Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA ESPOSA E MEU AMIGO DOTADO

Olá amigos estou aqui novamente para relatar mais uma de nossas aventuras, minha e de minha esposa com outro amigo. Amigo esse que agora com certeza se tornara amante fixo dela. Já relatei vários contos nossos aqui, mas cada conto novo parece ser mais excitante e gostoso que o outro. E esse não é diferente. Bem a alguns meses compramos um barzinho em nossa cidade e acabei tirando minha gata do serviço dela pra me ajudar no bar, no começo tudo normal, mas os dias foram passando e comecei a notar que minha esposa estava sempre mais tesuda na hora de fazer sexo, cada dia que passava ela gosava mais gostoso, e como não sou bobo logo vi que ela estava querendo uma aventura nova. Então num dia que estávamos metendo eu comecei a falar no ouvido dela pra que ela imaginasse os caras do bar pegando ela em cima da mesa de bilhar, no banheiro e até mesmo atrás do balcão, pronto não precisou mais nada ela se desmanchou em goso que até molhou a cama, ai perguntei a ela pra quem ela gostaria de dar, ou quem ela gostaria que estivesse ali naquele momento e ela de pronto citou o nome de um amigo meu que eu conhecia antes mesmo de ter bar mas que não tinha muito amizade, porem como ela fica no bar na parte da manha e ele trabalha a tarde esse amigo que aqui chamarei de juliano começou a passar no bar todos os dias de manhã e ele sempre a ajudava a pegar o lixo e ficava conversando com ela, isso durante vários dias, mas segundo ela sempre com respeito, porem acabou despertando o tesão dela, e mesmo sabendo que ele era vizinho do bar, casado e sem saber de era de confiança ou não ela ficava se derretendo de tesão toda vez que via o cara chegar. Então resolvi que eu iria arrumar uma maneira de ver eles fodendo gostoso, comecei a planejar e acabou acontecendo assim: numa sexta feira a noite apás fechar o bar Juliano estava de folga e resolvi chamar ele pra darmos uma volta e bebermos uma cerveja num bar diferente claro que ele aceitou, pois ele também é muito safado e adora dar uma escapadinha da esposa dele, bem depois de tomarmos várias cervejas eu pude perceber que ju já estava bem soltinho e falava de sexo a toda hora livremente e sem preconceito, foi difícil falar com ele sobre nossa fantasia, afinal não sabia se ele seria de confiança ou não, mas quando ele olhou o relágio e disse que precisa ir embora eu o convidei pra mais uma cerveja e resolvi despejar, afinal eu também não aguentava mais de vontade vê-lo fodendo com ela, eu sabia da fama dele de bem dotado, porém ainda não tinha tido uma chance pra confirmar. Mesmo assim resolvi arriscar, comecei dizendo que eu já havia aprontado muito nessa vida, tinha traído a Ana minha esposa varias vezes e feito de tudo em matéria de sexo, falei que tinha pena dela que se casou comigo virgem e segundo ela nunca me traiu e sá conhecia meu pau e que por isso eu queria um presente pra ela, mas que esse presente não dependia sá de mim dependia também de achar uma pessoa de confiança que topasse me ajudar, olhei pra ele e percebi uma expressão de muita curiosidade e espanto esperando o desfecho, então desabafei e disse que queria muito dar a ela uma tranza de presente, ou seja, que gostaria muito de poder ver e ajudar um cara diferente foder ela. Juliano não se intimidou e já devolveu dizendo que entendia e que já havia lido muito sobre isso na net e coisa e tal. Então disse a ele que depois de pensarmos muito e discutir o assunto finalmente minha esposa tinha aceitado a ideia e confirmado que achava que ele seria o cara ideal, já que sempre conversavam e ela o achava muito atraente e simpático além de respeitador. Juliano confirmou que sempre falava com ela pela manha no bar mas que sempre foi no respeito e disse que até toparia sim mas que tinha muito medo de na hora aga a gente se arrepender e eu ficar com ciúmes e até mesmo dar briga. Então disse a ele que estávamos decididos e antes de tomar a decisão nos pensamos por mais de um mês no assunto e realmente queríamos aquilo, ju então disse que topava e que sá precisávamos marcar um dia direitinho pra que e a esposa dele não desconfiasse de nada afinal ela é muito ciumenta mesmo, não larga do pé dele um minuto. Também deixou claro meio que