Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

POMPOAR MASSAGEM DO SEXO

Foi um privilégio poder fazer aquele curso de massagem oriental. Eu era um profissional da área de informática, em crise no casamento e buscando dar uma mudada radical no meu dia a dia.



Queria fugir do estresse diário na minha relação, daí resolvi fazer alguns cursos na área terapêutica. Foi átimo mudar pois abriram diversas oportunidades e a maior delas foi a de conhecer pessoas inteligentes, novas (não que eu não fosse jovem) e interessantes.



Comecei o curso e vi que tinham muitas mulheres bonitas e interessantes. A turma não era grande. Eu sempre atento e aprendendo o novo ofício. Atento as mulheres, passei a observar uma morena um pouco mais velha que eu, porém muito linda, uma gata. Os caras do curso, começaram a chegar nela com muita insistência e eu na minha apenas observando. Num determinado dia tive que fazer par com a Carmem (a linda e deliciosa morena).



Recordo que ela se simpatizou comigo por eu ser muito na minha e por não ficar dando em cima dela como a maioria dos caras da turma. Em um determinado dia, ela chegou atrasada e sentou-se ao meu lado falando que estava muito cansada e que desejava muito uma massagem completa. Eu olhei para ela e apenas sorri.



No intervalo ficamos conversando coisas do cotidiano. Aproveitei e ofereci uma deliciosa massagem nos pés dela. Ela prontamente aceitou sorridente. Acho que ganhei essa mulher nesse momento. Ela já estava muito intensa, tesuda e práxima de mim. Essa massagem que fiz em seus pés foi o total delirio para que ela mandasse uma direta pra mim que desejava muito que eu fizesse uma massagem completa nela. Eu falei que sim, que poderíamos marcar.



O curso terminou e uma semana depois Carmem me ligou cobrando a massagem. Marcamos de almoçar juntos no centro da cidade. E depois como sobremesa, partimos para um Motel nas proximidades. Ela era uma mulher com um corpo escultural. Era casada com um oficial da Marinha que não comparecia há tempos naquele corpo. Ao chegar no quarto, peguei-a no colo e levei-a até a cama. Coloquei ela deitada e fui aos poucos tirando sua roupa. Ela levou alguns áleos práprios para massagem e então comecei a fazer o que havia proposto. Massagem completa, ela totamente relaxada. Carmem então me puxou para cima dela e começou a me beijar com muita paixão, uma tesão louca. Tirei seu sutiã e pude sentir o par de seios mais lindos que havia visto. Uma mulher muito bem cuidada em seus 33 anos de idade. Passei a língua em seus biquinhos e ela começou a gemer muito gostoso. Era uma mulher muito fogosa que sentia tesão em qq parte do corpo. Tirei a calcinha e senti que a deliciosa bucetinha estava como uma cachoeira, molhadíssima. Putz!! fiquei louco demais pois ela era muito cheirosa, tinha a xaninha aparadinha. Comecei a chupá-la intensamente e ela foi ao delírio. Se mexia muito e queria enfiar toda aquela delicia em minha cara. A danada gozou diversas vezes intensamente. Isso sem eu ter ainda enfiado minha piroca, que por sinal já estava nervosa, com a cabeça quase explodindo de tesão.



De repente ela se virou e implorou para me chupar, dizendo que gozava muito fazendo um boquete. Nunca vi uma mulher com tão intensa volúpia. Ao recordar sempre ficava com a piroca em riste, pronta para o ataque. Ela caiu de cima de mim com aquela boca deliciosa, aveludada... Não aquentava mais daí virei-a e enfiei beeeeem devagar para sentir aquela delícia encharcadinha. Ela começou a rebolar e a gritar muito. Já gozando e gozando demais. Tive que me conter senão acabaria gozando também. Apás gozar intensamente e por várias vezes seguidas, mandei ver com muita força. Ela começou a tremer, a pular, a gemer e gozamos juntos, num puta frenesi intenso e duradouro. Que mulher era aquela galera!! E olha que eu era casado e apesar das crises com minha esposa, na cama nás nos davámos muito bem. Mas Carmem era muito diferente, intensa, carinhosa, tesão puro. Descansamos um pouquinho até que recomeçamos. Ela mais uma vez com um boquete delicioso e eu de boca no grelinho dela. Começamos tudo de novo. Dessa vez ela começou a me cavalgar. É incrível, pois aqui ao relatar esse conto, sá de fechar os olhos, me vem aquela linda cena na mente, coisa de doido!!!



