Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU PRIMO RENATO, COMEU MINHA ESPOSA!

Eu e minha mulher temos o hábito de andar bem à vontade pela casa, até por que moramos sozinhos, o que nos permite essa privacidade, temos uma vida bem rotineira, acordar, tomar banho, se aprontar e sair para o trabalho, menos nos sábados e domingos nos quais temos folga, temos uma vida sexual bem ativa, porem modesta, não nos aventuramos muito em fantasias, certo dia, um sábado lindo maior solão, levantei bem cedo fui até a padaria comprar os pães para o café, quando pra minha surpresa encontro com um primo meu do interior (Renato), gosto muito dele e ele me disse que precisaria resolver algumas coisas aqui na minha cidade e que tinha aproveitado pra dar uma passadinha na minha casa pra me fazer uma visita, conversamos no caminho, comprei o que queria na padaria e voltamos, sá que na distração de nossa conversa ,nem me lembrei de ligar para minha esposa e pedir que já preparasse uma recepção para ele, chegando em casa uma surpresa não pra mim, pois já estava acostumado, mas para ele, minha esposa sá de calcinha encostada na pia lavando a garrafa de café, quando fui entrando pela cozinha ela deu um baita grito e saiu correndo para o quarto, pedi desculpas a ele, mas na verdade acho que ele queria até me agradecer, minha esposa e do tipo gordinha gostosa, peitões e bunda grande e uma bela e grande bucetinha, ele meio sem graça já logo deu um jeito de arrumar um assunto e fingir que nada tinha acontecido, terminei de passar o café que minha esposa tinha iniciado, e à aguardamos para tomar café conosco, não demorou muito ela chegou não muito diferente do que estava, com uma saía media e uma blusinha larga sem sutiã, tava uma delicia, o cumprimentou, e nos sentamos a mesa, minha esposa é meio desastrada as vezes e logo que pegou a faca para passar manteiga no pão, a faca caiu, logo para o lado do meu primo, ao abaixar para pegar imagino eu que por ser larga a blusa e ela estar sem sutiã, deve ter aparecido todo seus peitos e pela cara que meu primo fez acho que isso aconteceu mesmo, depois disso percebi que ele não tirava os olhos dela, sempre que dava ele não perdia a oportunidade de dar uma secada nela! Sá que olhadas aqui, olhadas ali, notei que ela já estava percebendo, e ao invés de se intimidar ela começou a gostar daquilo tudo, não aguentei, me bateu um ciúme incontrolável e a chamei no quarto despistadamente, - o que é isso? Que palhaçada é essa? O cara te secando e você ainda dando trela! Ai ela começou a me dizer que pensou em voltar no quarto e trocar de roupa, sá que ele iria perceber e também admitiu ter sentido um calor por debaixo da saia com aquela situação, meu sangue ferveu e comecei a ficar nervoso, sá que ela me interrompeu dizendo - você está nervoso ai, mas está de pau duro, e eu nem tinha percebido, ai não resisti e tive que dar uma boa risada, a raiva foi passando e conversamos numa boa, então ela me perguntou se ela podia brincar um pouco com aquilo sá pra gente transar gostoso à noite pensando naquilo tudo e eu concordei, ai voltei pra cozinha e fiquei de papo com Renato, conversamos bastante, e decidimos queimar uma carne na varanda, compramos tudo que não tínhamos em casa, e buscamos a cerveja que não pode faltar, quando chegamos em casa, fiquei sem palavras, minha mulher ascendendo a churrasqueira com a mesma blusinha porém com um short curtíssimo, mostrando a poupa da bunda, não resisti e tive que comentar, nossa amor pra que isso tudo, desse jeito você vai atiçar o Renato e como você já tem dono não pode dar pra ele, - será que eu não posso? Disse ela, e demos boas gargalhadas, sá que acho que ninguém levou na brincadeira por que antes de abrirmos as cervejas o assunto La já estava pra La de picante, derrepente minha esposa faz um comentário, - se tivesse uma piscina aqui ia fazer um belo de um topless, to doida pra pegar um sol, Renato não perdeu tempo, e soltou logo – mas não precisa de piscina pra pegar sol pode fazer ai mesmo, - é verdade, respondeu ela, meu coração bateu forte, será que ela vai fazer isso? Pensei comigo, nem deu tempo de processar aquele dialogo, e logo já veio ela com uma toalha na mão e um bronzeador, tirou a blusa passou bastante bronzeador na parte frontal do corpo e se deitou sob o sol, - sá que vai ficar de short? Coloca a parte debaixo do biquíni pra deixar a marquinha, disse Renato, - mas eu não tenho biquíni, pois aqui não tem praia e dificilmente vamos a clubes com piscina, respondeu minha mulher, - a então tira ele, é melhor que ficar com a marca do short depois, não é mesmo, Fábio (meu nome)? Engoli seco não sabia o que responder, mas quem ta na chuva é pra se molhar, então concordei com ele, já com a mão cheia de sal temperando a carne, - então vem cá amor me ajuda a tirar, disse ela, - não dá amor, to temperando a carne aqui, tira você mesma, - me ajuda aqui então Renato! Pediu ela, - o que? Perguntei meio que exaltado, - ai amor é sá me ajudar com o short, disse ela, - olha, olha enhh! Exclamei, percebi que Renato estava com um baita volume dentro da bermuda, e aquilo me deu um baita tesão, e deixei rolar pra ver no que ia dar, ele