Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

UM ANJO DE SOBRINHA

UM ANJO DE SOBRINHA

SEMPRE TIVE DESEJOS COM RELAÇÃO A MINHA SOBRINHA BABI. ELA É LINDINHA, LOIRINHA, OLHOS AZUIS, TODA DELICADINHA, VOZ BONITA, ENFIM, UM VERDADEIRO ANJINHO. DESDE CRIANCINHA A MINHA ESPISA QUE ERA MUITO OCUPADA PEDIA QUE EU DESSE BANHI NELA. ERA UMA VERDADEIRA BRINCADEIRA. ELA PEDIA QUE EU A ENSABOASSE E EU PASSAVA SABÃO DELICADAMENTE EM TODO SEU CORPO, MAS TINHA RECEIO QUANTO SUAS PARTES INTIMAS. MAS BABI SEMPRE ME ALERTAVA: -TIO, VOCE ESQUECEU DE LAVAR MINHA XEREQUINHA... E ASSIM ABRIA AS PERNINHAS PARA QUE EU A LAVASSE. PARECE QUE SENTIA PRAZER COM MEUS DEDOS PASSANDO ENTRE OS LÁBIOS DE SUA PEQUENA BOCETINHA. QUANDO TINHA DOZE ANOS, ELA SEMPRE IA DORMIR EM CASA, POIS GOSTAVA MUITO DE MINHA ESPOSA E DE MIM. COMO NÃO TEMOS FILHOS, PRATICAMENTE ADOTAMOS BABI COMO NOSSA. EM CONSEQUENCIA, DORMIA JUNTO DE NÓS, EM NOSSA CAMA, ENTRE EU E MINHA ESPOSA. LÓGICO QUE EU EVITAVA QUALQUER CONTATO MAS ERA INEVITÁVEL. ELA ABRAÇAVA MINHA MULHER E ARREBITAVA A BUNDINHA DE TAL MANEIRA QUE, FORÇOSAMENTE EU TINHA QUE ME ESFREGAR NELA, SENÃO CAIA DA CAMA. O INFERNO ERA QUE ELA, NESSA ODADE, JÁ TINHA 1,70 MTS DE ALTURA E UM CORPINHO AINDA EM FORMAÇÃO MAS JÁ LINDO. CERTO DIA EU ENTRO NO QUARTO E VEJO A LUZ DO BANHEIRO ACESA. ENTRO PARA APAGAR E LEVO MAIOR SUSTO: BABI TINHA ACABADO DE SE BANHAR E ESTAVA SE ENXUGANDO NUAZINHA EM PELO. FICO ESTÁTICO OBSERVANDO A CENA. BABI ESTAVA DE OLHOS FECHADOS DE FRENTE PRA MIM, OS CABELOS LOIROS MOLHADOS ESCORRENDO PELOS OMBROS, PASSAVA A TOALHA NAS COSTAS COM AS DUAS MÃOS, O QUE FAZIA SEUS PEITINHOS SALTAREM MAIS AINDA. MARAVILHOSOS. TOTALMENTE DURINHOS, EMPINADOS, AUREOLAS COR-DE-ROSA, LINDOS...MUITO LINDOS, O QUE FAZ MEU PAU FICAR DURISSIMO. AS PERNAS SEMI-ABERTAS DEIXAVAM à MOSTRA O QUE EU NUNCA VI ANTES: UM TUFO DE PELOS LISOS SOBRE A BOCETINHA. LISOS E LOIROS COMO SEU CABELO. TÃO LOIROS QUE DEIXAVAM VER TODA A SUA XANINHA. ERA UMA ORQUÍDEA COM AS PETALAS CLARINHAS PEQUENAS E OS PEQUENOS LÁBIOS VERMELHO COR-DE-ROSA, SAINDO PARA FORA. DEU VONTADE DE AGARRA-LA E LAMBE-LA E BEIJA-LA E XUPA-LA E PENETRA-LA E FAZER TUDO O QUE LHE DESSE PRAZER. FICAMOS