Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ADORO ME EXIBIR DE CALCINHA

Antes de iniciar, afirmo categoricamente que sou hétero. Tudo que vou contar é fantasia, apesar do conto ser 100% verdadeiro. Desde 2003 que tenho computador e sempre entrava nas salas de chat. Algumas vezes chegava a varar o dia conversando. Certa vez fiquei teclando com uma mulher, que morava na minha cidade. Trocamos telefone e ficamos realmente amigos. Certo dia a gente começou a falar sobre sexo e não deu outra: nos masturbamos. Depois da primeira vez ficamos assíduos na masturbação pelo telefone. Ela me deixava louco, dizendo que estava na sala, com tudo escuro, nuazinha... Eu ficava realmente louco de tesão e gozava bastante. Nossa conversa foi ficando atrevida e eu lhe disse que apesar de ser hétero, sentia tesão em usar calcinhas femininas. Na verdade eu nunca havia usado, mas tinha essa vontade louca. Nunca tive nada com homem, sou divorciado, mas não houva realmente nada de errado com minha sexualidade dentro do casamento. Sempre fui muito safado, e gostava de muita putaria, mas sempre com minha mulher. Inclusive sempre fui fiel à mesma, pois acho fundamental a fidelidade numa relação. Mas, voltando ao assunto, certo dia eu fui numa loja, meio errado, mas comprei duas calcinhas. No mesmo dia eu conversei com minha amiga por telefone e lhe disse que havia feito essa compra. começamos a nos masturbar e eu joguei a seguinte frase: vamos sair agora, pois quero me exibir para você. Ela ficou um pouco insegura, mas topou a parada. Ela veio para o meu prédio e fomos no meu carro para um motel. O carro dela ficou na minha vaga. Eu já estava vestido com a calcinha. Escolhi a de cor preta. Chegamos no quarto e eu disse para ela ficar de costas para mim, enquanto tirava a bermuda. Depois eu disse que ela poderia se virar e me mostrei para ela. Ela ficou louca com a cena. Meu pau é grande, grosso e envergadinho. Ela o chama de tronxinha. Ele é curvado, bem curvado. Eu sempre gostei de me exibir em frente a um espelho e o fiz bastante, me deliciando com aquela cena. Eu disse a ela que não era gay e que nunca havia feito aquilo. Com o tempo a nossa amizade foi solidificando e ela sabe que realmente isto é uma fantasia que tornamos real. Ela nunca tirou a roupa nem nunca fizemos sexo. Ela fica me provocando, fazendo insinuações sobre eu sair com outro homem, tudo para me provocar e excitar. No final ela me chuoa gostoso e eu gozo na sua boca. Depois eu fiquei comprando calcinhas dos mais variados tipos e cores. Me exibia e ela adorava. Depois perguntei se ela já havia feito isso alguma vez na vida e ela disse que não. Com o passar dos anos, a coisa foi ficando mais atrevida. Hoje ela compra calcinhas para mim, e fica me provocando por telefone. Já saímos mais de 50 vezes. Eu adoro ficar sem roupa, deitado, conversando com ela, numa espécie de terapia. Ela fica me alisando, provocando e depois a gente envereda a conversa para a sacanagem. Eu visto as calcinhas, uma por uma, me exibo de frente para o espelho e depois me deito na cama. Ela chupa muito gostoso. Certo dia ela lambeu meu ânus e eu gostei muito. Hoje em dia, eu depois de me exibir e me excitar, fico de quatro e ela enfia a língua na minha grutinha, que fica totalmente aberta, querendo ser penetrada. Já enfiei consolos de todos os tamanhos, formas e cores. Meu cuzinho suga eles com muita voracidade. Um dia eu lhe fiz uma surpresa, me depilando totalmente. Deixei tudo zerado ela enlouqueceu. Interessante é o fato de ela sequer pensar em fazer sexo comigo. Eu fui encostando ela na parede, fazendo-a confessar que sempre teve tara em fazer isso com um homem. Ela é um pouco mais velha do que eu e tem duas filhas, que por sinal são duas gatas. Hoje mesmo, sairemos e lhe fiz uma surpresa, me depilando, mas deixando um pouco na frente, como se fosse uma mulher. Na parte da frente eu fiz apenas os cantinhos. Na bundinha eu depilei tudo. Interessante mesmo o fato de eu não ser homo. Sá de pensar nisso, fico enojado. Mas esta "fantasia real" é fato, não fico ressacado moralmente, ela sempre guardou esse segredo e eu sempre lhe digo que meu cuzinho é somente dela e ela adora ouvir isso. Ela enlouquece quando está chupando a minha bundinha, com o buraquinho cor de rosa. Eu fico louco e me abro totalmente para ela. Algumas vezes vou trabalhar de calcinha e fico o dia todo excitado. Um abraço a todos!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


