Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI MINHA TIA CARENTE

Depois que se aposentou minha mãe adora ir para as fazendas dos meus tios nas proximidades da cidade onde eu moro, são duas tias uma de 48 anos e uma outra de 38 cujas fazendas se distanciam mais ou menos 4 km uma da outra. Minha tia Alice (nome fictício), a de 38 anos, vinha sofrendo muito com o marido alcoolatra, e já tinha tentado de tudo pra fazê-lo mudar e nada adiantou. Certa vez combinei com minha mãe de busca-la na fazenda à tardezinha, porém quando cheguei na casa de tia Alice, minha mãe se encontrava na casa da outra tia, me propus a ir busca-la, mas minha tia me pediu pra que eu a esperasse lá, uma vez que meu tio havia bebido e saído de casa e já ia escurecer, sem questionar, inocentemente atendi o pedido de minha tia que é muito bonita, morena de olhos verdes, pernas grossas lisinha e bem torneadas, uma bunda enorme redondinha, apenas seus seios eram bem pequeninos. Começamos a conversar e ela começou a reclamar da vida, pois meu tio fazia ela sofrer muito. Conversa vai..., conversa vem ela me disse que a mais de 1 ano não fazia sexo, pensei: "ELA DEVE ESTAR SUBINDO PELAS PAREDES", mas fiquei meio envergonhado e me calei diante do que tinha ouvido. Conversamos mais um pouco e eu sempre observando aquele corpo lindo, vestindo uma calça de malha coladinha o que acentuava o tamanho da sua bunda, quando dei por mim percebi que ela estava chorando. Sem segundas intenções abracei minha tia para tentar consola-la, ela se agarrou a mim com muita força, ficamos abraçados por um longo tempo e ela não me soltava. Eu estava sentindo sua respiração ofegande na minha orelha, com isso meu pau começou a se animar e involuntariamente começou a dar uns pinotes, o que minha tia percebeu e fez questão de me apertar mais. Pronto, minha benga estava a ponto de bala e minha tia sentia ela em toda sua extensão, num certo momento ela deslisou sua mão sobre meu peito descendo até meu pau, segurou firme, olhou pra mim e perguntou: "POSSO?" sorri pra ela e concordei com a cabeça. Ela me acariciu um pouco mais por cima da calça, depois se ajoelhou na minha frente, tirou meu pau pra fora, percebi nessa hora que ela ainda chorava, fitou minha pica por um bom tempo e engoliu deliciosamente aquela pica groça, chupava com tanta vontade que tive que me controlar para não gozar na boca dela. Como se não soubesse se teria um outra oportunidade de chupar uma pica novamente, durante uns 19 minutos minha tia chupou minha pica. Se levantou, me olhou e disse: "ME DESCULPE, MAS EU PRECISAVA FAZER ISSO", e eu a perguntei: "NÃO QUER PROSSEGUIR?", ela me disse "NÃO POSSO", segurei a mão dela olhei bem no fundo dos seus olhos e vi escrito em letras garrafais QUERO GOZAR, coloquei a mão dela no meu pau, ela começou um delicioso movimento de vai-e-vem, enquanto eu tentava tirar a roupa dela. No começo ela resistiu, mas depois arrancou com força peça por peça descobrindo aquele corpo escultural, me afastei um pouco para poder vê-la por inteiro, nessa hora ela começou a chorar novamente, voltei pra perto dela e pensei: "VOU TE DAR O QUE VOCÊ ESTÁ QUERENDO". Estávamos na sala até então, nos conduzimos para seu quarto, ela se deitou, abriu as pernas e me disse: "VEM!!!!" Aquela morena era realmente linda, esqueci completamente que era minha tia. Me deitei por cima dela e cravei minha pica num sá golpe naquela buceta encharcada, ela soutou um berro de tesão e se arreganhou mais ainda para que eu pudesse ir mais fundo, comi com sofreguidão e com vontade fazendo aquela fêmea gozar desesperadamente. Tirei meu pinto de dentro dela e beijei aquele corpo inteirinho chegando àquela buceta quente, comecei a brincar com seu clitáris lambendo, mordiscando e ela, cada vez mais, gemendo, urrando de tesão, até que novamente ela gozou, e dessa vez na minha língua. Dei um tempinho pra ela se refazer, fiquei em pé, puxei-a pelo braço e a posicionais em frente a uma penteadeira com um espelho bem grande, nessa hora ela ainda estava de costas para a penteadeira. Fiz com que ela se virasse e quando ela se viu, nua, linda e prestes a ser enrabada ali, na frente do espelho, onde ela poderia se ver sendo comida, abriu um sorriso lindo, apoiou-se com as duas mão no mõvel empinou bem sua bunda e me disse: "VEM!!!", Agarrei-a pelas ancas e coloquei pinha pica todinha dentro daquela fêmea gulosa. Ela se olhava no espelho e soltava berros de tesão, olhava meu rosto pelo espelho e gritava: "MAIS.....MAIS.....MAIS....MAIS..." Uma vontade incontrolável me invadiu e tive que tirar meu pau de dentro dela, coloquei aquela cabeçona na portinha daquele cuzinho e perguntei: "POSSO?" Ela me disse: "VOCÊ VAI SER O PRIMEIRO", empurrei cuidadosamente minha vara pra dentro daquele cuzinho virgem, ela gritou mais alto ainda, sá que dessa vez de dor, parei e imediatamente ela retrucou: "NÃO PARA.", metade do meu cacete já estava dentro dela, com carinho coloquei o resto e quando ela percebeu que já tinha entrado tudo me olhou pelo espelho e me disse: "AGORA COME. VOCÊ NÃO QUERIA?? AGORA COME TUDO. Dizendo isso tirou as mãos de cima da penteadeira, espalmou-as sobre aquele bundão e se arreganhou todinha e continuou: "COME... COME POR FAVOR", eu bombava aquela bunda arreganhada na minha frente e olhava para seu rosto no espelho, e novamente ela começou a chorar e gritar "COME MEU CUZINHO VAI!!!! COME MAIS... MAIS...... É SÓ SEU MEU CUZINHO". Suas mãos escapavam e ela novamente abria aquela bunda linda pra eu comer até que chorando, não sei se de tesão ou por outro motivo ela grita: "NÃO PARA QUE EU VOU GOZAR". Tirou uma das mãos da bunda e começou uma siririca o que não durou mais de um minuto e ela começou a se contorcer e urrar dizendo "TÔ GOZANDO", naquela hora não pensei duas vezes, acelerei o rítimo e gozei junto com ela dentro daquela bunda deliciosa. Quando tirei meu pau de dentro dela, percebi sua pernas molhadas de tanto gozo saindo daquela buceta deliciosa. Nos recompomos, esperamos minha mãe chegar com minha outra tia e fui embora. Na despedida ela falou baixinho no meu ouvido: "OBRIGADO". Confesso que foi uma das melhores transas da minha vida.



