Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA PRIMA FOI MINHA PRIMEIRA MULHER

Meu nome é Thomas Anderson tenho 29 anos, 1,70m, 70 kg, moreno claro, olhos castanho escuro, corpo atlético, jogo futebol e pratico luta desde muito cedo.rnSempre fui louco por sexo e fui iniciado muito cedo, e gostaria de compartilhar minhas experiências e aventuras sexuais. Os nomes serão trocados para evitar qualquer tipo de desconforto por parte das pessoas envolvidas.rnMinha primeira relação sexual foi com uma prima mais velha que se chamava Nívia.rnTodo aconteceu no ano de 1989 quando eu tinha apenas sete anos de idade. Família normal uma irmã e dois irmãos mais velhos e vários primos e primas, e uma dessas primas me iniciou na vida sexual e marcou minha vida para sempre. Minha prima se chama Nívia, na época tinha 19 anos, morena de cabeços encaracolados e negros, olhos escuros, altura mediana, seios médios, coxas grossas e bumbum empinado nada fora do normal. Uma coisa que sempre chamou atenção é que Nívia sempre usava marquinha, apesar da pele morena natural ela estava sempre bronzeada. Se bem que na época nem reparava essas coisas por ser apenas uma criança normal sem malicia.rnTodos os finais de semana Nívia ia para nossa casa pelo fato de ser muito amiga da minha irmã que também tinha 19 anos na época.rnEstávamos eu minha irmã e Nívia em casa assistindo TV, minha irmã estava deitada na cama, Nívia e eu estávamos deitados em uma rede, até ai tudo normal sempre fazíamos isso, mas nesse dia foi diferente, não me lembro bem o que passava na TV, mas me lembro com detalhes o que Nívia e eu fizemos naquela tarde de domingo. Nívia estava deitada atrás de mim, me abraçando quando ela tocou no meu pau por cima do calção, e comecei a sentir uma coisa estranha e gostosa, fiquei quietinho achando que aquilo poderia ser alguma brincadeira que eu não conhecia. Meu pau foi crescendo na mão da minha prima que fez sinal pra eu fazer silêncio, eu lá quietinho curtindo aquela sensação que para mim era novidade e uma novidade gostosa, ficamos ali por alguns minutos até que minha irmã caiu no sono e minha prima passou a ser mais ousada colocando sua mão por dentro do meu calção e tocando direto no meu pau que já estava totalmente duro, e começou as fazer movimentos subindo e descendo, nessa hora eu senti um frio na barriga e meu coração acelerou. Nívia pegou minha mão e colocou em sua buceta, mesmo por cima da calcinha eu pude sentir o calor e a umidade da buceta da minha prima. Nívia usava uma saia verde e uma camiseta preta. Aquilo tudo era muito novo e eu não sabia o que fazer direito, Nívia que já não era mais virgem me conduzia. Nívia puxou a sua calcinha de lado fazendo com que meus dedos tivessem contato direto com sua buceta, eu sentia seus pelos que eram bem ralos e pude sentir sua buceta que estava ensopada e Nívia disse.rn-Enfia teu dedo que eu gosto!rnEnfiei um dedo meio desajeitado, mas minha priminha me ensinou como eu deveria fazer, comecei enfiando dedo em sua buceta, Nívia gemia baixinho de olhos fechados enquanto eu fazia movimentos de vai e vem com meu dedo em sua buceta, Nívia continuava me masturbando. rn-Isso Thomas vai, mede o dedo mais rápido que eu vou gozar.rnNa época eu não sabia o que era gozar, mas Nívia me ensinou como também me ensinou muitas outras coisas.rnNívia gemia e acelerava o ritmo dos movimentos no meu pau, depois de algum tempo Nívia gozou e me chamar para o quintal de casa onde havia uma despensa que nossa família guardava coisas velhas e nossas bicicletas.rn-Thomas vamos lá no quintal que eu quero te mostrar uma brincadeira bem legal!rnSaímos do quarto sem acordar minha irmã que dormia profundamente, eu ainda de pau duro sai atrás de Nívia que me conduziu ate a dispensa. Ao chegarmos ela puxou um pequeno banco onde sentou e levantou sua saia deixando sua buceta amostra protegida apenas pelo fino tecido de sua calcinha e disse.rn-Thomas você já viu uma buceta? Eu fiz que não com um gesto movendo a cabeça de forma negativa.rn-Quer ver a minha buceta?rn-Quero! Falei em um sussurro quase imperceptível.rnNívia puxou a calcinha pro lado e pela primeira vez eu tive a visão completa de uma buceta ao vivo, na hora não achei nada de mais e fiquei olhando e ela perguntou.rn-Quer pegar mais uma vez?rnFiz que sim com a cabeça, então ela me puxou e mandou-me enfiar dois dedos e eu o fiz e ela me ensinou a enfiar e a tirar, eu fazia o que ela dizia e ouvia seus gemidos.rn-Ai isso, vai ta muito bom, não para vai priminho gostoso mete o dedo na buceta da tua priminha putinha mete, ai ai to gozando!rnNovamente