ASSIM UNS TRES MINUTOS QUANDO ELA ABRIU OS OLHOS E ASSUSTOU-SE, TENTANDO TAPAR OS SEIOS E A BOCETA COM AS MÃOS E EU SAI APRESSADAMENTE DO BANHEIRO COM RECEIO QUE ELA, ENFURECIDA, CONTASSE PRA MINHA MULHER. GRAÇAS QUE ISSO NÃO ACONTECEU E ELA FINGIU QUE NADA HOUVE E EUTAMBÉM. MAS AQUELA VISÃO FICOU MARCADA A FERRO E FOGO EM MIM. A TODO MOMENTO EU LEMBRAVA DO QUE VIRA E MEU CACETE ENDURECIA NA HORA, EM QUALQUER LUGAR QUE ESTIVESSE. POR MAIS QUE TENTASSE, NÃO CONSEGUIA TIRAR ESSE DESEJO DE MINHA MENTE, PRINCIPALMENTE à NOITE QUE EU TINHA DE DESPEJAR EM MINHA MULHER. EU PRATICAMENTE A OBRIGAVA A FAZER SEXO TRES, QUATRO, CINCO VEZES POR NOITE PARA ALIVIAR-ME. MINHA MULHER GOSTAVA EMBORA NÃO ENTENDESSE O QUE ESTAVA ACONTECENDO. PASSARAM-SE UNS DOIS MESES E BABI PEDIU NOVAMENTE PARA PASSAR FINAL DE SEMANA EM NOSSA CASA. NO SABADO EU TENTEI DE TODAS AS FORMAS NEM ENXERGA-LA. EVITAVA OLHA-LA. ME TRANQUEI NA SALA ONDE FICA O COMPUTADOR COM O PRETEXTO DE FAZER UM TRABALHO URGENTE. MEU PAU NÃO AMOLECIA DE JEITO NENHUM. ARQUITETEI FICAR NA SALA ATÉ ALTAS HORAS PARA NÃO TER COMTATO COM O OBJETO DE MEU DESEJO. POR VOLTA DAS 01:00 HORAS DA MADEUGADA, BATEM NA PORTA LEVEMENTO. PENSEI QUE ERA MINHA ESPOSA E QUANDO ABRO A PORTA QUASE DESMAIEI. BABI ESTAVA SORRINDO, LINDA, USANDO UM BABY-DOL CLARINHO DE CETIM CURTISSIMO, MAL CHEGANDO AO FINAL DA BUNDINHA, COM UMA ALCINHA QUE DEIXAVA APENAS OS BIQUINHOS DOS SEIOS TAPADOS. PERGUNTEI POR MINHA MULHER E ELA DISSE QUE JÁ ESTAVA DORMINDO FAZIA HORAS E PEDIU COM UMA VOZINHA MEIGA: - TIO, O SENHOR ME DÁ UMAS FOLHAS DE PAPEL? ESTOU SEM SONO E QUERO ESCREVER UM NEGÓCIO. EU, QUASE MUDO, DIGO QUE O PAPEL ESTÁ NA PARTE DE BAIXO DO ARMÁRIO ATRAS DELA. ENTÃO ELA SE VIRA E SE CURVA BASTANTE PARA PEGAR O PAPEL E, PARECE PROPOSITAL, O BABY-DOL DESCOBRE SUA BUNDINHA. ELA ESTAVA COM UMA TANGUINHA BRANCA DE LACINHOS NOS LADOS, BEM PEQUENININHA. QUE MARAVILHOSA AQUELA BUNDINHA: BRANQUINHA, CHEINHA, ARREDONDADA, COM SUAVES CURVAS E AQUELA TANGUINHA QUASE ENFIADA NO REGUINHO ERA O MEU DESEJO. BABO FICA NAQUELA POSIÇÃO MAIS TEMPO QUE O NECESSÁRIO FAZENDO MINHA PICA FICAR COM O DOBRO DE TAMANHO QUE O NORMAL. COMO EU ESTAVA VESTINDO UM SHORT