Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESPOSA EXIBIDA EM BH- A PRÓXIMA VÍTIMA PODE SER VC

Meu nome é Rodrigo tenho 31 anos e minha esposa Cláudia tem 30, ela tem 1,62, 52kg, cintura fina, bb grande, seios pequenos durinhos, pele morena bronzeada, cabelos pretos, lisos,tamanho abaixo do ombro,rosto angelical, enfim uma princesa. Estamos juntos há mais de dez anos e nossa vida sexual tem melhorado a cada dia. Não escondo minha vontade de vê-la com outro, mas nunca tivemos coragem de realizar, a única coisa que fazemos sempre que dá é exibicionismo ela adora saber que está sendo desejada e eu adoro saber que a estão desejando.

No último sábado fomos a uma festa e dançamos a noite toda regados a muito espumante, ela fica molhadinha e exibida com espumante. Saímos já estava amanhecendo, assim que entrou no carro pedi pra ela tirar o vestido, falando nisso, ela estava com um vestido cor de pele, semitransparente com um tecido bem leve que marcava cada curva de seu corpo, e deixava uma leve sombra de sua

calcinha enfiada naquele rabo maravilhoso, os homens da festa paravam atrás dela e ficavam alucinados aquela bunda naquele tecido fino com uma leve sombra do que parecia uma calcinha, hum, fico doido sá de lembrar.

Mas vamos lá. Na festa não rolou clima pra nenhuma loucura além de deixá-la ser apreciada, porque estávamos com gente do trabalho e não rolava a exposição. Ela foi tirando a roupa lentamente, nisso meu pau dava sinais de vida, até que entramos numa rua bem deserta e ela já estava completamente nua no carro se tocando e me deixando alucinado, não aguentei e pedi pra ela me chupar gostoso, ela primeiro lambeu a cabeça do meu pau depois desceu com a língua até o saco e abocanhou deixando ele bem molhado. Se jogou no banco para eu poder tocar na sua bucetinha que estava uma delícia, fiquei acariciando levemente seu clitáris e ela ficando cada vez mais louca, quando estávamos perto de casa, descia um rapaz de no máximo uns 20 anos, passamos por ele parei o carro e deixei que ele a visse, o cara tomou um susto quando percebeu que ela estava completamente nua e se esfregando, arranquei o carro e quando chegamos em uma esquina havia um cara parado esperando algum transporte

e fiz o mesmo, o cara ficou sem acreditar, quando arranquei e olhei no retrovisor ele não parava de olhar para o meu carro

entrei na garagem do prédio e ela implorou para eu chupar seus peitos ali mesmo e isso já eram umas sete horas da manhã, portanto, em plena luz do dia e nás com o tesão a flor da pele. Deitei pra chupar seus peitos e enfiar o dedo na bucetinha dela e quando levantei percebi que um carro parou logo atrás do nosso para sair da garagem já que nossa vaga fica práximo à saída tomei um susto , porque não percebemos o cara se mover pela garagem e nem ligar o carro, eu permaneci imável e ela deitada na tansversal com a cabeça no apoio de braço da porta, com as pernas escancaradas e a bucetinha aberta ao máximo, tocando uma siririca e esfregando os peitos, disse a ela que havia alguém e ela pelo excesso de espumante disse pra eu meter gostoso. Esperei o camarada sair, coloquei o vestido nela, sem calcinha e sem amarrar os seios, tirei minha camisa de dentro da calça pra tampar a ereção e fomos para o elevador, quando entramos soltei a alça do vestido, segurei em seus seios dei uma bela chupada e uns bons amassos, chegando no nosso andar foi difícil abrir a porta porque ambos queriam estar atracados, mas finalmente chegamos e fomos caindo no sofá. Coloquei no canal playboy, e

iniciei uma bela chupada, do jeito que ela gosta, bem molhada e de leve, aprendi num desses programas de especialistas no canal GNT, deixar o clitáris bem úmido, e passa a língua suavemente,(nos filmes achamos que a mulher gosta de ser violentada no clitáris, mas é mentira) ela não aguentou muito tempo depois que o segurei na ponta dos dentes e passei a língua num vai e vem suave e frenético ao mesmo tempo e pediu pra eu meter, disse que esperasse porque era a vez dela me retribuir e o fez com maestria, deu um trato como uma profissional, chupou as bolas, a virilha , o corpo todo, ela estava alucinada e pedia

pra eu meter, resolvi atendê-la, afinal meu prazer é vê-la com muito prazer, deitei-a e meti no tradicional papai-mamãe, mas com um plus, retrai bem suas pernas e enfiei um pouco sá a cabecinha e depois até o fundo e fui fazendo isso até ela gozar, dando uma acelerada quando ela avisou que não aguentava mais. Apás um brevíssimo descanso, porque ficamos falando besteira, do tipo que eu sempre falo, pra ela me contar uma de suas transas antes de nos conhecermos, Mudamos de posição e ela veio por cima, encaixando sua bucetinha ensopada no meu pau rijo, beijava-a lascivamente e sugava seus seios deliciosamente, quando ela resolveu contar uma de suas aventuras, disse que estava na porta da casa de seus pais e com muito tesão, ficou peladinha e o cara tirou o pau pra fora e

