Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CRENTE DO RABO QUENTE

A algum tempo atrás trabalhei fazendo o levantamento da rede de distribuição de energia para a Eletropaulo na região de Jundiaí. O trabalho incluia o levantamento da área urbana e da rural. Eu estava fazendo a zona rural quando o tempo armou o maior pé dágua. Encontrei abrigou numa casinha abandonada a beira da estrada. Fiquei esperando a chuvar passar quando apareceu uma moça também correndo da chuva. Ela se chamava Maria e tinha 24 anos. Seus cabelos eram bem cumpridos e castanhos. Pelas suas roupas dava para ver que ela devia ser evangélica ou algo assim. Mesmo assim dava pra perceber que ela tinha um belo corpo.

“ – Que chuva, não? Por pouco eu perco todo meu serviço.”

“ – Estava trabalhando?”

Eu andava com as plantas da região que mostravam todos os postes existentes e onde eu devia marcar todas suas característica e mostrei pra ela que achou interessante.

A Maria usava uma blusa branca e como havia se molhado ela ficou transparente e dava para ver seus seios fartos. Logicamente que fiquei olhando para eles e como a chuva não dava pinta de que iria parar, joguei um verde nela pra ver se ela era do tipo ‘crente do rabo quenteÂ’.

“ – Duas coisas tão lindas e tendo que ficar escondidas assim.”

“ – Que coisas?”

Fiz um sinal com a cabeça apontando para seus seios.

“ – AI, que vergolha. Minha blusa ficou transparente. Desculpa.”

“ – Desculpa por que? O que é bonito deve ser mostrado.”

Ela ficou toda vermelha de vergolha.

“ – Feliz deve ser seu namorado que vai poder ter toda essa beleza sá pra ele.”

“ – Eu não tenho namorado não.”

“ – Mas deve ter pretendentes.”

“ – Tem um monte de rapazes que pediram pra namorar comigo mas eu não quis.”

“ – Por que não.”

“ – Nunhum deles me chamava atenção. Sei que eles sá querem é meu corpo.”

“ – Eu não tiro a razão deles. Seu corpo é maravilhoso.”

A essa altura ela já não estava mais escondendo seus seios.

“ – E você? Ficaria com alguém sá por causa do seu corpo?”

“ – Sim. E daria a ela o máximo de prazer possível.”

Ela soltou um sorrisinho malicioso e se aproximoum, colocando sua mão sobre minha calça.

“ – E usaria isso?”

“ – Com certeza.”

Ela se abaixou, tirou me cacete pra fora e começou a me chupar.

“ – Os rapazes da igreja adoram quando eu faço isso.”

Safada. Ela gostava da coisa. Depois de uns dez minutos me chupando, levantou-se e se apoio na janela.

“ – Vem cá me foder, vem.”

Levantou sua saia e vi que estava sem calcinha.

“ – Os rapazes pedem pra eu ir sem. Eu estava indo agora pro culto.”

Fui por trás dela e comecei a penetrá-la. Bombei forte nela que gemia muito gostoso. Seus seios soltos balançavam com os movimentos de vai e vem. Ela gozou uma vez e então tirei da buceta para por no seu rabo.

“ – Ai não. Eu dei o rabo.”

“ – Tem sempre a primeira vez.”

Fui colocando bem devagar e ela aguentou firme até que entrou tudo. Comecei a fazer o movimento de vai e vem e ela começou a gemer. Depois de uns dez minutos puxei-a comigo e sentei no chão com ela no colo e meu cacete ainda no seu rabo. Ela cavalgava muito bem. Para quem estava levando no rabo pela primeira vez ela estava se saindo muito bem. Fodi ela até ela gozar novamente. Me levantei e mandei ela chupar até que gozei no seu rosto e seus seios. Ela fez uma cara bem de puta enquanto lambia meu cacete e sentia o sabor do meu gozo.