comendo cusinho da baba da minha.sobrinhaver contos eroticos de empresários comendo o cu de.funcionáriosme comeram contos teenconti gay minha tia me fagrou de calcinhagostosinha ergue a saia e masageia a bucetinha por cima da calcinhacontos de vovo me comeu com seiss anosContos gays amante do tio velho desde de pequeno adoro vpu casar com eleconto minha mulher me deu sua mae de presentemulheres casadas traições e chantageadas videos porno hentaiconto eróticos c afilhadacontos erotico dona de casaconto erotico com novinha no parquecontos eroticos dormindo de conchinhaconto erotico com crentewww.fotos piças de camioneirocontos eróticos chantagem cunhadaContos-esporrei na comida da cegacontos eroticos namorado da minha mearromba todo diaConto ertico. Minha adrasta. Bebiacontos eroticos sou casada o velho da chacara sozinhofazendo gozar mulher casada darlene contosfunkeira gemendo eqc cContos eroticos novinha desmaia de tanto gosaconto erotico gay o sargento marrentovoyeur de esposa conto eroticocu de bebado não tem dono contos eróticos gaygordinho virgem heterossexual contos eróticosminha conhada mi bexandoconto erotico funkeiro chupando novinha no funkcurtos relatos eróticos de estupro forticontos de coroa com novinhocontos de coroa com novinhocontos eroticos de manha dava pro meu sogro e a noite pro meu maridomeu corninho deixou fuder com outro ainda me ajudou chupar a picona do meu machoestoria porno a fantasia do meu marido e c cornotias gostosas de calcinha contoConto meu marido me obrigou a trepar com o mendigocontos tia vai foder gostoso isso delicia vai issocuzao frouxo da mamae contos fotodei pra um estranho num baile e meu marido viu conto eroticocontos erticos de ninfetascontos erótico de gay a primeira vez que deu o cuConto erótico calcinha fedidaporn marido enfachado no hospitalcontos eroticos comi a bunda da minha tiacontos eróticos casada traindo no carnavalCumi a vizinha, contos eroticosmeu marido que que eu tou pra outro comto eroticoA briga do casal contosTia dando o cu para sobrinho garotinho contos eróticosconto erotico amazonas gaynovinha falou que ia pozconto erotico peguei meu marido trepando cõm minha irma na camaconto de delegado que comeu cu de homem casadocontos eu minha esposa e dois comedoresEu já não era mas virgem quando meu pai me comeuconto enrabei sogra humilhada frente filhacontos safados mae casada filhas traem com homens dotados juntas Conto erotico sou uma coroa vadia e garotocontos heroticos gay meu tio de vinte anos me comeu dormindo quando eu tinha novecontos eroticos meu amigo nos embebedo para comer minnha esposa"ficava mexendo no pau"isso viadinho engole essa rola vou estrupar sua gargantacontos colocando menina pra. mamarconto ela me estupravaconto erotico com meu sogro peladoContos eroticos minha buceta mela muito minha calcinha quando me esitoconto aos oito aninhos a filha da minha namorada sentou sem calcinha no meu pauvideos chupando a xoxota uma da outra o clitores bem lisinhocontos eroticos na chacaraver contis eroticos de incesto passando oleo na maecontos eroticos negao estuprou eu e meu maridocontoos de estupro no onibusSou casada mas bebi porro de outra cara contosmae abre as pernas cabeluda pra fudeprovocando meu tio com um short com as popa da bunda de forawww.contos de gozadas na marraconto gay estupradoimagem cuzinho irma contosconto erotico na sala de aulacontos eróticos Patrick amiga comeucontos eroticos irmazinha se oferecendocontos eroticos garotinho na escola contos negras visinhas gostosascontos eu virei puta e amante do meu paiTennis zelenograd conto