Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O GORDO RICO.

Depois de ser brutalmente estuprada, eu peguei ádio dos homens. Então resolvi ficar rica e tirar tudo o que eles tinham. E o primeiro foi o Gustavinho, um garoto rico que eu conheci no chat.rnrnDepois de muitas conversas marcamos de sair uma noite. Naquela primeira noite eu vi que ele tinha um BMW X5, azul escuro, completo. Se não fosse dele, pelo menos era do pai dele. Depois de um papo em que ele sá prestava atenção no meu decote (sou ruivinha, pequena, seios fartos, cintura fina e coxas grossas, com delicados pezinhos), Gustavinho me deu a deixa: era do pai dele a fortuna toda.rnrnComeçamos a "namorar" e em apenas dois dias eu já estava sendo apresentada ao pai dele, um gordo enorme que me devorava com o olhar. Sorri dentro de mim e comecei e fazer meu show, indo na casa do Gustavinho sempre de sandalinha, saia curta ou shortinho, camisetinha ou blusa decotada. O pai dele babava por mim, às vezes perdia a fala.rnrnFoi então que um dia o gordão pediu para o Gustavinho ir até a empresa dos dois ver um documento, e eu disse que esperaria por ele. Até aquele momento eu deixava o Gustavinho louco com lambidas na orelha, passada de mão no pauzinho dele, mas nada de sexo. Sá queria tirar tudo do pai dele, não dele. Assim que o Gustavinho saiu, o gordão veio com um papinho de "que eu era muito linda" e que o "filho dele era sortudo". Sorri maliciosamente pra ele, prometendo tudo o que ele quisesse. rn- Pena que o Gustavinho é magro demais.rn- Como assim?rn- Eu vou cntar algo, seu Marcelo, mas por favor não conte pra ninguém.rn- Tudo bem, menina. O que é?rn- Eu tenho tara por homens gordos.rnO charuto dele caiu da boca. Quando eu mordi o lábio inferior, ele me agarrou com suas mãos gordas pela cintura e me tascou um longo e federorento beijo, que eu correspondi. Empurrei ele contra uma poltrona e abaixei suas calças, de onde pulou seu caralho. Era pequeno, grosso e fedia a mijo. Aquilo me deu um tesão muito grande, fiquei maluquinha. Cuspi no pau dele e comecei a chupá-lo como nunca antes na vida. Ele sá gemia 'ooohhhh.... ohhhhh... gostosinha... ooohhh... que boquinha quente... ooooohhh' e eu engolindo o pau, chupando o saco, punhetando, arranhando a imensa barriga dele. Depois, parei o boquete para subir em cima dele. Nesse dia eu estava de saia, de modo que sá afastei a calcinha preta fio dental de lado e sentei naquele caralhinho grosso. A barriga incomodava, a cabeça nem sequer encostava na minha bucetinha lisinha, mas eu roçava ela mesmo assim e gemia como se ele estivesse me arrombando. Passava os bracinhos em torno do pescoço dele e chupava sua orelha, seu pescoço enorme, sua boca. Ele disse que ia gozar e eu deixei gozar, me esporrou toda.rn- Gostou?rn- Adorei, menina. Você é bem safadinha.rn- A gente pode sair pra ir num motel, se você quiser.rn- Ótimo.rnNos dias e semanas seguintes, saí com ele várias vezes. Num dia, mal chegando ao motel, me esfreguei de costas pra ele e pedi pra ele me foder gostoso, com força. Ele me derrubou na cama e montou em cima de mim. Eu abri bem as pernas na posição de franquinho assado e senti todo aquele peso enorme me esmagar contra a cama. Ele suava enquanto me comia, sempre urrando 'ohhhh.... ohhhh... ohhhhh....', lambia meu rosto e não parava de socar na minha bucetinha. Sentia a barriga flácida dele contra mim, me envolvendo, e eu gemia como se estivesse gostando. Arranhava suas costas, enfiava a língua na orelha dele, ele suava em cima de mim, sempre socando a sua pica na minha bucetinha. Depois ele me pegou de quatro, tentando comer meu cuzinho. Eu dei pra ele, sem dúvidas, sentindo como ele suava nas minhas costas enquanto metia com força e segurava meus seios fartos com uma mão e puxava o cabelo com a outra. No fim, ele gozou na minha bundona redonda e branquinha, enquanto eu nada de gozar (também, como conseguiria? rsrsr).rnrnNo fim de três meses trepando direto com aquele gordo enorme, ele jã tinha me dado apartamento, casa na praia, carro do ano e, quando ele morreu de infarto - acho que estava trepando demais - fiquei ainda com um seguro de vida milionário. Com ele, paguei uma orgia com cinco caras muito gostosos, todos negros, mas esse é outro conto.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS



contos eroticos.com.brwww.contos de incesto deixei meu tio chupar minha bucetinhadeu sonífero para comela prnocontos eroticos viuvacontos eróticos minha bundapouquinho carnuda contoscontos eroticos minha sogra franciscaContos eroticos (amiga da minha irma)meninos gay contosconto erótico "comeu meu marido "mamae titia meu primo e eu na praia de nudismo contos eroticosmetendo o dedo na cadelinha novinha contocontos eroticos fudi todas as minhas filhascontos erotico padrinho xupando buceta d afilhada d 8a dormindoConto gozei na buceta mestruada da minha subrinhacontos eróticos - seduzido no onibusFomos a um churrasco bebemos muito e aí rolou contos eroticosConto genro acidentado e sogra enfermeiracontos eroticos o consertador de maquina de lavar comeu minha mulhercontos eroticos sou assediado pela m mae e m, irmamamae me deu seu cuzinhospu casado comi minha sobrinha na praia contoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos em ilhabela com minha mulhercontos eroticos de pai e filhinha novinhamae e filho transa junto do marido e do cunhado vendo tv abaixar downloadsvideos de porno de professoras se chupando lentalmenteporno contos eroticos comeu priminha inocente nas feriasconto erotico perdi calcinhacontos eróticos meu namorado deu o curso para não comerem minha bucetatcontos eroticos vovo encoxando netaeu fui arrombadocontos eroticos a bunda gostosa da minha cunhadacontos eroticos vovò gostosa se depilando de perna aberta na frente dos netosa crente e a zoofilia_contoscontos de loiras c****** trepando com negão estrangeirocontos eroticos meu alfilhado e um jegue.relato incesto chuva douradamiminha oze aminho pidinho rola bucetaesposa e meu amigo contos pornoscontos de cú de irmà da igrejacontos eroticos comi a velha beataContos sou viadinho dos tios e amigos delesconto erotico paraense en salinas paragozei gostoso e tive que ir pra casa com a buceta cheia de porra. contos eróticoscontos eróticos o filho de minha amigaconto eróticos lábios românticoscontoseroticosgordinhaencharcou minha bucetinha contoscontos e vidios de patroes sendo fodidos por empregadas tranxessualcontos eroticos mulhe conta.como deu a buceta eo cucontos q lambidinha deliciosa papaicomtos eroticos...mulher trai porcausa di sexoconto erotico sogra AlzheimerConto erotico cão lamberdo short mulher gostosa os meus amigos eatuoraram a minha mae contoContos eróticos: boquete quando pequenarelatos esposa puta tras leite de macho pro corno casa dos contoscontos eróticos virei fêmea louca por leitinhoSou casada mas bebi porro de outra cara contossexo meu irmao quer fazerprovocações de mãe parte 2 conto eróticoxvideos.an.tigos.minha.entiada.miprovocacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eroticos filho fez chantagem e comeu a maeConto eu metendo na vagabunda da minha tia e na vadia da sua amigacontos gay cunhado marido da minha irmaEu na pica do vovo contosrasparam minha buceta na cadeiafode a mulher do irmao para provar que ela é uma putacontos eroticos eu minha esposa rabuda e meu tio na praia de nudismocontoseroticos minha madrasta trai meu pai comigocontos eroticos encoxadacontos ela me feminizouacordei todo mijado tesão fetichecontos erotico sou corno do meu sogrocontos erotico esposa propoe procomi ela na pia da cozinha/contobucseta gademomento papo de mÃe pornoContos eroticos traiçao meu marido nao quiz o pedinte comeusou evangelica divorsiada e adoro trepar contosconto fetiche apanhando da namoradaxvideo porno gay amigos bateno punheta na casa abondonadacontos gay peguei meu amigo comendo um outroconos eróticos verdadeiro convenceu a mulher a a bundaconto minha mulher gozou na picona de meu serventecontos eróticos de comi a chata da claseConto dona celiaeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestopeguei meu marido dando o cuconto meu amor meu sobrinhoArrombei a casada crente contosconto cu ensopado de porra gayconto porno gey provoquei e me dei mal bem novinhocontos eroticos subrinhas virgemcontos eróticos troca de casal