SEM CUECA ERA INEVITÁVEL QUE ELA VISSE. QUANDO ELA SE VIRA, EU SOU TOMADO DE LOUCURA E RAPIDAMENTE BAIXO O CALÇÃO MOSTRANDO PARA BABI TODO O MEU DESEJO. MEU PINTO LATEJANDO COM A CABEÇA VERMELHISSIMA CHEIO DE VEIAS E GROSSO. ELA FICA PARADA NA MINHA FRENTE COM EXTREMA CURIOSIDADE, SEM MOVER OS OLHOS, FIXOS NO MEU CACETE. COM AQUELA IDADE E COM OS CUIDADOS DA FAMÍLIA ACHO QUE BABI NUNCA TINHA VISTO UM PAU DURO CHEIO DE TESÃO COMO O MEU. AONDA MAIS QUE MINHA MULHER FAZ COM QUE EU O DEPILE COMPLETAMENTE E ESTVA SEM NENHUM PENTELHO FAZENDO COM QUE ELA PUDESSE VER TODA A SUA MAGNITUDE. EU NÃO AGUENTO E COMEÇO A BATER UMA PUNHETA, APERTANDO FORTE MEU PAU E MOVIMENTANDO BEM DEVAGARINHO. – VOCÊ JÁ VIU UM PINTO DURO ANTES, BABI? ELA SÓ MEXE COM A CABEÇA PARA DIZER NÃO. – VOCÊ QUER QUE EU CONTINUE A MEXER COM ELE, BABI? ELA RESPONDE AFIRMATIVAMENTE COM A CABEÇA E COM OS OLHOS FIXOS NO MEU PAU. – QUER MEXER NELE? VEM CÁ, PEGA NELE...BABI DIZ QUE NÃO. CONTINUO A BATER PUNHETA COMO SE TIVESE ENFIANDO NELA. – TIO, É GRANDE E MUITO GROSSO...FALA COM EXCITAÇÃO NA VOZ. – BABI, VOCÊ QUER VER EU GOZAR? SAI UM LEITINHO QUANDO EU GOZO, QUER VER? BABI BALBUCIA: -QUERO! NESSA ALTURA, UMA ALÇA DO BABY-DOL CAI E UM SEIO APARECE. EU NÃO AGUENTO E GOZO, EJACULANDO PORRA SOBRE TODA A MESA. BABI FICA COM A BOCA ENTREABERTA COMO SE ESTIVESSE TENDO UM ORGASMO TAMBÉM. QUANDO ACABO DE GOZAR ELA SAI EM DISPARADA EMBORA PARA O QUARTO. PASSADOS ALGUNS MESES SEM QUE EU TIVESSE NOTICIAS DE BABI, MINHA ESPOSA ME FALA QUE ELA IRIA FAZER 19 ANOS E QUE SEU MAIOR SONHO ERA TER UM NOTEBOK. EU DIGO QUE IAMOS REALIZAR O SONHO DELA POIS EU COMPRARIA O PRESENTE. LOGO APÓS, ENTRO NO MSN E SABENDO QUE ELA VIVIA CONECTADA, ABRO DIALOGO: - VOU REALIZAR SEU MAIOR DESEJO....BABI RESPONDE: - QUAL? EU DIGO: O MAIOR QUE VOCE TEM...QUAL É?...APÓS UM BREVE SILENCIO EU TECLO: VOU DAR UM NOTEBOK DE PRESENTE PARA VOCE EM SEU ANIVERSARIO DE 19 ANINHOS...BABI DIZ: VOCÊ JURA? NÃO É BRINCADEIRA? É VERDADE? EU FALO: - SIM MAS VOCÊ TEM QUE FAZER DUAS COISAS, DUAS PROMESSAS, VOCÊ FAZ? ELA RESPONDE: - FAÇO SIM, PARA VOCÊ EU FAÇO...O QUE É? –PRIMEIRO, VOCE TEM QUE GUARDAR SEGREDO, POIS MINHA MULHER QUER FAZER