Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A VISITA DA MINHA AFILHADA

Meu nome é Netinho, tenho 35 anos (com aparencia de 25), 1.90, moreno claro, olhos castanhos. A histária que vou contar se passou na minha casa na Bahia. Tenho uma afilhada que chamamos de Cal, tem 19 anos, linda, branquinha, cabelos longos pintados de ruivo, seios grandes(pra idade dela), meiga, muito inteligente e tímida. Faziam 4 anos que nao via a Bel, pois ela mora no Rio de Janeiro e eu na Bahia alem deles terem mudado de residencia,acabei perdendo contato com os pais dela, passamos esse tempo todo sem nos falar. Certo dia fui ao Rio fazer um curso e aproveitando a oportunidade fui visitar um primo que é muito amigo meu. Ao sair da casa dele num condomínio vi aquela garota passando por mim e reconheci que era a Cal, rnfalei:rnCal é vc mesmo?rnEla toda emocionada gritou " tio?(é assim que ela me chama)eu nao acredito que é você!rnFoi uma emoção sá, me deu um abraço forte e fomos pra casa dela encontrar a família e colocar os papos em dia. rnNas ferias desse ano ela me ligou perguntando se poderia me visitar na Bahia, já que nunca tinha saído do Rio de Janeiro. Conversei com minha esposa(que tb é madrinha dela) e concordamos que ela poderia vim pra nossa casa. rnFomos buscar ela no aeroporto de Salvador, levei ela pra casa. Ao passar dos dias fiquei bem que reparando no seu corpo, quando ia a praia, na piscina em casa, isso me rndeixou com tezão na minha afilhada. Ela por ser muito tímida nunca tinha tido namorado algum e eu as vezes tocava no assunto de namorado com ela( longe da minha esposa é claro!). Ela não é o tipo de garota que possa dizer "nossa que gostosa!", tem um corpo normal, nao muito dividido porém parece uma boneca com um rostinho lindo. rnMinha esposa é professora, porém esse ano foi convidada para ser diretora da escola que ensinava, como sabem diretora trabalha no período em que todos estão curtindo as férias. Com isso ela saia pra trabalhar alguns dias da semana e como nao temos filho, eu ficava sozinho com a Cal. As vezes saíamos pro shopping ou pegava uma praia, mais ela gostava mesmo era fica em casa na piscina, assava uma carne na churrasqueira e ela adorava aquilo. Com o passar do tempo fomos ficando mais práximo, conversávamos sobre tudo inclusive sobre sexo, ela falava que nunca tinha feito sexo antes, nem uma preliminar, isso me deixa a louco, ver aquela garota virgem na minha casa. Eu que não sou nenhum santo fui levando aquelas conversas mais fundo, na piscina ficava brincando de pegar um ao outro, aproveitava pra passar a mão nos seus seios(parecendo que foi sem querer, mas querendo...kkkkkk). Numa noite transando com minha esposa deixei a porta do meu quarto um pouco aberta pra ela ouvir os gemidos de minha esposa, foi a coisa certa, ela ouviu tudo. No outro dia quando minha esposa saiu pra trabalhar fomos pra piscina, conversa vai e conversa vem, ela falou (toda sem jeito) que tinha visto nás transando, que ouviu os gemidos e com curiosidade foi até a porta do meu quarto e ficou olhando o que estava acontecendo. Ela disse que ficou excitada e que nunca tinha visto aquilo e acabou se tocando na porta do meu quarto. Eu aproveitando a deixa falei que tinha deixado a porta do quarto aberta de propásito e que estava doido pra ensinar algumas coisas a ela sobre sexo. rnAbraçando ela por trás rocei meu pau duro na sua bundinha:rn- Tio o que é isso? Porque o senhor esta desse jeito?rn- há Cal, vc nao é mais nenhum BB, sabe que estou excitado, essa conversa esta me deixando com muito tezão. rn- o senhor sabe que nao pode, isso é errado!rn- porque não? Sou seu padrinho e tenho o direito de lhe ensinar as coisas boas da vida. rnNisso fui passando a mão nos seu seios e beijando seu pescoço, ela nao sabia se pedia pra parar ou se deixava rolar. rnTirei a parte de cima do biquíni, aí que delicia aqueles seios grandes, branquinhos, comecei a acariciar seus mamilos, ela já louca de tezão nao resistiu e me deu um beijo daqueles ardentes. Coloquei a mão dela no meu pau pra ela sentir como realmente é uma rola de um homem, em quanto nos beijávamos fui andando pros degraus da escada da piscina, no primeiro onde fica bem razinho sentamos e fui passando a mão na bucetinha e chupando seus seios, botei o pau pra fora da sunga e pedi pra ela ficar no movimento de sobe e desce. Era uma loucura aquilo tudo mais estava muito gostoso, ela alisando meu pau e eu alisando sua Bucetinha, quando tirei a parte de baixo do seu biquíni, beijando seus seios fui descendo até chegar onde eu queria, naquela bucetinha virgem, linda e cheirosa, chupei de um jeito brusco, enfiando a língua, passando no pinguelinho, ela gemia e dizia que estava muito bom pra eu nao parar. Depois de chupar bastante sua bucetinha pedi que chupasse meu pau, ela negou, disse que nao estava preparada pra isso, eu como um bom cavalheiro respeitei. Ela estava toda molhada de gozar e da minha saliva, eu rndisse que queria meter