disfarçadamente que sá curte mulher e que se fosse rolar alguma outra coisa o máximo que ele permitiria seria mamar o cacete dele junto com ela, mas fiz questão de deixar claro que seria sá com ela e ele se mostrou mais animado. Saímos dali decididos a marcar o dia, porém como as coisas não são fáceis demorou quase um mês pra conseguirmos sair juntos, porem valeu a pena. Juliano combinou com a gente que ia fingir fazer uma hora extra num sábado e sairia de casa por volta das três da tarde e nos aguardaria por volta das cinco horas num bairro distante, assim fechamos o bar mais cedo e com muito tesão e ansiedade fomos nos encontrar com ele, liguei no celular dele e ju disse que estava nos esperando num posto de gasolina onde deixaria sua caminhonete e seguiria com a gente em nosso carro. Quando nos encontramos o clima era de tesão e ansiedade, então seguimos para uma lanchonete afastada e tomamos umas duas cervejas mas o tesão falava mais alto e logo o ju nos chamou para irmos para o motel, fomos pra um motel bem aconchegante e ele entrou escondido no porta malas, afinal apesar de ser muito bonito e atraente o juliano não tem mais que 1.60 mt. De altura e é bem franzino de corpo, tem um cavanhaque muito bem feito que chama a atenção das mulheres é loiro de olhos bem azuis e peludo. Chegando no motel eu procurei deixa-los a vontade e fui tomar um banho, não demorou e minha esposa estava no chuveiro comigo, estranhei a atitude dela e perguntei o que aconteceu, Ana então me disse que assim que ficaram a sás ele já foi tirando a roupa e ficando sá de cueca e chegando por traz a abraçou agarrando os seios dela e esfregando o pau duro na bunda da minha mulher, minha esposa disse que nesse momento ela gelou e pensou com ela mesmo: nossa hoje eu to fudida, por que quando ele a encoxou Ana sentiu o tamanho da ferramenta que ia ter que aguentar na xana e no cu e no cu ela nunca aguentou um pau maior que o meu que tem 18x6 cm. Cai na risada e disse a ela que não estava nem um pouco preocupado com isso por que o cu não era meu mesmo, falei também que ia ceder a ele o direito de ser o primeiro a entrar no rabo dela, afinal era o convidado da noite, Ana estava acessa e amedrontada ao mesmo tempo, saímos do banheiro e ela aproveitou pra colocar uma fantasia de marinheira, ?marinheira puta diga de passagem? por que não escondia quase nada do corpo dela, deixei que eles ficassem a sás e fui pegar um uísque, quando entrei no quarto Juliano estava deitado em cima de minha esposa com o cacete enterrado até o talo na xana dela e Ana gemis de tesão acariciando o cara, quando entrei ele deu uma olhadinha pra ver minha reação e percebendo que eu estava adorando continuou fodendo ela com força e tesão, não quis entrar na brincadeira de imediato e me sentei na escadinha por traz dos dois e fiquei sá assistindo a cena, meu cacete estava duro como uma rocha. Ju meteu mais um pouco e tirou o cacete pra pegar ela de lado, como ele nem tinha tirado a roupa dela, minha esposa aproveitou pra se despir, nesse momento até eu fiquei assustado, o pau do cara da sem mentira nenhuma o dobro do meu na grossura e deve ter pelo menos uns 23 cm de tamanho, ai sim eu entendi o porquê do susto de minha esposa, na hora já pensei como ela aguentaria aquilo tudo no cu, pois eu disse a ele que ela fazia de tudo com carinho e ele disse que queria mesmo fazer de tudo por que a esposa dele não dava o cu pra ele, e agora eu sabia o por que. Depois de ficar sá assistindo por alguns minutos, aproveitei que eles mudaram de posição pra dar o pau pra minha esposa xupar, coloquei o pinto na cara dela e minha esposa levava por traz a rola do Juliano que acariciava com vontade seus seios e assistia ela me xupando deliciosamente e cheia de tesão. Depois desci lambendo o corpo dela e sá parei quando chegou no grelo que estava durinho, adoro lamber o grelo dela enquanto o cara fode, assistir a centímetros dos olhos a pica entrando e saindo da xana dela é delicioso, quero ver o corno que nunca fez isso. Sá que de vez enquando o pau dele escapava da boceta dela e eu tirava o rosto da frente pra não pegar na minha boca, não queria assustá-lo já na primeira metida, mudamos de posição e ela foi se deliciar mamando na rola dele que acariciava as tetas dela e me olhava meter na