SUPRESA...DEPOIS, VOCÊ TEM QUE ME DÁ UM ABRAÇO...BEM FORTE...VOCÊ FAZ? BABI DIZ: - FAÇO...FAÇO...NÃO VOU CONTAR PRA NINGUEM...EU JURO...E O ABRAÇO É VOCÊ QUE TEM QUE DAR...BEM FORTE...ME SUFOCANDO...EU DEIXO....O PRESENTE FOI ENTREGUE NO SEU ANIVERSÁRIO E ELA VIBROU, FINGINDO SUPRESA, COMO SE NADA SOUBESSE. ALGUMAS SEMANAS DEPOIS, ELA VAI NOVAMENTE PASSAR UNS DIAS EM CASA. QUANDO ELA CHEGA, MINHA MULHER ESTAVA NO BANHO E EU TENTO LHE ABRAÇAR. BABI ME EMPURRA, ME REPELINDO FURIOSAMENTE E SAI CORRENDO EM DIREÇÃO AO BANHEIRO, CHAMANDO MINHA ESPOSA. EU ATÉ TREMO, MAS ELA NADA FALOU SOBRE O FATO. FICO CONFUSO COM O CASO E RESOLVO USAR A MESMA TÁTICA ANTERIOR. DIGO à ESPOSA QUE VOU FAZER UM TRABALHO PARA A MINHA FIRMA E ME TRANCO NA SALA DO COMPUTADOR. NÃO CONDIGO FAZER NADA ALÉM DE FICAR PENSANDO EM BABI E NA REJEIÇÃO QUE SOFRI. TAMBÉM ACHO QUE ERA LOUCURA I QUE ESTAVA FAZENDO E AFIRMO ESQUECER TUDO ISSO. ESTOU DORMINDO NO SOFÁ QUANDO A PORTA SE ABRE LENTAMENTE. BABI TINHA PEGADO A CHAVE DE MINHA ESPOSA ABRIU A FECHADURA. ELA VENDO QUE ACIRDEI PEDE QUE EU ENSINE A MEXER EM ALGUNS PROGRAMAS DO SEU NOTEBOK. NÃO CONSIGO RESPONDER NADA, VENDO AQUELA NIFETINHA DE MEIAS BRANCAS E UMA CAMISETA LARGA QUE VESTIA. COMO SE NADA TIVESSE ACONTECIDO QUANDO CHEGOU, BABI ABRE O NOTEBOK, SENTA-SE NA CADEIRA E FALA: - TIO, COMO USA O POWER-POINT? ME AJUDA, TIO? EU VOU POR TRAZ DELA E APERTO AS TECLAS DE COMANDO. ELA RI DE ALEGRIA. PARA ENSINA-LA EU PASSO OS BRAÇOS EM SUA VOLTA PARA ALCANÇAR O TECLADO, PEGO SUAS DUAS MÃOS E VOU COLOCANDO NAS TECLAS, SUSSURANDO BAIXINHO EM SEU OUVIDO:- É ASSIM QUE SE FAZ, VIU? É FÁCIL...TENTE AGORA...ENQUANTO ELA TENTA, EU COLOCO AS MÃOS EM SUAS COXAS E FICO ALISANDO AQUELA PENUGEM LOIRA. ELA NÃO FALA NADA NEM REAGE. ENTÃO SUBO AS MÃOS ATÉ ALCANÇAR A SUA CALCINHA. – A SUA TIA JÁ DORMIU? BABI DIZ: -JÁ. TÁ ATÉ TONCANDO. EU FICO COM UMA MÃO SOBRE A CALCINHA DELA E SUBO A OUTRA POR DENTRO DA CAMISETA E FICO ACARICIANDO O SEU SEIO POR BAIXO, BEM DEVAGAR. PEÇO A ELA QUE ABRA UM POUCO AS PERNAS E ELA ABRE IMEDIATAMENTE. ENTÃO COMEÇO A MASSAGEAR SUA VULVA POR CIMA DA CALCINHA ENQUANTO PASSO MEUS DEDOS EM SEU PEITO. ELA PARA DE TECLAR E EU PERGUNTO: - QUER QUE