Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FUTURO CUNHADO 3

Futuro cunhado 3







Iamos tocando a vida e todas as sextas feiras, dia de faxina, minha irma mais velha ficava em casa com a desculpa de ajudar a caçula na limpeza, (Leia Futuro cunhado2) mas, na realidade ela ficava para junto com nás receber o Beto e seu BETÃO. Tudo corria muito bem, ele chegava, davamos as boas vindas, faziamos aquela boa suruba, levavamos vara em todos os buracos. Minhas irmãs, sempre mais gulosas, recebiam o betão, na xana e na bunda. Beto arregaçava primeiro a xana da mais velha, depois o seu cuzinho. Enquanto Roberto estava socando a vara, a caçula não aguentava e eu tinha que satisfaze-la, eu alargava o rabo da caçula e agora ela engolia o betão na sua xaninha e vibrava no cacetão. O ultimo a receber o betão era o meu cuzinho, depois que ele já tinha lambuzado as xanas e o cuzinhos delas, apontava o betão em minha direção e eu tinha que coloca-lo em posição de ataque com minha boquinha gulosa. Quando seu pau ficava duro ele vinha para o meu lado, alisava-me as costas, passava a mão em minha bunda, eu me preparava para receber uma super tora, ele lambuzava a verga e o meu cuzinho, e delicadamente a introduzia. Enquanto eu o agasalhava, elas acariciavam e chupavam o meu pau, torciam, quando eu rebolando escondia o betão inteiro no meu rabo. Minhas irmas até ajudavam abrindo minha bunda e o betão escorregava rumo ao fim do tunel. Eu forçava e ela deslizava, urrava e sentia meu cuzinho ir se abrindo ate chegar ao limite. Ele bombava pausadamente, e falava se era isso que eu gostava, então toma seu viadinho, elas torciam e faziam a maior festa vendo meu rabinho ser espetado por aquele belo pau. Depois de encher-me de leite, ele lavava-se e ia embora prometendo voltar na proxima sexta para novo rodizio de vara. Nos começavamos o trabalho pesado de fazer a faxina, eu usava apenas um short curtinho e elas uma blusinha e o shortinho que deixava de fora as popinhas de suas bundas. Trabalhavamos e comentavamos sobre o que tinha acontecido e por muitas vezes ficavamos excitados, davamos uns amassos, e de vez em quando, paravamos a limpeza para aliviar nossos desejos e nessa lida ficavamos entretidos e nem viamos o tempo passar. Numa sexta feira mamae foi trabalhar e estava muito gripada, nem observamos isso e assim que o betão chegou, começamos a tirar a roupa e a agasalhar a ferramenta dele que modestia a parte era um super pau, todos gostavam dele por causa do tamanho, realmente qualquer buraquinho ficava muito bem arrolhado com ele. A mais velha sempre a primeira a ser arrolhada, afinal o namorado é dela, estava guardando o betão em sua xaninha, gemia e falava para por tudo que a gulosa aguentava, vai, soca caralho, goza na minha bucetinha. Eu alargava o rabinho da mais nova, que prefere mais dar a bunda do que a xana,mas ela aguentava bem o betão no seu cuzinho. Estavamos tão ligados na vara, todos pelados, que não percebemos a chegada de mamae que ficou paralizada na porta do quarto observando seus filhos e seu futuro genro numa suruba daquelas. So percebemos sua chegada por que espirrou, ai nenhuma vara mais funcionava, todas cairam e foi aquele corre-corre para pegar a roupa e procurar coragem para encarar a mamae que estava com uma cara de poucas amigas. Mamae sentou-se no sofa na sala e nos fomos chegando e sentando ao seu lado e em frente, quando todos ja estavam lá, ela começou o sermão. Primeiro falou que nunca esperava chegar em casa e encontrar uma cena dessas, depois explicou ao Roberto que a educação que ela nos deu foi de que usassemos sempre parceiros de casa, que aprendessemos a usar o sexo em casa mesmo, assim evitariamos doenças, gravidez indesejada e o mais importante, não ficariamos defamados pela sociedade hipocrita em que vivemos. Falou para a mais velha e para o Beto que providenciasse o casamento o mais rapido possivel, se realmente era isso que eles queriam. Roberto desculpou-se e foi embora, mamae mandou a mais velha para a loja que estava aberta somente com os empregados, falou para a mais nova voltar a fazer a limpeza da casa, era obrigação dela, ja que não trabalhava. Foi para seu quarto descansar, pediu a mim que fosse ate a farmacia buscar uns comprimidos. Quando voltei ela contou-me que fazia alguns minutos que nos observava e pode ver a gula que minhas irmãs tem por vara, e se eu ja tinha tambem experimentado o cacete do beto, confirmei e contei-lhe a historia da carona, ela disse que aguentar aquela enorme rola deve ser coisa de doido. Rimos e a deixei descansando, mas, acho que ela ficou vidrada nele tambem, sá vai esperar uma brecha depois do casamento para usa-lo. Afinal somos liberais em se tratando de sexo, damos e comemos a quem tem fome, não importa quem seja, mulher ou homem, entra na vara e vibra com ela atolada. Esse acontecimento, mudou radicalmente nossos habitos, a mais velha não podia mais ficar em casa na sexta-feira, eu e a caçula faziamos a limpeza e depois aproveitavamos na hora do banho, mas, sentiamos a falta daquele cacetão que deixava todos nás satisfeitos pela arrolhada que ele dava. Eu passei a frequentar mais a casa do meu amigo Rafael, e adorava quando estava sá o seu pai o Augusto, velho bem safado mais com uma bela rola. Depois eu conto mais coisas para voces.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS



Minha irma pos uma legue sem calsinha para mim ver contoscontos eróticos peguei ela se masturbandocontos erótico seduzi o namorado da minha irmã e ele me comeucontos de coroa com novinhoSo uso fio dental enfiado no cu.conto erotico femininocomo enraba uma colega. de trabalhocontos eroticos sequestrocontos eroticos nadega grande da esposaQuero ler contos homem fudendo meninho baiano viadocontos eroticos excitantes- a filhinha choronaCONTOS EROTICOS REAIS EM VITORIA EScontos punheta no negrocontos eroticos olhano meu marido jogando trucocontos eroticos tia suruba com sobrinhosconto amante do manoConto incestuosa desde adolescência contos eróticos:curraram minha mãe contos exoticos como fazer minha esposa fude com outro na minha frentecontos eróticos mamãe gosta de pau pretocontos eroticos meu irmao tirou mais vekho tirou meu ca bacinhoproctologista me comeu gaysubrinho transa com a tia peitudacontos eroticos fui mora com meu namoradosendo assediada na sala de aula contos eroticoscontos eroticos gays tenho seios de meninasdesmaei na hora da foda conto eroticocasa dos contos eróticos jogo seduçãopeguei minha sobrinha do interior matutinhacontos erótico menininha na trilha contos mae queria manma meu pauTranzei cm meu primo,contocasa erótica gato na luzpagamento da terceira parcelaconto gay negao casado deudando para um garoto contos bem peludacontos eróticos a puta mal conseguia caminhar no saltocontos eroticos filha currada por amigoscontos erticos pai sempre tomava banha com as filhas acaboj comendo o cuzinha delacasa dos contos erotica me doparamhistoria erotica gay perdeu virgidade anal pelo pau de 30cmwspiando mennininhos brincandu nusContos sou viadinho dos tios e amigos delescontos de coroa com novinhocontos eróticos com cachorroa pirralha conto eroticoconto erótico homem gordo nojentoconto erotico puxou o cobertor e viu minha pica grossaprimeira mulher a fazer zoofilia.no cinemadevaneios eroticos casais de feriascontos chupando rola em terreno baldioSEQUESTRO. E BIG PAU. COM GOZO NO CUprimeira vez difícil contos eróticos"CONTO"SEXO ESCONDIDO DO MARIDOcontos eroticos comendo a sogra da minha irma e socando a banana no cu delaconto perdi a.aposta comeram minha irmãconto-eu pequena e sapekinhazoofilija detei i porócontos de zoofilia sobre eguas e jumentascontos forçada a virar cadelacontos eróticos - "afastou a calcinha"contos eroticos medica rabuda enrabada por paciente/mobile/css/animate.cssgays alisando os sCosContos eroticos cocainacontos sexo tia dominando sobrinhoconto minha enteada dormiu com a bunha pra cimacontos eróticos corno no acampamentoconto gay na academiaFui Comida pelos colegas do colegios contoscontos eroticos estupro da cegaMeu compadre arrombou minha bucetacontos casafa fui pra roça me masturbei dentro fo mayoconto adoro leitecontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eróticos eu com meu 30cm comen minha prima no sofá de casaFoderam gente contos tennsmeu filho me comeubrincando com maninho acabou em sexocontos eroticos peitos sadomasoquismobricando de video game apostado com os amigos contos eroticosconto erotico minha esposa deixa calcinha aparecer na festa do sitio zoofili negao magro com umaazoofilia co caxorros das rolas mas grosas muduContos eroticos casada biscateCOnto a vizinha amamentandocontos bem safados assanhando meuzoofilia googleweblight.comafeminados de praia grande contatosxconto me beija corno estou com porra de outrocontos eroticos fui.abusada pelo meu sogro enqcontos eroticos. tennis zelenograd . ru /conto 6729 minhas filhascontos irmãzinhaviado dando o rabo desfasando