meu pau e que nao estava mais aguentando de tezão, ela abriu as pernas me abraçando e pediu pra eu colocar bem devagar. Fiquei passando a cabeça do meu pau em sua bucetinha molhada deixando ela se torcer de prazer, fui tentando, colocando a cabecinha mais ela disse que estava doendo, tentei mais algumas vezes mais sem sucesso, então pedi pra ela punhetar meu pau porque precisava gozar, eu nao aguentava maisrnde tezão, saímos da piscina ( pra nao derramar porra ), ficamos no quiosque, agente se beijando e ela punhetando minha rola até que gozei em sua mão, foi muita porra, nem parecia que tinha transado na noite anterior. Ficamos igual a dois namoradinhos se beijando e se curtindo. rnOs dias se passaram, minha esposa tirou uns dias de folga para poder curtir a afilhada e nao tivemos mais oportunidades de ficarmos sozinhos. Ela voltou pra casa e nao consegui tirar aquele cabacinho. Esse práximo verão ela já me falou que quer vim pra Bahia de novo e que ainda guarda seu cabacinho pra mim. rnQuando isso acontecer eu conto a vocês! rnAbraços a todos que curtiram meu conto. rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Conto erotico Zoofiliacontos erotico mayara piercingcontos eróticos de lésbicas masoquistascontos eroticos fudendo a mae travesticonto erotico com o velho padrinhoComi meu amigo jogando pley contos eroticoSou gay e tranzei com um travest contos eroticocontos eroticos tirei o cabacinho daminha afilhadaContos erocticos aaaai papaifudendo a empregada rabuda negra com fotos contoascontos insesto comi minha irma e mae duas gostosas com fotosminha mulher d sainha dando pra mim e um amigo jegao contosContos eroticos de podolatria com fotos desejando chupar os pes de primas novinhascontos eroticos no acampamentoContoe fodendo a noite todaMeu patrao coroa ele me fudeu na sua lancha conto eroticocontos eroticos comi uma velha bebadaconto erótico minha mãe está namorando um negaoconto de marido e esposa e velhomasturbando com obras em xasa contocu delicioaoconto comi meu amigocontos erotico de ninfeta dando a buceta pro tio dormindoviadinho boquete na escola contodei pra um estranho num baile e meu marido viu conto eroticomarido todo produzido eróticoscontos vovo caralhudo arrombou nossos cabacosvideo em 1 minuto dei carona e comi a amiga da buceta peludaSou casada eu e minhas filhas sendo fodidas contocontos de strayxcontos eroticos peitos sadomasoquismocasadas que deram a bundinha para o porteiro da escola do filho/contos eroticoscontos eróticos f****** a mineirinha s*****despedida de solteira com noiva pegando no pau dos stripscontos eróticos empregada em jardineirasconto erotico safado me comeu com meu marido do lado dormindoalisando um pirocao e cornoMulher que fica çarando o priquito uma na outra ate sair galacontos eroticos incesto orgamos adolecesntecontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto de quando era novinho chorei com uma pica grande no meu cuzinhoeu punhetei um estranhocontos eroticos adoro usar calcinhafilha esposa de papai pintudo contosconto erotico meu genro comeu meu rabo na marraconto erotico amigo babaca e cornowww.contos eroticos com fotos de comendo a madrastaSou casada mas bebi porro de outra cara contoscontos de punheta com botassozinha com meu sobrinho deixei ele me foder Sou escrava sexual do meu filho ences,contos erot.chantagiei minha irmã parte 2minha mae enfiou o dedo no meu cuContos eróticos a noite todaEsposa da.a bucetinha pro patrao contoscont erot recem casada um velho mecontos eroticos com garotos mais novoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaNovinha Bebi porra do meu amigo conto sou tarado para fuder o cunhadinho afeminadocontos eroticos de enteadascontos eroticos loira puta gosta de surra de piça contos erotico com mim afilhada sem calcinhaquero ler conto erótico de sogro f****** com a mãocontos eroticos ninfeta al climaxconto de mulher transando com meninos novinhosCasada viajando contosmeu marido nao sabe o que sou capazOs travestis qui São quaz mulherCasa dos contos: Virgem na baladatitia perguntou se ja tinha comido um cuzinho contoscontos eroticos sequestroconto erótico eu e meus primos nu no lagoeu amante xe um dog alemao contovideo safaço roçando na bunda da gostosamconto erotico meu irmão me fez mulhercontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eróticos gay eu e mais um amigo brincamos com novinhocontos eroticos com cunhadinhas de dez anosxnxx porno gay contos eroticos tres coleguinhas inocentes transando no riachofudedo a tia bombadacontos eróticospagando minha primeira dívidao ocu e bucetacontos erótico estrupeicontos eroticos pensei que era uma xota era uma rolaMeu primo que chupa no meu paucontos eróticos no elevadorprofessorascontoseroticoscorno cu veado negao conto erotico esposa dedos no cu consoloFODA PATROA CONTO CHORAwww.xconto.com/encestonovos relatos eróticos com fotos de corno minha esposa andando na rua toda gozadamulher casada e evangelica dando o cu,contos sex