Nívia gozou em meus dedos, ficou quieta por um tempo ate se recompor e disse.rn-Agora e a minha vez de te dar prazer, espera sá um pouquinho que vou ver se a prima ainda ta dormindo!rn Nívia foi ate o quarto confirmar se minha irmã ainda estava dormindo e voltou com uma cara de safada e sorriso disse.rn-Agora Thomas você vai aprender o que é fuder! Nívia me fez sentar no banquinho de madeira levantou a saia colocou a calcinha pro lado e veio por cima de mim encaixando sua buceta no meu pau que logo foi engolido pela buceta ensopada da minha prima, pela primeira vez eu senti como uma buceta e gostosa, nossa como aquela sensação era deliciosa, sentir meu pau entrando na buceta molhada e quentinha da minha prima que subia e descia no meu pau, aquilo era bom demais. Nívia levantou sua camiseta deixando seus seios bem na minha frente e disse.rn-Chupa meu peito enquanto eu sento no teu pau chupa seu gostoso, chupa enquanto fode a buceta da tua prima safada.rn-Nossa prima isso ta muito bom, sempre vou querer brincar assim com você!rn-Caralho primo que foda gostosa eu vou gozar mais uma vez, quero fuder com você todos os dias! Depois de alguns minutos Nívia gozou novamente.rn-Eu também prima, isso é muito bom.rnNos arrumamos e voltamos pra casa, entramos sem fazer barulho e voltamos a assistir TV como se nada tivesse acontecido, depois de alguns minutos acabei pegando no sono, antes Nívia me fez prometer que se eu não contasse pra ninguém ela sempre faria isso comigo.rnEssa foi minha primeira experiência sexual espero que tenham gostado.rnrn# [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS



e comecei a mamar aquele pauconto.erotico..casada.18..anosconto erotico gay coroa pirocudo do bar me levou pra casa dele e me arrombouComtos eroticos com cumada novinhapezinhos perfeitos da minha erman conto eroticocinto de castidade em meu namorado contosconto erotico com coroa casado amigo do meu paiviciada na pica do meu filhominha mulher pediu pra fuder minha enteada contosCostos eroticos leite na mamadeiracontos eroticos de manha dava pro meu sogro e a noite pro meu maridoContos eroticos de podolatria com fotos desejando chupar pes de primas novinhas com pes lindosconto erotico de lebisca tirou virgindade irma mais novocontos gays seu tiaocontos eróticos vovóme fuderao de 4 contoconto minha mulher aronbadacontos eroticos de irmã chupando pinto pequeno do irmão novinho de idadecontos eróticos / desde menininhospu casado comi minha sobrinha na praia contosContos erótico filhinha gosta de mamar picacontõ de corno mia mulhe e profesora e arrobada pelos alunos bemdotadoscontos punheta rapidaestou ficando louco pela filha de minha mulher incestoMinha sobrinha pediu para eu dar um shortinho de lycra pa ela usa sem calsinha para mim contosFoderam gente contos tennsconto erotico fui viajar e voltei e encrontrei minha esposa gravida de outrocontos eróticos velhameu tio e o taxista comeram minha mulherconto erotico com meu sogro peladoconto erotico castrado na favelacdzinha na madrugada excitante conto eroticoTio come sobrinha a força contos eroyicosme fode me arromba seu velho safadoconto erotico comi minha irma casada no ranchoConto erotico sou puta undacontos eroticos "coisa enorme"vidios porno velhos punheta nas dunasConto erotico e familha tio pega a sobrinha peladinhacontos eróticos com fotos jogo de cartascontos eroticos gay natal papai noel me comeucontos eróticos esposa e um amigo gayconto calcinha fiochupando a esposa gozada de biquininhopiazão dando pirpca na xaninha da filhinhafilme com historia de erotico de tiozinho taradaodesvirginada pelo pai do meu namorado eroticocontos eroticos gays meu filhinho pequenocontos eroticos sonho americano 2contos putas incesto comendo minha mamãe na fazendacontos eroticos sobre voyeur de esposarasgou a xaninha novinha contosminha irma so de calcinha nu quarto nao aguentei trazei gostozinhovoyeur de esposa conto eroticocontos eróticos viro corno por me deixar em casa sozinha a noitemulher deficient sendo arronbada pelo negaocontos eroticos con pau de 24 cmminha cunhada minha amiga amantecontoConto erótico gay camisa social de sedacontos eroticos comendo mulhers deficientrcontos de putaria casal com garçom doutadoCasada viajando contosContos de sexo sogro acima de 70 anos e norafui obrigada a prostituta contocontei para minha amiga que trai meu namorado e o namorado dela com seu amigos me comwramatolando nas cachora no ciocontos de cú de madrinhacontos eróticos meu sobrinho me chupoucontos de metendo em uma peluda ruivaque enganaram e comeram meu cu sem pena contos