EU PARE? POSSO CONTINUAR? ELA FALA: - CONTINUA, TIO! APÓS ALGUM MOMENTO DE CARINHO ELA DIZ: -AGORA O SENHOR QUER O ABRAÇO? EU FAÇO ELA LEVANTAR E DOU-LHE UM ABRAÇO PELAS CINTURAS E ELA PASSA OS BRAÇOS PELO MEU PESCOÇO. – BABI, PODE SER UM ABRAÇO BEM FORTE? – PODE, TIO, BEM FORTE. EU A PUXO MAIS E ENCOSTO MEU PAU DURO EM CIMA DE SUA BOCETINHA E COMEÇO A ESFREGAR BEM FORTE. – ABRE MAIS AS PERNAS, BABI, QUE FICA MELHOR. ELA ABRE BEM AS PERNAS E COMEÇA A SE REBOLAR E SE ESFREGAR NA MINHA ROLA DURA, ENQUANTO ME APERTA COM OS BRAÇOS E RESPIRA OFEGANTE EM MEU PESCOÇO. LEVANTO A SUA CAMISETA E TIRO, DEIXANDO-A SÓ DE CALCINHA BRANQUINHA. BABI ESFREGA TAMBEM SEU SEIOS EM MIM ENQUANTO SE REBOLA NO MEU PAU. EU FAÇO ELA SE DEITAR NO SOFÁ E ABRO MAIS SUAS PERNAS E LEVANTO-AS E ENTRO NO MEIO ESFREGANDO COMO QUEM ESTÁ FODENDO BEM GOSTOSO. PERGUNTO SE ELA QUER CONTINUAR ELA NADA FALA. ENTÃO EU TIRO SUA SALCINHA E CHUPO BEM DEVAGARINHO AQUELA BOCETINHA LOIRA. QUANDO PASSO A LÍNGUA NA RACHA BABI TREME E GEME. ENTÃO TIRO O CALÇAO E MOSTRO-LHE A MINHA PICA BEM DURA. BABI GEME E DIZ: TIO, EU NUNCA FIZ... VAI DOER MUITO...EU NÃO QUERO QUE O SENHOR GOZE NA MINHA XANA, TÁ? – CALMA, BABI, SÓ VOU ESFREGAR MEU PINTO NA SUA RACHINHA...NÃO VAI DOER NADA...E COLOCO MEU CACETA NA RACHA E COMEÇO O MOVIMENTO DE VAI-E-VEM. BABI ESTÁ COMPLETAMENTE ENSOPADA. – COLOCA NO BURACO, TIO, COLOCA... COLOCO A CABEÇA NA ENTRADA DA VAGINA E DOU UMA VARADA VIOLENTA NA SUA BOCETA, COLOCANDO ATÉ OS BAGOS EM SEU BURAQUINHO. ELA DÁ UM PULO E UM GRITO ALTO: - PÁRA! MAS JÁ ESTOU TODINHO DENTRO DELA E A ABRAÇO BEM FORTE. – É ESSE O ABRAÇO QUE VOCÊ ME PROMETEU? VOCÊ DISSE QUE DEIXARIA EU TE DAR UM ABRAÇO BEM FORTE, NÃO FOI? OLHO PARA SEU ROSTO E VEJO ALGUMAS LÁGRIMAS SAINDO DE SEUS LINDOS OLHOS AZUIS. BABI DIZ: PODE ME ABRAÇAR...PODE METER SEU PINTO GRANDÃO EM MIM...METE, TIO... AÍ EU COMEÇO A ENFIAR COM TODS FORÇA NA BOCETINHA APERTADINHA DE BABI E ELA A GEMER E SE MEXER TODA. AÍ NÓS DOIS EXPLODIMOS NUM GOZO ÚNICO E EU ENCHO SUA VAGINA DE PORRA...ELA ABRE MAIS AS PERNAS E ENFIA SUAS UNHAS NA MINHA COSTA E TREME TODINHA DA CABEÇA AOS PÉS.....- É GOSTOSO FODER, TIO...EU QUERO MAIS SUA PICA...COLOCA MAIS....

