Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TARADO DA NET -PERDENDO A VIRGINDADE PARTE 2

Passado alguns dias ele voltou a me procurar, marcamos de nos encontrar novamente de frente a escola como na outra vez , eu fui e entrei no carro asim que vi ele e assim fomos pra uma rua um tanto escura e sem nenhum movimento e ele começou a me acariciar e mne beijar , ele apertava meu peito e xupava e mordia o ouro quando eu já estava sem blusa e eele mordia meu labio e tava uma loucura eu já estava molhadissima

ele sem serimonia nenhuma botou o pau pra fora e eu começei a bater punheta pra ele ainda sem jeito e totalmente inesperiente , ele foi alisando minha coxa e depois afastou minha calsinha de lado e começou a me masturbar estava tudo uma delicia e então ele me chamou pra ir pra o motel e eu claro disse que não porque sabia que no motel eu não teria a menor chance de continuar virgem

ele se achatiou eu acho e por isso parou com as caricias ligou o carro e voltou pra frente da escola e quanod já etsava me dando tchau eu fiquei super tristinha eu era bobinha e não queria que ele fosse embora , então pulei em cima dele e beijei ele com vontade e fui esfregando meu corpo no dele , não sabia bem o que tava fazendo mais eu sei que funcionou , ele voltou pra um rua deserta e voltou a me encher de caricias e a me masturba , chegou uma hora que ele colocou 1 dedo na minha bucetinha e dueu um pouco mais dava pra aguentar , depois ele colocou 2 dedos e disse que ia tirar meu cabacinho , eu aguentei uma dorsinha horrivel que me deu e ele continuou a me beijar , passado um tempo ele coloco o pau pra fora de novo e pedioi pra eu sentar em cima dele

e eu fiz exatamente o que ele pedio , ele afastou bem muito minha calsinha e levantou um pouco minha saia pra apertar minha bundinha e foi encaixando o pau na entradinha da minha buceta , nossa como isso duia e eu começei a reclamar , então ele disse pra eu mesma ir botando e ir rebolando que ia ser menos dolorido , então eu começei a rebolar e sentia o pau dele rasgar minha bucetinha mais aguentei tudo sem choramingar nem chorar , mordia o labio quando duia e parava um pouco e deposi continuava até o pau dele estar todinho dentro de mim então ele começou a me conduzir a cavolgar no pau dele e eu rebolava um pouco porque notava que ele gostava e ele urrava e gemia muito dizendo que minha bucetinha era muito apertadinha e que eu era gostosa e depois de um tempo anunciou que ia gozar e nessa hora ele tirou o pau dele da minha bucetinha e gozou



depois disso ele foi me deixar na frente da esocla como sempre eu dei tchau e fui pra casa e sentia minha bucetinha arder um pouco e quando eu cheguei em casa que vi minha calsinha estava com um pouco de sangue , e ainda passei uns 2 dias sentidno dor na minha buceta quando eu centava mais depois disso eu nunk mais voltei a ver o cara

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico flaguei meu marido masturbando nosso dogcontos eroticos de meu chefe e minha filha gabicontos de casadas que gostam de fazer broches e engolir esporratransando com a namorada mais perfeitao amigo do meu namorado me comeu na calada conto eroticocontos erotico7 de interracialcontos sou casada e comi um novinhomeu primeiro swingwww.contos de gozadas na marracontos de traicao anal,postados no facebookconto comi.uma coroaincesto contos meu irmão românticocontos eroticos pepino apanheicarona com o musculoso contosgaysconto anal evangelica carnudame fuderam meu cu na ordenha contoscontos de coroa com novinhoMinha irma pos uma legue sem calsinha para mim ver contosconto eróticos gozei na boca da bahianinhaconto gay quando eu tinha 16contos eroticos mudei para um condominio e dei o cu para o sindicocontos eroticos real esposa do pastor timida veriticosporno fodi minha meninhacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaConto erotico dotado amiguinho do filhoRelato picante comi minha esposa no estacionamento do shoppingcontos eroticos de parentescontos eroticos minha mae e meu irmao video fui enrabado no acampamentocontoseroticos/enrabei a professoracontos eroticos peitos sadomasoquismocontos flagreii meu subrinho mastubando com calcinhacontos eróticos de freirascoroa de vestidinho sem calcinha abrindo as pernas para enteado podercontos eroticos com menininhaMamaes boqueteiras contoseroticoscontos papai socou tudo no cu da filha ela se cagoubebeno com os amigos comero minha mulher contocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos da mãe a lamber a cona da filhacontos minha esposa eu e mais 2 travestisContos meninas d doze anos perdendo o cabaço com papaI ddotadomagrelas grelludas liga das novinhasContos eróticos gostosa na praia com o maridocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casasofri no pau de outro contofui enrabado pe lo o yravesti na baladaGozei na mao da mamae contocontos eroticospadrasto seiosvagina que contrai o peniseu um cao e minhas amigas gemeas contos eroticos tennisConto erotico de mototáxi com a picona e meninascontos eroticos incestos primeiro foi o meu irmão agora e meu paiminha xereca consando na rua contos eroticoscontos gays ordenhando papaivelhinho roludo comeu minha namorada contos iniciantescontos eróticos espiandoporno abuzado mulhe olho tapadoFAMÍLIA LINDA CONTOS ERÓTICOSContos eroticos de esposa na estradaconto aprendendo da cucontos eroticos sequestrocontos minha esposa eu e mais 2 travestisconto eróticos peõesContos erocticos dei comprimido ao velhocontos eroticos a1. vez da bichinhaContos eróticos titiocontos eroticos fracas e chantagem na escolaContos erotico orgia no meu cuamigo conto erotico rabudaCasada viajando contoscontos eroticos comi amiga da minha irma