tirou o short dela, e a danada estava sem calcinha, com aquela bucetona raspadinha toda a mostra, pirei na hora, e pelo visto Renato também, que já se ofereceu logo para terminar de passar bronzeador nela, e ela toda assanhada logo que aceitou, nisso eu já imaginava no que ia dar e já nem estava me importando mais, pelo contrario já estava louco pra tocar uma bela punheta vendo Renato fuder minha esposa, foi passando o bronzeador até que chegou perto do seu grelinho, - passa ai também, disse ela, e ele não perdeu tempo já foi logo enfiando dois dedos na xana dela, se colocou do lado dela e puxou a bermuda para baixo colocando o pinto pra fora, e que pinto, era enorme, ela já caiu de boca chegava engasgar, parecia uma puta, nunca tinha visto minha mulher tão safada daquele jeito, depois de muito sexo oral, ele me chamou – vem cá primo me ajuda aqui! Levantou as pernas dela e pediu que eu segurasse e colocou aquela vara de todo tamanho na portinha de sua xana, nossa que delicia foi ver minha mulher delirando sá de sentir aquela tora batendo na porta de sua xaninha, e começou a estocar, fudia como se estivesse a meses sem comer ninguém, e eu sá olhando, comeu ela de todas posições possíveis, - agora quero essa tora toda dentro do meu rabinho, disse ela, fiquei meio atônito pois ela não gostava muito de sexo anal, mas excitado queria ver ela gemendo com aquilo tudo dentro do seu rabinho, ela gritava como uma louca quando ele começou a enfiar – empurra vai, me rasga toda, gritava aos urros de prazer, deve ter comido seu rabinho por uns 5 minutos, mas ela não aguentou e pediu para parar, ele já tirou gozando nela por toda parte, jorrava porra ela ficou toda lambuzada, foi maravilhoso, e até hoje a gente goza muito relembrando aquele dia.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS



conto erótico papai me comeuContos eróticos de 2020 de namorado bêbado dividindo sua namorada com dois amigossou louca por anal sou evangelica conto pornoa certinha e o zelador contoCunhada dormindo com a bundinha descobertaconto erotico de mulher casada socando o pepino na buceta e cenoura no cucontos sozinha em casa com estranhoconto erotico me fizeram varios sitio cadelacontos eroticos peitos sadomasoquismoconto esposa na orgia do carnavala esposa baiana do meu amigo contos eroticoso sobrinho do meu marido comeu meu.cucontoesposanuaAposta velho contos eroticoscontos eroticos colega de trabalhopapai me fudeu gostoso e eu gozei no cacete delchupou o amigo no provador contosviciei na piroca enorme e grossa do meu tio e sou um menino viadinho contoscoroas ensaboando cacete do jovenConto erotico muitas picasconto erotico cinema varios porno escravaver gordinhas de ndegas fofinhascontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos virgindade com o padrinhoencostou-me na parede contoscomi a espetora contosbebado me comeu eu gosteicontos eroticosensinando o virgem de como metercontos eróticos isso bate, bate mais aiii aix coroa tranzando com entisdoConto erotico eu dividi a minha namorada com um amigocontos dormimos na barraca eu marido e sogro e o sogro me rabou noite interacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos crossdresser o velho me comeu no matinhominha mulher mim fez de mulher e puta casa dos contostempo minha filha gostosa e g************* do c* dela contos eróticosa mãe e sua filha adotiva eu tirei as virgindades das bucetas delas conto eróticovvidos de muler co casoro. fudemonovinha de 13com peitinhocontos marido deu sonifero para esposanovinhos fodeno apremira veizconto erotico fodendo a sobrinha de seis anosconto eróticos c afilhadacontos eroticos seios grandesocuzinhomaisapertadoGay passiva com dois negoes contosConto porno estuprador comeu meu cu na frente de todo nundocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eroticos se masturbando com vibradorconto erodico comi minha mulher dormindocasadas baxias di calsias na zoofiliaestava carente contos eróticoscontos completos quentes esfregando so pra judiar pedindo masgay de rio preto de calcinhacontos comendo a menina no carnavalconto chorei mas aguentei a pica do meu patrasdocontos eroticos meu corninhoContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes na faculdadeconto aos dez anos minha sobrinha sentava no meu colo sem calcinhanegro sacudoContos eroticos fudendo a passageiraSubrinha sapeka adora usa ropinha provokante para da para mimpeladinha na praiacontos eróticos cheirando a bunda de mamãeMulheres da bucetona contando seus contos eroticoscontos eróticos forçadacontos erótico putinha de zonawww.xconto.com/encestoConto erotico violentaram minha filha e me obrigaram a participarokinawa-ufa.ru chantageadacontos e historia de sexo entre genro e sogra amantescontos eróticos meninas de 25 anos transando com cachorro Calcinha Preta com lacinhos vermelhoscomendo a boca da prima contocontos eróticos BombeiroMinha sobrinha pediu para eu dar um shortinho de lycra pa ela usa sem calsinha para mim contoscontos eróticos- virei mulher do meu paiconto eu e minha colegacontos bati gay manosconto de marido e esposa e velhocontos eoroticos incertos de brunocomido no carro contocontos de fantasia lesb menage feminino