xana, assim ficamos por vários minutos mudando de posições e beijando minha amado gostosamente, até que me deitei e pedi a ela que sentasse em minha rola, nisso fiz sinal pra ele vir por traz e juliano já imaginou que era no cu dela, quando ele encostou aquele cabeção na portinha do cu de minha esposa ela deu um pulinho pra frente e eu a segurei pelas nadegas e pedi a ele que colocasse a vara no mesmo buraco, ju não pensou duas vezes e foi socando aquele cabeção pra dentro da boceta dela junto com o meu até entrar quase tudo, confesso que apesar de já termos feito isso antes dessa vez entrou bem apertado e ficou difícil pra mim mexer dentro dela já que eu estava por baixo, mas conseguimos e Ana gemia e xingava dizendo que estávamos arregaçando e acabando com ela, mas que estava delicioso, puta mesmo. Juliano fodendo minha esposa de quatro e ouvindo os gemidos de tesão de Ana fez sinal que ia gosar, então tirou o cacete de dentro e fomos para a hidro nos refrescar, lá pudemos observar direito o cacetão dele, cara o pau tava meia bomba caído pra baixo e mesmo assim assustava pelo tamanho e grossura e a cabeçorra então parecia uma laranja. Entramos na banheira e fiquei na borda tomando outro uísque e observando os dois que se beijavam apaixonadamente como um casal de namorados, não senti nenhum ciúmes, sá tesão pela cena linda, logo ele a pegou de quatro e socou até o talo, Ana me olhava e fazia cara de tarada e tesuda coloquei meu pau na cara dela e ela mamava gostoso, depois ele tirou e ela foi xupar enquanto eu a comia de quatro na banheira, ai ficamos de pé e ela xupava os dois ao mesmo tempo, mas não conseguiu engolir as duas cabeças por que sá cabia a dele na boca dela. Saímos da banheira e quando fomos subir na cama minha gata se abaixou pra pegar um prendedor de cabelos no chão, ju chegou por trás e agarrando ela pela cintura colocou o cacete inteiro dentro dela, meteu uns dois minutos e saiu de dentro trazendo ela pra cama, ai começamos a preparação pra que ele fodesse o rabo dela, passei bastante gel no rabo dela e fiquei enfiando um dedo enquanto ele metia na xana, pedi a minha esposa que ficasse de quatro e Juliano veio por trás tentando colocar, mas foram necessárias umas quatro tentativas pra que a cabeçorra passasse, Ana viu estrelas nessa hora e pediu calma pra ele, Juliano ficou parado e me olhou nos olhos eu abria as nadegas dela e então fiz sinal pra que ele contuasse e ju não teve dá, foi enfiando o resto devagar e firme até entrar mais da metade, Ana gemia de dor e tesão então ele começou a mexer pra dentro e pra fora, e eu ali olhando de pertinho e batendo na bunda dela, juliano agora metia com vontade no cu de minha esposa e eu incentivava ele a judiar do rabo dela. Então pedi a ele pra tirar tudo e colocar de novo, mas nessa hora o pau saiu todo mesclado de merda tamanho a dor que ela sentiu, ju disse que era normal e foi ao banheiro lavar, depois a colocou de quatro novamente e meteu tudo, dava até arrepio de ver aquele pau entrando no cu dela. Minha esposa pedia que ele gosasse logo por que não ia aguentar muito, então ele acelerou os movimentos e disse que ia gosar, pedi que ele gosasse na cara dela, mas ele disse que queria ter o prazer de encher o cu da mulher do amigo dele de porra e começou a gosar sem parar, quando terminou puxou aquele pau maravilhoso pra fora e parecia que nunca ia acabar de sair, foi se lavar e peguei o lugar dele no rabo dela, coloquei ela deitada de lado e soquei, gente tava um rombo o cu de minha esposa, nesse momento pensei comigo mesmo, nunca mais vou conseguir saciar o tesao do rabo dela e mais tarde descobri que estava certo. Meti gostoso no cu cheio de porra que mais parecia a boceta dela, mas mesmo assim gosei gostoso. Tomamos um banho e depois tivemos que ir embora pois a esposa do juliano tava esperando ele pra saírem, mas ficou a promessa de um novo encontro onde passamos mais de quatro horas diretas dentro de um motel durante o dia e eu fiz questão de ficar somente assistindo os dois foderem gostoso na maior parte do tempo, sá coloquei duas vezes nela e por um minuto apenas e também vou relatar como consegui engana-lo pra poder xupar aquele pau gostoso junto com ela na hora que ele gosou, contarei ainda sobre o terceiro encontro em que saímos pra beber e acabamos parando no sitio dele sá nos dois, ai não deu pra resistir né galera, não

