Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA ESPOSA E O GARÇOM DO MOTEL



Somos um casal com 50 anos ambos e 19 de casados. Sou branco 1,77m e ela morena clara 1,55m, coxuda e com um abunda deliciosa. As vendoras de roupas sempre elogiam o seu corpo e admiram pela idade. Suas roupas nunca precisam de ajustes. Ela adora esses momentos. Temos muito tesão um no outro e uma vida sexual bastante ativa. Há poucos anos começamos, por minha iniciativa, a apimentar nossa relação fantasiando outro homem junto a nás. A idéia de vê-la espetada ou mamando outra rola me enche de tesão. Fui conseguindo que ela me contasse, por exemplo, como havia perdido o cabacinho. Fui fazendo igual como ela descrevia e gozamos loucamente. Outra vez, contou-me como deu o cuzinho pela primeira. Estava de vestidinho no cinema, já tinho ido ao banheiro e tirado a calcinha e chupado muito o namorado durante o filme. Saíram do cinema e foram namorar num jardim, onde num banco, atrás de uma árvore, ela jogou o vestido sobre o colo dele e segurou a rola direcionando no cu até o talo.

Sempre compro ligerie pra ela, ou vestidinhos muitos curtos pra usar dentro de casa. Num dia quente e com muito tesão chamei-a pra irmos a um motel e que ela já saísse de casa com a microsaia. Mal cobria a testa da bucetinha numa calcinha branca bem enfiada nos lábios. Com vergonha, ela olhou se não passava ninguém na rua e correu pra garagem entrando no carro. No caminho fui alisando aquelas coxas e ela pegando no meu pau latejando. Rapidamente, entrei num posto de gasolina (não precisava) e ela assustou-se; - “Onde você vai?...

Parei junto a bomba, abri o vidro até embaixo, e sem botar a cabeça pra fora, pedi dez reais de gasolina. O frentista quase botou a cabeça dentro do carro pra pegar a chaves e a comeu com os olhos. Ela tentava tapar a xotinha com as mãos, mas eu pedi pra relaxar beijando deliciosamente. Falei que ia comprar balas e que ela pedisse a ele pra lavar o vidro e pagasse. Deixei a porta escancarada. De longe via ele lavando o vidro sem nenhuma pressa de olho dentro do carro. Quando passei por ele percebi que estava de pau duro no macacão. Dei-lhe um novo beijo puxando pra cima de mim o que deixou sua bunda toda exposta pra ele. No caminho ela comentou o tamanho e a dureza do cacete dele. Fui me mamando até p motel. Metemos e gozamos deliciosamente ainda na garagem.

Depois de uma boa ducha ela deitou-se na cama de lado. Aquela posição em que uma coxa fica sobre a outra, a debaixo esticada e a de cima levemente dobrada. A visão de suas coxas e sua bundinha era maravilhosa. Elogiei e ela falou: - Que nada! Estou ficando velha. Pra provocar eu sugeri: - Vou chamar o garçom pra opinar. Cobre o rosto com o travesseiro. Ela cobriu e duvidou que eu o fizesse. Pedi uma cerveja pelo telefone, peguei uma nota de vinte reias e prendi na toalha que me envolvia. A campanhia tocou e fui atender. O garçom era um moreno de mais ou menos uns 1,70m de altura, uns 30 anos, bem apresentado. Botou a cerveja sobre a mesinha e aí ataquei com o coração acelerado, pegando a nota de vinte e colocando n o seu bolso: - Amigo, ta afim de uma brincadeira sadia com a gente? Vivo dizendo pra esta mulher que ela é muito gostosa e ela acha que não. Me dê sua opinião (falei isso puxando-o pra dentro do quarto). Chegando junto a lateral da cama ele, meio que sem graça disse: - Muito boa ela, parece gostosa. Então eu falei: - Passa a mão e veja que pele sedosa. Ele não se fez de rogado e começou a alisa-la elogiando suas coxa, chamando de muito gostosa. Ele ria baixinho. O cara já estava com o pau duríssimo (e diga-se de passagem “que pau!!!) e o meu também. Fiz sinais e gestos labiais para que ele tirasse o pau pra fora e ele o fez soltando uma enorme pica, quase duas da minha.alisava as coxa e abunda, dedilha-se a xota já com um joelho na cama e batendo uma punheta.

Eu disse então que chegava e que minha esposa esticasse a mão pra se despedi do rapaz. Ela assim o fez quando eu peguei na pica dele e puxei de encontro à sua mão. Ela deu um gritinho safado dizendo: - Nãaooo!!!, rindo muito. Pegou de novo na pica dele e punhetou.