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


eu confesso mijocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto erotico de mulher casada socando o pepino na buceta e cenoura no cumeu corpo que era devastado pelo seu pau ainda duro contos eróticos Contos a bct da minha mulher e feia mais adororocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaporno gay interracial com macaquinho gulosoo dia que minha avo me pegou de pau duro contos eroticosContos eróticos linguada safadocontos swinger fudendo sogra e sogro bicontos eroticos peitos sadomasoquismocontos erotico gay quando mim focaraocontoseroticosviolentadaseu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestocontos gay amigo da minha irmameu marido me deu um cachorro contosMulher chupando a dongacontos eroticos sobre voyeur de esposaos bêbados mais lindas gostosas de todos os tempos pelados mostrando o pauContos eroticos comi minha irmazinhaFui Comida pelos colegas do colegios contoscazal gay fudedo gostoso ao vivocomi a lesbica conto/conto_6763_comi-meu-tio.htmlcontos eroticos de iniciação gay: mete devagarfingi que dormia pra ver ela meter contosconto erotico fingi que tava duente e cumi o cu da enfermeiracomi a mulher estrupada do traficante contos eroticocontos me faço de recatadaconto eróticos sexo entre família gozando dentro da buceta engravida delerealizei minha fantasia ser possuída por outro homem na nossa cama e com meu marido assistindo. .se bater uma punheta em cima de uma bucetinha pode emcravidacontos eroticos de como eu perdi minha virgindade aos 16contos exibindo esposa na borrachariacontos erótico- fui estuprada e gosteicontos eroticos hetero casado fui dominado pelo coroacontos casal nu praiaContos eroticos gay olixeirocontos eroticos com foto empregada rabuda baixinhavirei puto dos segurancas sadomasoquismo conto gaycontos eroticos.veridico.minha esposaNegão Da Picona Na Africa Contos Eroticosconto eroticos amigo mais velhocontos eroticos devoradoconto erótico de mendingovamos lá tem uma loira chupando a b***** da outra na boa f***conto gozando no cu da gostosa de suplexcontos veridicos de mulher casadaMadre contos eroticogozei com a minha.irma no meu colosou puta e pratico zoofiliafoto da minha sobrinha pimentinha conto eroticospagou pra cunhada,sobrinha,enteada,pra chupar caseirocontos eroticos velho na praia de nudismocontos eroticos sequestrocontos veridicos de japa com negao de pau giganteconto erotico perdi calcinhamachos arrombador de gay afeminadominha mulher explorando meu cu contocasadas baxias di calsias na zoofiliapau grande enfiadi. todo nicuWww.contoseroticosvirgindade.combuceta inchada da cunhada...contoscontos de menina crenteContos enteada acampandosafada pediu pro tio pauzudo gosa dentroconto gosto de usar roupas femininasNovinha Bebi porra do meu amigo contocontos eróticos de dançameu filho xerou meu cucontos eróticos casal Passei a noite no autorama no Ibirapueracontos comedo gay e heterocontos eroticos comi a bunda da minha tiaconto submissa ao paus negros e grandecontos com casais euroticos na buateconto eróticos jogoencoxando coroa casada em Jundiai conto real