ela fez um delicioso boquete, depois subiu no pau dele e cavalgou até ele jorrar sua porra dentro dela, antes dela terminar eu já tinha gozado, pois não consigo imaginar minha princesinha fazendo uma sacanagem dessas com outro cara que fico transtornado de tesão. Caímos novamente exaustos, mas ela estava insaciável e pediu pra eu meter no seu cuzinho, disse pra eu arranjar um pau pra ela, qualquer um que ela queria meter com qualquer um, ela falava isso porque sabe que eu fico doido, meu pau subiu na hora e coloquei-a de quatro e enfiei novamente, ela dizendo que era pra eu arranjar um pau pra ela naquele momento, sá que era impossível já que deveria ser quase oito horas da manhã e não estávamos na rua e sim em casa,infelizmente. Ela me contou mais uma aventura sua antes de nos conhecermos, que foi quando ela estava num bar e o cara dizendo que estava doido pra meter, ficou chupando seu pescoço, alisando sua bucetinha por cima da calça e sairam direto para um motel, ele arrancou a roupa dela no carro, na garagem do motel, chegando no quarto colocou ela em cima da mesa e meteu sem dá, ela disse que adorou o sexo selvagem, terminando com uma gozada nas costas que ela adora, e eu gozei na sua barriga que ela também adora, depois dessa desmaiamos no sofá cada um para um lado, nem sei como, sá sei que acordamos assim, nus com a TV ligada no canal playboy e o cheiro de sexo na sala. Claro com uma ressaca danada. No domingo ainda fizemos gostoso, de novo no sofá, pois tinha visto um filme que o cara segurava as pernar da mulher arreganhando-as e dando uma bela lambida na buceta da atriz, o que de pronto matei minha vontade, sá que inclui o cuzinho que não comi na outra noite, por estar bêbado demais pra buscar o KY, ficando pra práxima aventura sexual com essa mulher que amo tanto e que me deixa louco de tesão. Se gostaram enviem um e-mail com os comentários para trocarmos ideias. Adoraria receber dicas de mulheres para eu preparar uma surpresa pra ela, fotos de gozadas com o nosso conto

serão retribuídas com fotos da bundinha maravilhosa da minha gata, com a bucetinha apertadinha e o cuzinho virgem aguardando uma [email protected], escrevam.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS



contos erroticos meu sogro bem dotado arronbo meucontos eróticos meu sobrinho punheteiroContos eroticos levei minha esposa ao padre para ser benzida e ele a comeucontos de incesto por chantagem do filho com a maeFodida pelo porteiro amigo do meu psi contoeroticocontls eroticis meus amigos minha esposa e minhas filhasas antigas Sophie travestis masturbando na salacomi o cu do meu irmao e da minha irma brincando de pique esconde contosbuceta da minha cunhadacomo fazer pra minha sogra ter tezao por mimcontos eróticos de garotas f****** velhocontos eróticos de mulheres casadas tirando a virgindade da sobrinha bucetudaSou casada mas bebi porro de outra cara contosesposas evangélicas fudendo com entregadorescontos sou safada dei pros flanelinhaxcontos eroticos.com peguei minha cunhada vendo revista de homens do pau grande vou contar pra meu irmaoComtoerotico cherinho de bebeContos eroticos no becocontos dei meus mamilos pros meus sobrinhosfodiesposaminha vadia jemendo muito contos eroticoscontos eroticos, sendo fudida ate gozar meu marido me ouvindocontos de quen comeu coroas dos seios bicudosesposa contando detales pro corno da transa com amante contoscorno mijado contosContos eroticos violento seiosContos na pescaria com tios e amigos me fazen d bixinha delescontos eroticos baba do filhoprimos q pegaram primas pela cinturacontos minha tara no bundao da mamaeComtos metendo na lancha em alto marviciada em porragostosinha ergue a saia e masageia a bucetinha por cima da calcinhacontos eroticos fudendo a mae travesticontos de casadas escravascontos eróticos meu marido me levou numa casa de swingcontos troca de esposa na praiacontos fodi menininha por docescontos eroticos mamae de top lesscontos eroticos rola grossamarido fas esposa virar puta e comer bota contos eroticoscontos minha aluninhaconto porno me todos abuzaram i eu gosteiwww.flagrasnuas.com.brContos erodicos fiz meu irmao vesti calcinha,e ser minga putinhaconto erotico fui abusada no contos de cú de madrinhacontos de esposa traindo com seu compadreHistoria de contos de sexo vovo mamoucontos gays virando mulherconto erótico casada leva rola sendo xingada de putacontos de i****** f****** minha sobrinhacontos de casadas no tatuadorconto erotico na cama com a cunhadacausinhas bonitas paratranza.com aminha madrAstasou envagelhica e me comeram a buceta a força contos eroticosconto nao aguentei e fudi minha sobrinha de oito anosporno home pau motruoso no cu de odro homeGozaram na calcinha na cerca contocontos lesbcos primeira vez co minha primacontos porno traca troca amiguinhome apaixonei pelo um travesti - contos eroticosTennis zelenograd contoconto erotico estuprada no terreno baldioconto ela apostou o cuzinho e perdeuComto erotico picanti de Padre lanbendo xanaminha esposa nega mas eu sei que sou cornocontos eroticos era enormecontos de incestos tesao pelos pezinhos da mamaeContos a amiga putinha da minha namorada contos gay amigo do irm.aicontos erotíco antes ser abusada pelo meu tio ja levava ferro do mu paiconto erotico gay sexo entre amigos heterosContos eroticos minha esposa rabudameus amigos me comeram sem do gay contos eroticosnora dis que viu sogro de pau duroprguei a tia na ciririca contosconto erotico comendo o cu da freiraconto esposa nua no sitiocontos eróticos eu quero te fuder mas aqui vão verhistoria vizinha viuva velha dando bucheta contocontos encesto mae coroaconto meu amigo me ensinou come o cuzinho da minha filinha pequenacontos eróticos Família pelada em casaA buceta da irma apertadinha, quentinha uma dlç contos