Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

005 - PUTARIA FUTEBOL CLUBE – O TREINADOR ME COMEU

Mas algo sai errado e ao gozar e fixar meu olhar para a porta vejo que diante de nos estava o Carlão. É isto mesmo! Nosso treinador estava parado na porta e via toda aquela cena, eu de perna para o ar, com uma torra no cu colocado por Bruno e Vitor também do lado direito da cama com sua pica ereta para cima.



Realmente nos três ficamos parados, e como em uma cena congelada via que Carlão parecia não acreditar em tal acontecimento, mas a realidade caia diante de meu olhar, pois meu cu já era arrombado e minha carreira de jogador também.



Porem a reação de Carlão foi a pior de todas, ele disse a seguinte frase.



“- Então temos uma bicha no time, e esta na hora de você aprender a dar o cu pra um homem de verdade e aprender a virar homem...”



Ele então caminhando em nossa direção já tirando sua roupa e deixando a mostra seu corpo de homem mais velho e uma rolam que vinha totalmente dura diante de meu olhar.



Eu continuava de quatro e via uma pica enorme diante de meu olhar, grossa e grande com um jeito de comedor de rabo, ele então me manda continuar de quatro, pede para os garotos afastar de mim, e com muito carinho olhar meu rabo, enfia seu dedo e me diz.



“- que cu gostoso, agora vou meter uma pica de verdade, quero fazer você tremer na minha rola...”



Sendo então o guspir em sua mão o sinal da violência sexual diante de meu anelzinho arrombado, eu tremia, e sentia ele me segurar pelas ancas, via o olhar de desejos de Bruno e Vitor ao bater punheta vendo eu tremer com o entrar da pica do nosso treinador.



Carlão era um senhor de idade, tinha uns 55 anos, gordo, com aquela barriga de chopp e um jeito descolado e doido de treinar agora estava diante de meu cu demonstrando o quanto nos enganamos com as pessoas, pois muito antes de meter em mim via nele um exemplo de seriedade, mas no entando eu aquentava calado o entrar de uma pica grossa e ao mesmo tempo gostosa.



De quatro naquele momento, sentindo uma dor desgraçada, o entrar e sair delirante de uma jeba no toba, e ainda diante de minha boca já estava a pica de Bruno, que me fazia engasgar de tanto prazer e desejo.



Enquanto nosso treinador de mostrava a outra face de um técnico, Bruno demonstrava a face verdadeira e gostosa de um comedor de verdade, e Vitor batendo punheta ficava me vendo gemer e ser arrombado por duas picas.



Meu toba parecia estar sendo consumido com tudo aquilo e minha reação era de mais prazer e gemer deixei me levar pela pica e não pela violência das estocadas do treinador Carlão que por sinal fazia gostoso o entrar e sair de sua vara descomunal



Era gostoso sentir uma pica me fazer viado, era uma delicia me ver diante de uma geba de macho de verdade, e aquela pica linda, cabeçuda e grossa do treinador me fazia sentir, dor, prazer, em um gemido de sentidos, meu corpo se arrepiava todo e minhas entranhas do meu cu parecia agradecer por tamanha novidade rolistica.



Eu gemia, mamava e sentia o torra na minha boca e outra no meu cu, em um misto de parceria Vitor e Bruno revezava quem me fazia chupar cada pica por vez, e o treinador rebolava seu pau dentro de mim, e daí a vida me ensinava o prazer de dar pra três, e principalmente de sentir uma torra de um homem mais velho como nosso comedor treinador.



Literalmente eu sentia o “pau no cu” sentia a dor do gemer e não mais de quatro e sim de frango assado, com as pernas pra cima sentia o fuder de Vitor dominar minha boca e o enfiar da pica e dos dedinhos do treinador ao mesmo tempo, fazendo eu chorar de dor e prazer.



Via aquela barriga grande, aquela pica grossa, sentindo meu cu se abrir a cada momento mais, eu realmente pensava o quanto me custaria aquela foda, o quando de bom jogador do time para viado se tornaria minha promoção, porem nada me adiantava, pois sentia o tremer da rola grossa dentro de minhas entranhas anais..



Delirantemente o garoto estava ali, gemendo, com o rabo ardendo e com a boca sendo enterrada numa pica, sentia o leitinho quente de Vitor me fazer engasgar de tanta porra adentrar em minha garganta.



Logo o treinador que somente abusava do meu anelzinho arrombado me fazia gritar de tanto socar dentro dele, me fazia tentar tirar um pouco e afastar a pica do fundo do meu orifício, e ele é claro, bem mais forte metia mais ainda vendo em um misto de engolir leite de macho e dar o cu gemer, gritar e estar diante de três rolas grossas.



Ele me chamava de viadinho, me batia na cara me mandando engolir a porra de Vitor, me fazia gritar e sentir dedadas e rola entrar, sentia o suor de sua velhice3, o entrar de sua geba, sentir Bruno se aproximar e fazer de mim agora o menino do seu prazer o com sua beleza de garoto tambem me fazer engolir sua geba.



Com a pica adentro, e o entrar e sair de ambos os buracos, sendo boca e cu eu estava molecado, com a boca babenta de porra e agora babenta com a pica melecada de Bruno.