E-mail= [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos menino curiosoContos eroticos no bloco do carnavalcontos eróticos com filhascomo perdi o meu analEu Bêbado e Ela Se Aproveitou Contos EróticosContos eróticos: menininha da a buceta pro camioneiro bem dotadocontos de pirocudascontos eróticos meu segredoconto erotico mulher casada ajudano um mendigo pirocudoOq deu a chantagem do sindicoviadinho iniciação contoscontos eróticos pastorcdzinha contos troca trocacoroa angolana contos eroticos angolanosconto erotico amigo bebado mulher carentecontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casadeu pro vizinho trans e ficou grávida contoscontos eroticos primeira vez siririca com 07 anos sozinhacoroa grita tica doida pauConto Comendo menina marrentacontos meu marido comeu minha maecontos de massagens alucinantesgarotinhos bem noviinhos cone!ando a bater punhetacontos eroticos casal e filhos bi passivosconto de masoquismo com meu pai me violandocontos gay infancia garoto menino. eroticocontos eróticos sonífero em famíliacontoserotico loira fudendo com negaotitio disse q ia fazer passar a vontade de fazer xixi contos eroticosContos eroticos .eu usava uma sortinho indescente meu sobrinho menor conto eróticocontos eróticos de freirascontos eroticos zoofilia com a cachorra a noiteporn contos eroticos casada na coleiracontos casada f****** com outrofui fazer uma vizita e perdi as pregas video pornoconto erotico inserto po acasocontos eróticos me fode caralho vaicontos gay o drogado me estuproucontos eroticos o empregado me bolinou e gosteicontos elas gosta de cavalinho do titioContos e roticos com gemeos i denticosconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeuPuta desde novinha contoscontos eroticos sequestrocontos minha mae viu meu rolao no bamhoconto chicoteda na bucetadei pra um estranho num baile e meu marido viu conto eroticocontos esposa foi dançar e passou buceta no pau do amigoa novinhas dermaia a guando u macho em purra toudinha no cu delasContos eróticos entrou no cudei o cu po meu pone contos eroticos pornocontos eróticos estuprei a menininha q saia da escolaminha vizinha poliana muito gostosa contosTennis zelenograd contocontos minha tia anus dilatadoContos de novinho chupando kct de caminhoneiroconto erotico gay coroa pirocudo do bar me levou pra casa dele e me arromboucontoseroticocoroasConto erotico gostosa calça suplexa medica que gostava de zoofilia_contosbucetas e bundas gigantes da capital sao paulo em cima do sofacontos gays/sendo chantageado e levando ferro a forçaprimo tarado. contos eroticoscontos eróticos minhas afilhadinhas da bocetinha bem novinhaCONTOSPORNO sapecasandalia superalta conto eróticoatolando pau grosso nas.vellinhascontos eróticos professora apostaminha esposa escolheu vibradorchantagem de filho contos eroticoscontos eróticos eu não sou gay masConto erotico socando rolacontos presenciei minha irmã fudendo com um dogtenho namorada e fui arrombadoContos mamae e titia e irma bacanal incestochupava o pau do meu tio desde novinha enquanto bricava de esconder com os priminhoscontos de safadeza com gritos de prazercontos exitantes fudi amadrinha da minha primacontos eróticos esposa amanheci toda meladanoiva putinha corninho safado tio caralhudo contosmandei minha namorafa chega gosada contos eroticoschantagem de filho contos eroticoscontos eroticos meu entiado negao me comeuContos eroticos detalhes por detalhes e falas dos autores e personagens eu era uma menina de 18anos o cara do onibus me fudeuFui Comida pelo visinhoSou gay e tranzei com um travest contos eroticocontos siririca com docecontos eroticos coroa forróContos eróticos acordadacontos eroticos a talaricainquilino viu as minhas calcinhas contos eroticoconto erotico minha irma lesbica trepo com minha noiva