Pedi então a ele que retribuísse a ela e deitasse na cama de barriga pra cima e cobrisse o rosto com o lençol. Ele assim o fez ficando com aquela baita estaca apontando pro teto. Ela levantou-se meio assustada e rindo pra mim, ajoelhada na cama foi até práximo do garçom, olhava pra pica e olhava pra mim. Pegou no pau e começou a punhetar. Perguntei se estava gostando e ela respondeu: - Hum hum!!! É grandona, gostosa de pegar. Perguntei se queria chupar ela perguntou: - Pode? Consenti e sugeri que ela montasse nele num 69. Ela pulou em cima e caiu de boca no pinto do cara mamando gulosamente. Ela é craque nisso. O garçom descobriu o rosto e vendo aquela xoxota linda junto ao rosto meteu a língua. Ela gemeu gostoso e eu me punhetando. De repente ela deu um pulo, correu pro banheiro e disse: - Chega!!!!. Agradeci, puxei–o delicadamente pela rola até a ante-sala e pedi o telefone seu telefone pra uma práxima brincadeira. Na ante-sala dei uma mamada no pau dele (nunca tinha feito isso) e adorei.

Voltei pro quarto, beijei-a muito, ela dizendo que ainda estava com gosto da pica dele na boca e eu dizendo que tava delicioso. Coloquei-a de 4 na cama e comi seu cuzinho dizendo que da práxima vez ela ia ter de dar para ele. Ela disse que estava louca pra experimentar e gozamos alucinadamente.

Quando acontecer conto pra vcs como foi.



[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS



tocou meu seio sem querer incesto contocontos eroticos colobranca gordinha casada estrupada por maniaco no cuContos eroticos de negros roludos no busaoRelato minha mulher no shopping sem calcinhamostrei a buceta toda babada pro papai brincarconto erotico sogro na piscinaConto erotico esplsa n obratiabateno puetacontos eroticos de enteada que transou aos cinco aninhos com padrastocomendo o cuzinho da jogadora de volei contoque cunhadafiz minha cunhada chupar meu pau filmei tudo escondido sem ela saberFoderam gente contos tennsmete essa picona do cu do meu maridinhoconto erótico grávida estupradaconto erotico arrombei o travesti do baile funkContos eróticos assaltada e estupradacontoseroticos sogra e genro na agua da praiaConto erotico meu pai descobriu que eu sou gey fez sexoo que sua esposa achou do menage femininoContos eu e as colegiascontos tia vai foder gostoso isso delicia vai issonora putacontosconto erotico de pai mijando na boca do filhoConto gostoso picante paicontos eróticos de infânciacontos eróticos pegando a namorada bebada do amigo comi meu amigo dormindocontos eroticos comi a magrinha peitudacontos eroticos esposa exibicionista ficou curiosacontos eroticos dei pro meu sobrinhoporno com a vizinhaxvcontos eriticos papai e filhinhacontos eróticos de novinha dando para garanhãocontos eroticos padresconto virei meu marido viadocontos eroticos a travestir que eu perdi a virgindade da pica contoseroticos/enrabei a professoracontos eroticos minha namorada virgemporno conto erotico novinhacontos sexo gostoso numa estrada deserta e na motocaminhoneirosgays.comcontos inocênciaso loiros bundas lisinhas ecabelos grande gay novinhoshomens velho gay contosMe vestiram de mulher contos eroticosirmao com ciumes contos eroticosembebedei minha irma e a comi conto eroticocontos eroticos primeira vez de um homem com outrodogging voyeour conto contos pornos de tio e a sobrinha gostosacontoa eróticos de uma mulher dando pra dois home mmconto erotico encostei o pau no braço da casada no busao ,Na minha frente contos eróticoscontos meu calmante é picainquilino do meu esposo contos eroticoContos casada baile funktica dani buceta gistosaSou casada mas bebi porro de outra cara contosnovinha sentido tezao au ve cachorro emgatando cachorraconto o borracheiro fudei minha esposamae de causinha melada quado da de mama profilhocontos eroticos vizinho me pegou shortinhobai jo meu primo e ele me comeucontos recebendo chupada na buceta e falando putariacontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidoconto porno estrupada por cavaloMinha filhinha conto eroticomeu irmaozinho tarado.contosconto erotico casada incentivada inocentecontos eroticos colinhocontos de cú de irmà da igreja