Sexo, prazer e desejo se misturava ao romper a barreira do meu anus, meu cu parecia estar aberto para adentrar de pica, de dedos, e de porra, eu um menino sentia a duvida e o medo entre perder a carreira ou perder a credibilidade como garoto, e daí ao olhar e gemer diante de tal fato me via perdido no mundo dos adoradores de pica.



Via-me diferente e em poucos minutos, naquela posição de frango assado e vendo que Carlão com seu corpo se preparava pra encher meu anel de leite e vendo Bruno me fazer quase engasgar via a reação que os dois estariam prontos para mijar porra em mim.



E assim se fez, depois de engolir a porra quente de Vitor agora sentia a porra de nosso treinador jorrar dentro de mim, ele gemer de prazer e ao mesmo tempo Bruno me fazer engolir ainda mais o gosto do prazer em minha boca.



Porra duas vezes na boca e uma que vale por três no rabo, ambos gemia de prazer, e o nosso técnico estava satisfeito com tudo aquilo, parecia ter descoberto uma mina de ouro e ao saber que meu cuzinho seria dele também me fazia sentir medo, ao mesmo tempo em que me olhava e me ameaçava.



“-Este é o nosso segredo, quando eu quiser te comer te chamo, e se sair daqui esta historia sabe o que vai acontecer com você no campeonato.”



Eu tremia e todo gozado via os três sair em fila de meu quarto e me abandonar daquele modo, logo chorei e me bateu o arrependimento depois das palavras de Carlão, via agora minha carreira na mão deles, via que Bruno não me protegia e somente quis se aproveitar de mim na primeira vez, via que o prazer estava muito alem do sexo e sim da falta ou excesso dele.



Neste momento caído na minha cama, pronto para tomar banho devivo o cheiro forte de porra, e encostar o dedo no meu cuzinho sentia o estrago feito por nosso treinador, que como um cavalo me abrio todo.



Sentia o prazer do momento, porem estava disposto a dormir e pensar como iria agir de tal modo, e assim pensar em um plano para me safar desta na melhor. Forma.



Continua.



Ass ThyAggo



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



+ interatividade...



MSN -



[email protected]



Blog -



portalgayms.blogspot.com



portalgayms.blogspot.com







------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS



contos eróticos da viuvinha peludacontos heroticos - brincando de pique escondeFoderam gente contos tennscontos eroticos so de pensar gozocontos eroticos sequestrocontos do sexo menina mimadacontos eroticos chantageada pelo titiocontos eroticos peitos sadomasoquismoconto erotico anal no onibusconto erotico paraliticocontos gay favelateta gostosa contos eroticoscu da titia com manteiga xnxxcontos erótico entalou contos com filha da esposaxvidio novinha emgado com cachorro da rolonaminha mae é a mulher do meus amigos contoscontos meu vizinho tira o pau pra foracontos eróticos me deu um chocolatecontos eu minha mae e minha tiacontos eroticos de mulheres tendo suas tetas mamadas por animais e eles metendo nelasTio me deu um chortinho de lycra pa mim usa para ele sem calsinha contoscatador velho conto erpticosogra humilha genro contos eroticosConto eritico das mulheres e zofiliaconto transei com borracheiroporno quando o home empura o cacete no egua ela gozaMeu namorado virou corno contos teenMinha tia chupando meu pau com fimose contosquando eu estava com o meu namorado e ele estava chupando o mwu peito ele me chamou de safada o que sera que ele quis dizer com issoconto erotico gay coroa dominador faz orgia em casa com viados de madrugadaporno club contos eroticos de meninos gaysmulheres no salão chupando e se masturbando com dançarinosacsnagen s como preto fodeu-me contoContos eroticos com o rodo do banheiroconto erotico sexo desde pequenacontos de coroa com novinhoConto erotico traindoiniciado pelo cowboy conto erotico gayminha namorada me trai contos eróticosContos eróticos de bebados gayscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casadelirei com a pica entrando no meu cuzinhoeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestoConto o dei o cu por curiosidadevideo de sexo c langerrifiz sexo pra passar de semestre contosmeu filho me dominou contos incestosconto erotico estupardominha cunhada mim chamo pra trnzarcontos eroticos o diretor pe de mesa comeu o cu do aluno contos,tentei botar um pau de um cavalo na minha buceta para ver se entrava.a mae da minha namorada contosbunbum malhados pornoconto erotico de incesto pequei minha subrinha brincando com predeirowww.contos de abusada desde pequena pelo tio no incestoca dos contos eroticos infancia negao gigante acoroa t***** da bundona state durinho rebolando gostosoZoofilia soniferoContos eroticos macho vira putinhafotos de buceta sendo lambinda e gritandoContos cai de boca na buceta da minha avocontos eroticos viadoconto erotico tio e suas meninadacontos eróticos n***************** e g******Dotado arronbando garota 19 aninhostirei as pregas da coroacontos eróticos esposa negona coroa bisexcontos eróticos noracontos eroticos deixando estruparcontos eróticos funcionáriameu tio me chupou e eu não aguentei e pedi pra ele tirar meu cabacinhocontos eroticos me exibi nua pra ela