Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TREPANDO COM O ENTREGADOR DE PIZZAS

Um entregador de pizzas, já tinha me beijado, lambido e chupado a boceta na garagem aqui de casa e que tínhamos combinado que iríamos para o motel juntamente com o meu marido e fomos. Foi numa quinta feira a noite, ele estava de folga e a esposa dele de plantão no posto de saúde onde trabalha como enfermeira. Ele me ligou por volta das nove e meia da noite e eu confirmei que as dez horas, eu e meu marido o estaríamos esperando em um posto de gasolina onde poderia deixar a moto dele. Ás dez horas pontualmente ele chegou. Estacionou a moto e entrou em nosso carro me cumprimentando com um beijo no rosto e dando um boa noite para o meu marido.



Meu lindo corninho antes de ir para o motel resolveu ir até uma conveniência para comprar cigarros, camisinhas, e enquanto isso, eu e ele ficamos dando uns amassos dentro do carro fazendo um esquenta. Eu usava um micro vestidinho azul com uma tanguinha vermelha por baixo, sandálias de saltos altos nos pés e batom vermelho nos lábios combinando com a cor do esmalte das unhas dos pés e das mãos. Ele me acariciava os seios e me beijava gostosamente. Quando o meu marido chegou e nos viu nos amassos ele falou: “Amorzinho, pule pro banco de trás e aproveite que ainda é cedo e vou dar umas voltas pela cidade.” Eu nem acreditei.



Meu maridinho corno rumou para o centro da cidade fazendo questão de deixar o vidro do carona abaixado e enquanto ele dirigia, eu e o Celso, nos esbaldávamos no banco traseiro do carro, que tesão. Meu marido pegou a rua 19 de julho que estava movimentada e se dirigia para a área central de Campo Grande-MS, em velocidade lenta, como querendo que outras pessoas nos vissem naqueles amassos. O Cleso havia se sentado bem no meio do banco traseiro e eu me sentei no colto dele e sentia a sua língua me lambendo os seios com o meu vestido já abaixado. Como eu fiquei com a bunda quase junto do meio dos bancos dianteiros, o meu marido me acariciava nela, que delicia. Quando ele parou no sinal vermelho da rua 19 de julho, esquina com a avenida Afonso Pena, eu me ajeitei e o Celso me tirou a tanguinha, que doideira.



Me recostei na lateral do carro com as pernas abertas e o Celso caiu de boca nos meus joelhos, coxas e boceta, nossa, como ele me chupou gostoso ao mesmo tempo que enfiava o dedo no do meio da sua mão direita no meu cuzinho, que tarado. Quando gritei que tava gozando o meu maridinho me mandou tirar a bermuda dele e chupar o pau dele, eu obedeci no ato. Toda melada com os meu gozo escorrendo pro meu cu, eu me posicionei me deitando no colo do Celso e apás tirar a sua bermuda, deixando ele peladinho, cai de bocas no seu pau e no seu saco com as duas enormes bolas. Do jeito que eu chupava o seu pau eu ainda, apertava as bolas. O Celso gemia e delirava de tesão jogando a sua cabeça para trás enquanto o meu marido me incentivava a chupá-lo bem gostoso. O Celso me falou que tava pra gozar e meu marido me mandou parar de chupa-lo e sem deixar de dirigir e ir me dizendo o que eu tinha que fazer, ele me mandou ficar de quatro pro Celso me meter, foi incrível.



Fiquei de quatro me apoiando no banco do carona da frente e o Celso se posicionou atrás da minha bunda abrindo ela e enfiando a sua língua no meu cu para em seguida, encostando a cabeça do seu enorme e duro cacete nos lábios da minha boceta, aos poucos, de forma carinhosa, ir enfiando aquela delicia de pau na minha xoxota. Quando ele colocou todo o pau dentro da minha boceta, ele me segurou nos quadris e mandou ver com vontade e eu comecei a gemer de tesão a cada estocada que ele me dava e gemia olhando pro meu marido que dirigia calmamente pela avenida Afonso Pena. Eu gemia alto, meu corpo delirava a cada metida forte que o Celso me dava com o seu duro cacetão na minha boceta. Me lembro que quando estávamos passando em frente ao Shopping Center Campo Grande, o Celso me apertou com mais força os quadris e berrou que ia gozar, foi uma loucura. Eu e ele, gemendo feito dois tarados gozamos gostsamente, eu no pau dele e ele na minha boceta, foi uma delicia.