O que ocorreu é que essa cavalgada era muito, mas muito diferente das outras cavalgadas que já havia recebido de outras mulheres. Ela simplesmente mexia, e muito com a buceta, apertando muito minha piroca. Era tão intenso que ela na verdade estava era me retribuindo a massagem que eu fiz nela. Agora era ela que com sua super xana, me apertava muito gostoso. Nunca havia sentido tamanho prazer. Ela tinha a técnica do pompoarismo, delicia total. Não demorou para ela voltar a gozar novamente e eu me segurei. Ela gritava, urrava e eu fui guerreiro pra não gozar tudo dentro dela novamente. E agora mais do que nunca, pois eu desejava muito meter naquele delicioso cuzinho que eu já havia beijado e feito uma deliciosa preliminar. Era tudo maravilhoso demais. Ai eu não aguentei, virei-a de quatro pra mim. Enfiei de novo, sem dá e ela gozou de novo. Beijei aquele anelzinho lindo, meti a língua e ela começou a me implorar que enfiasse tudo para ela mais uma vez gozar, mas agora pelo cuzinho. Não me fiz de rogado e fui colocando, beeeeem devagarinho, pra podermos curtir muito aquele momento delicioso. Fui carinhoso com ela a todo instante para ela não se assustar. Enfiava e esperava o rabinho dela se acostumar com minha tora dentro dela. Enfiava mais um pouco e esperava, até que ela deu sinal verde para começar a bombar naquele delicioso rabo. Estoquei fundo e ela começou mais uma vez a tremer e gozar intensamente. Dessa vez não aguentei e soltei todo meu leite no rabinho. Cai feliz e ela também. A danada apertava muito meu pau agora com o rabo. Que delicia!!!!



Infelizmente não conseguimos mais nos encontrar pois o marido dela foi transferido do Rio para outro local e perdi completamente contato com aquela linda e deliciosa mulher chamada Carmem.



Espero que tenham apreciado o conto. Essa histária, felizmente, não foi ficção, realmente aconteceu e procurei ser fiel em tudo o que rolou naquele momento mágico em minha vida. Estarei postando outros contos tão logo haja tempo para redigir. A partir desse dia, passei a pesquisar mais sobre essa maravilhosa técnica indiana que é o pompoar e todas as mulheres que me relacionei, procurei passar um pouco da técnica. Uma maravilha para que pudessem se sentir sempre bem e com auto estima elevada.



[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS



contos minha irmã cavalacontos sexo meu filho meu homem fazendo gozar mulher casada darlene contoscontos eroticos professorapôrno pima maveliaContos eroticos flagrou namoradacontos de safadas com padastroscontos eroticos de meninas novinhasporno club contos eroticos de meninos gayscontos armei estrupo para minha esposafilmadora dentro da vagina enquanto gozaeu confesso caso de incestocontos eroticos gerro tomado umas cervejas com a sogra sozinhos e da em cima delasexo contos mendiga estupromoletom sem cuecaContos historias xxx sexo história verdadeira que comeu a sobrinha virgem que não queria darzoofilia xxconto erotico casada biquínifotos de fodas de buceta gostosa do precinpio ao fim todas as coloca?.estourei o rabo da minha cunhada contocomtos erotico de mulheres que fazem sexo a noite toda com o parceirocontos eroticos calcinha desaparecendoFazendo uma suruba coma sogra e o sogro contosarrombei o cu da minha colega contoarenoite com a cunhada casada contoscontos irma chantagioucontos de cú de irmà da igrejasequestro e muitas lambidas no greloxvidios mulherfidendo com cavalosconto erotico um padre me come e eu sou homemcontos de cú por medoFui trabalhar de servente e dei meu cu contoscontos eroticos a forçaprofessor do cursinho contos eróticosver contos eroticos de empresários comendo o cu de.funcionáriosComi a rafaela conto eroticoduas irmas gozando juntas conto eroticohistorias heroticas brexando a filhaempregadinha rose contos eroticospeitinhos feito pera chupada pela amigaconto papai noel tirou meu cabaço gayquero ver pornô de menininha pequenininha da Angola Angolacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacomendo minha mae conto realconto clube de amamentacao de adultosporno gay contos eroticos passando as ferias comendo priminho inocentetravesti zinha bem novinha gememdo muito na picacontos de menininhas sentando no colo de homensFudeer minha avoCunhada dormindo com a bundinha descobertacontos de incesto onde tio coloca sobrinha de nove anos no coloCasadoscontos-flagrei.conto erotico invers de marido amarrado dormindoconto erotico nega casada e rabudacdzinhas como tudo começou contosboquete cinemapenis entandrocontos eroticos incesto meu primeiro orgasmo pai e filhinhaconto papai noel tirou meu cabaço gayquero ver um vídeo de graça de graça rouba pica bem grossa dentro da b***** entrando bem devagarzinho b************Dei a buceta e o cu,para um roludo e chorrei muito conto eroticocontos eroticos primeiri orgamos com meu irmaoo tio ceduzino adolecente metendo odedo priguitinhacontos eroticos o traficante comedor de casadasMeu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,O amigo dele me comeu contosViadinho Na Africa Contos Eroticosconto erotico jogando game com o garotinhomeu sobrinho excitado veridicocontos eroticos incesto bebadoDesvirginando a sobrinha de 18 anoscontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandroscontos eroticoso cu da cadelinhacornosubmissocontocontos eróticos minhas afilhadinhas da bocetinha bem novinhaFui confundido e tive que da conto erótico gaycontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosmeu,vizinho mais velho me lambeumae short filho conto incestocontos a crente que gosta de dar a bucetameterola griluda e pintudacontos a filha da minha namoradaconto minha madrinha feis eu dar a buceta virgem pro padrinho/mobile/images/contos-eroticos-logomarca.jpgcontos sexo a papai vai doer não cabe