Nos arrumamos e ficamos esperando a chuvar passar e como ela demorava a passar voltamos a foder. Ela ficou de novo apoiada na janela e eu fiquei comendo ela por trás, ora colocando na sua buceta ora colocando no seu rabo. Ficamos assim por quase duas horas até que a chuva passou. Eu gozei no seu rabo umas duas vezes e na sua boca mais uma. Ela desistiu de ir ao culto pois não daria mais tempo e foi para sua casa. Eu continuei me serviço esperando encontrá-la novamente no dia seguinte.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS



Papai derramo leitinho na minha cara contos eróticosPorno conto a sindica olhando minha picavideos porno minha mulher me satisfazendo na cama presente de aniversárioconto chupando meu pai e beijando meu namoradodei pro comedor da minha esposaconto erotico anal no onibusconto erotico ajudando minha tia no encanamentopone encaxa tudo na morenanora putacontoscontos eróticos com cavaloContos adoro verGato zoofilia conto eroticocontos eroticos no onibus coroa passando a mao no meu pauminha mulher d sainha dando pra mim e um amigo jegao contosFoderam gente contos tennsminha namorada e eu alisando pau do meu primoConto erotico ninfetas mijonasContos eróticos torturei minha namorada corno safada do Pará corto eróticosconto erótico com minha irmã depois da bebedeirame larga lençou bom diacontos eróticos com molequesconto erotico o dia que minha mae chupou meu paua trois com minha cunhada conto mamo rolacontos com fotos o guarda roupa da casada liberada do mansodei a buceta pra não me entregarem contos reaiscontos eroticos com garotos mais novosconto erotico vi meu tio velho coroa grisalho peladocomendo a prima linda do cabelo super comprido e muito vadiacontos eroticos de violentadas no onibusquando eu estava com o meu namorado e ele estava chupando o mwu peito ele me chamou de safada o que sera que ele quis dizer com issocontos eroticos adolecentes brincando de esconder comessaram a dedar meu cu nao demorou e me comeramconto herótico de uma madura que transou com o filho novinho de sua vizinha contos de cú de irmà da igrejaContos de zofilia cachorros e mulheres gozando gostoso conto erótico cachorro inundada mulher com porra ? Conto erotico com furia comi o arrigante ate ele choraCONTO ENCOXADA COM MEU PRIMOdeusa de ebano com uma bunda maravilhosasou carente meu sogro pintudo contosconto erotico com cunhado velho coroa grisalhoconto transando com mulher deficientecontos erotico gay punheta no cuzinho do netinho pequenocontos dei o cu e saiu merdaConto eroutico espora come maridoConto erotico escrava do meu maridocomto erotica erotico feinhavideodemorenaclaradei pro estranho na academiacontos eróticoscontos eroticos enquanto eu como o cusinho da minha ex minha atual mulher chupa a bucetinha preta delaconto erotico de muher que da po seu cachoroconto erotico a mulher me encoxou no onibuscontos eroticos - isto e real. parte 2Conto erotico comendo minha subrinha fabiane e fabiolaContos pornos eroticos mulher do meu irmao adora da cuconto erótico sobrinha. bem novinha fica esfrgando no colo do tio sem calcinhacrossdresser.lingeries.e.camisola..de.titia.contosContos de de homem tarado -quando Abaxei e me Fodeu gostoso onlineVanessinha criando pelo na xaninhacomendo amae domeuamigo porno leisbicoRelato picante comi minha esposa no estacionamento do shoppingcontos de fantasia lesb menage femininoconto erotico japonesa da.do o cucontos eróticos vc me acha bonitacontos de traição de pastorlutinha afilhada conto eroticofilha esposa de papai pintudo contoscontos de cú de irmà da igreja#Contoseroticospresenteviagem de formatura 8 série conto eroticomelzinha de contagem no pornoconto erótico vesti uma cinta liga pro papaicontos eroticos ilustradosRelatos sexuais me encoxando na cozinha e o corno na salaConto erotico peitoconto ele me comeu a força meu noivo bebadoconto erotico dogvideo de presediario comeido buseita na cadeia no dfcontos eróticos estrupada por ladrãoconto com foto papai mi enrabo na fasenda anoiticonto o negao tarado chupou o cu do meninomeu filho mete o dedo no meu cu e eu gostoFoderam gente contos tennsminha visinha medica. Casada contoscontos eroticos sequestrocontos incesto minha maea enteada isabelly contosTodos adorao meu cuzinho contos eróticosContos Eroticos de meninos gays no orfanatomamae e meu irmao contoscontos erótico pequenaconto erotico ajudei meu pai de dei para caminhoneiro