Não demorou e senti a sua porra escorrer pelas minhas coxas e sem demora me virei e comecei a limpar o seu pau engolindo o restante de porra que o seu pau expelia. Quando terminamos de gozar o meu marido que estava enlouquecido de tesão por me ver ser comida enquanto ele dirigia, parou o carro num hot dog onde tomamos cada uma latinha de cerveja, fizemos um lanche leve e depois que eu e o Celso no refizemos, saímos novamente a andar sá que desta vez o Celso me comeu o meu cu e depois, esporrou gostoso na minha boca, foi uma noite maravilhosa e acabamos nem indo pro motel como tínhamos combinado. Agora iremos repetir daqui uns dias essa trepada dentro do nosso carro mas em um local com bastante movimento. Não vejo hora de repetirmos essa brincadeira. Meu msn é [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS



conto de cunhada que viciou emdwr o cucontos eroticos menina com pedreirocontos eróticos dona putonatitio me estuprou. tinha 7 aninhos incesto. analcontos de zoo trinamento de cao para casadascontos eróticos arregaceisou uma mulher casada mais adoro trai meu marido adoro da minha bucetinha meu cuzinho a outro homem e tambem adoro chupacontos eroticos outro pou de presente para minha mulhervideo erotico"minha primeira vez com travesti"fiz ele virar gay contocontos eroticos gays come meu pai bebado mais o meu amigocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaAdoro ser estupradacontos eroticos bia e as amigascunhada mais velha casada contosdetei com meu amigo e manai ele hetero contoaeu professora conto lesbicacontos eróticos com time de futeboltravestis do cine irismenina brinca de papai e mamae conto eroticocontos gays com mílitaresquando ela percebe que eu quero dar o cu pra ela xxxTava atrasada mas deu tempo de dar o cu contos eroticosConto erotico socando rolahomem gritado de dor porno abertando suas bolascontos eróticos sadomasoquismo exttemocontos eroticos meu alunopornô grátis boa f***.com só contos preta peituda transando com genroConto erotico caipirinhacontos gays de irmao quebrando o cabaco do irmãozinhomeu filho na lutinha ficou de pau durocontos eroticos colocar o plug no banheiro da lanchonetemeu namorado me castigou conto eroticomulher escanxa no cachorro e goza gostosocontos eroticos pesadosfofinha putaria goiania contosSou gay e tranzei com um travest contos eroticocontos Recém casada traindo marido com dono da casaconto chupei minha irmãzinha dormindoconto erotico/viadinho da mamãeconto erotico viadinho de calcinha dormindo no sitiominha esposa me transformou em travecocontos eroticos podolatria com a minha maeconto erotico com pai velho coroa grisalhocontos eroticos de estrupo exitantecontos eroticos gravidacontos eroticos de curtos relatos trvesti negra da picona comendo minha esposa no hotelminha cunhada quis que eu a visse nuaminha mulher adora ser brechadacontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigocontos eroticos jardineiro comeu eu e minha mulherfragrância zoofilia caseiro gay calcinha primo contocheguei em casa vi minha esposa se masturbando Aproveitei transei com elacontos eróticos uma travesti chupou miha bucetona greluda no banheiro femininobolinei minha cunhada por baicho da mesa videoconto comendo a mestiçaconto comeu meu cu gostosopeguei a minha atual namorado chupando a buceta da minha exContos eroticos quero ver essas tetascontos eroticos gay comecocontos eroticos pomba giraconto verídico de mãe e filhoconto erotico amazonas gayMinha irma pos uma legue sem calsinha para mim ver contosconto herotico PantanalCíntia irmã de Johnnyminha irma fudeu com nosso cachorro conto eroticocontos vazando porracasa do conto erotico velhasWww.contos eroticos de mulheres no quartel.comeu sou o viadinho do meu cunhado contos eroticoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos minha tia viuva sua amiguinhaContos, eu convidei um foragido na minha casa e ele comeu a minha mulherFoderam gente contos tennsComtos sou novinha e faço de tudo na camacontos eroticos eu minha filha e meu amigovizinha gemendocontos eroticos -comeram minha esposa com ferocidadeContos menininha pequena deixou homem comer seu cuzinho por docesendo dominada por uma lesbica conto erotico contos eroticos medico cinquentao tem sua primeira transa gayConto titio meteu a pica na minha xoxotinha.família naturista contoscontos porno casadas no carnavalcontos eróticos i****** ensinei meu filho aleijadoNo motel os dois cabaços das duas amigas da minha filha conto eroticoconto erótico com sete anos meu tio chupou mlnha bucetinhaconto gay paguei enfiei pregasporno com primas branca de olhos verdes de cabelos ruivos bunda redonda e peito pequeno redondinho / anal/conto erótico gay incesto brincarConto porno filha apanha no bumbumcasa dos contos a loira da xota grande e tatuadacontos eroticos menino de calcinha