa de um viadinhocontos eróticos de Zoófila - empregada foi amarrada e castigadacontos eroticos de negros em hospitaiscontos eroticos minha cunhada e minha sogracontos de encoxadasconto flagrei minha mãe dando para um bem dotadoContos eroticos mae seduzindo filho com os pes lindos papai me ensinou chupar buceta conto eroticovi a xoxota da minha prima raspadinha bebada conto eroticono aniversario conto erotico gayContos eroticos humilhada pelas minhas amigasdei pra um estranho num baile e meu marido viu conto eroticosexo meu irmao quer fazercontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto de encesto a supresa de mamaecumendo a tiaconto iniciacao de um submissocontos minha enteada minha amantecdzinha brasiliaContos eróticos dei pra todos os homens da famíliaContos eroticos abusadas pelo meu padrastocomendo a rosquinha contosvideos de rapidinhas na presenca do.marido distraidoboqueteira gaucha contoContos eroticos gozando até chorarcontos eroticos fiquei espetada no cacete deleconto erotico cdzinha arrombada por dois negoescontos eroticos mamei no pintinho do nmeu filhinho pequinininhotravesti do pau vermelho cabeça g****** jato sexocontos linguada homemcontos minha esposa vigia a casa pra eu fuder a visinhapodendo com a sograconto erotico casada humilhada por maginaispornoxota video casada fudendo com serventemeu filho meu marido contos eroticosconto fudi o cu da minha afilhadaprimas contos eróticomeu filho comeu meu cusinho virgenminha prima malcriada contoconto gay pirocudo da academiacontos eróticos me deu um chocolateContos erotico com equilina da minha patroacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaContos eroticos estuprei a amiga da minha irmãconto minha mulher gostosa da academia trepa com os personais e amigo,sconto erotico fui fragada pela minha filinha chupano.o pau do seu irmaocontos eroticos gemi no cacete do marido da minja amigaVI MINHA TIA SENDO FUDIDA POR DOTADO CONTOcontos gays com mílitarespediu pra ver a buçeta da aniginhacontos de sexo sendo estrupada por lesbicacontos eróticos mancha branca no vestidocontos com a visnha casada escondido oapedreiro gozou vendo munher lavando roupas/conto eroticocontoseroticos minha sobrinha novinha gosava em silênciocontos eróticos fui currada pelo meu patrãocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaenchi minha buceta greluda de pora pro mru corno chuparContos eroticos fui corno na festa