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS



conto erotico com um vendedor coroa maduromeu irmao come minhas amigas contosprovocando o cunhadoconto erotico viadinho de shortinho e calcinha com mendingocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaVirei puta e trepo por dinheirocontos eroticos Roberta traindocontos eróticos adicionei o menino e deicontos eroticos sou puto do meu padastroConto comi a mãe da minha namoradaContos eróticos picantes pecadoscontos eroticos - isto e real. parte 2contos eroticos adoro ver uma travesti jemendo na miha pica/conto_14651_revistas-na-casa-de-um-amigo-do-sitio.htmlcontos de sexo a chupada da minha maePutinha De Rua ContosComtos eróticosContos eroticos angolacontos de putinhas casadaconto engatada com o caocontos eróticos deixei um estranho comer minha filhaconto erotico aposta gayContos erotico marido assistindo o cu da sua esposa a sr arobado por amigo de pau inorme ate sai merdapinhão da Fezenda do.vovo.me deu leitinho.Contos.eroticosContos eroticos dei boleia a velha e ela me fez boqueteconto erótico meu amigo me enganou nao acreditei quando me disse q tinha um pau pequenomorro de tesão pela a minha madrasta/videoscontos erotico com policial estrupador que so quer nifetacontos eroticos sograCónto da novinha e negaoMães chupando filho contoseroticosfotos de fodas de buceta gostosa do precinpio ao fim todas as coloca?.Danadinha sapeca contosfingi que dormia e minha mulherco uma conto erotico contos eróticos minha amifa na escolaConto erótico penetrei uma meninaCONTO CALCINHA DA CRENTEcontos eroticos abusada pelo padrasto e gosteiContos eroticos camioneiro caronaConto erótico punheta a meninolambendo meu cu contos exibicionismoconto erotico espiando pelo buraco da fechaduraconto vendi arrebenta cu minha filhaContos eróticos de homens que tomam viagra e arrombam mulherrelatos porno incesto lasquei o cuzinho da sobrinha moreninhaconto sexo com poneiSou casada mas bebi porro de outra cara contoscontos eroticos - comeu a sogracontos eroticos de irmã chupando pinto pequeno do irmão novinho de idadeo coroa rico que tirou a virgindade do meu cu no motel que ele fez eu vira seu gay ele adora fuder meu cu no motel ele me ligou pra eu ir com ele pro motel eu fui com ele no seu carro pro motel eu e ele dentro do quarto eu chupei seu pau ele começou a fuder meu cu ele disse pra mim eu não vou goza dentro do seu cu eu vou gozá dentro da sua boca pra você engolir minha porra ele tirou seu pau do meu cu ele disse pra eu chupar seu pau eu comecei a chupar seu pau ele gozo dentro da minha boca eu engolir sua porra conto eróticocontos deu o cuzinho por um celularTeannis feias vídeos pornôenrabado na cadeia contoscontos eroticos 8 aninhoscontos eroticos durante a menstruaçãohistoria comendo eguaContos erticos Sacura buceras com paj giganti dentrona viajem de trabalho a mulher transa com o chefe e gostou contocontos eroticoscomendo.sograsporno relatos veridicos atuaiswww XVídeo pornô o tio f****** a sobrinha foi bonita e de Menorxvideo.com incesto ai papai seu pal ta doendocontos eroticos na rua adrenalinacontos eróticos peguei ela se masturbandovoyeur de esposa conto eroticocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaalgus dono de escravos estrupavão escravascontos eroticos de sobrinho comendo a bunda do tiocontos-contraindo o cuzinho no teu paucontos gay genro bebadoconto erótico viadinho novinho cu arregaçadoconto erotico meu pai me fudeuvelhotaradocontosmeu cachorro gostoso viril zoofilia históriascaza do conto relato de mulheres que gostam di dà o raboconto erótico de i****** em família devemos filhos da praiaconto chantagem enteadacontos gay gordinho calcinhacomendo a irmãzinha e a amiguinha dela contos eróticosnovinha.da.favela.com.amiga.olhando.homem.tocar.punhetaconto erotico corno chantagem gaycontos eróticos vovó safadaconto eróticos sado a forçaconto erotica a santinhocontos casada foi espiar e se deu malconto bebi muita porra sem saberconto longe nua praiaconto erotico com filhinhaContos eroticos minhas tetas roxas de tanto chuparemESCRAVO DO MACONHEIRO contocontos eroticos fui forçada a fidercontos erotecos dei mel rabao pro mel felho toludo