Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O MENINO E O PADRE

O Menino e o Padre



Quando eu era pequeno gostava muito de ir à igreja, sempre com meus pais. Depois quando cresci um pouco comecei a ir sozinho. Um dia tivemos a noticia que o nosso padre estava de mudança para outra paráquia e que viria outro. Ficamos todos tristes, mas, o que se poderia fazer.

No domingo o padre novo já havia chegado. Ele era bem mais novo do que imaginávamos e muito simpático. Logo fiz amizade com ele, então um dia me convidou para ajudá-lo nas missas, eu aceitei logo. Achei aquilo o máximo, imagina eu ajudando o padre. Comecei a fazer um cursinho para isto. Ficava todo dia depois da missa. Depois de um tempo comecei ajudar também na pequena reforma que ele fazia nos seus aposentos. Como era verão sempre ficava de calção para fazer o trabalho. Ele me olhava de uma maneira muito carinhosa. Diversas vezes o peguei olhando para o meu calção, mas não dava importância, pois não tinha maldade nenhuma e nunca tinha feito nada.

Um dia estava em cima da escada arrumando algumas coisas, como estava sá de calção e sem cueca o meu pauzinho estava aparecendo para quem olhava de baixo. Ele então subiu alguns degraus e colocou a mão pela perna do calção, pegou no meu pau e disse, olha o que eu estou vendo daqui. Na hora

fiquei com vergonha, mas, não sei porque ele ficou durinho. Ele então falou que eu já estava ficando um homenzinho. Depois que desci da escada me fez diversas perguntas;

Se já batia punheta? Se já tinha feito troca-troca com algum amiguinho? Se já tinha pegado o pau de algum menino?

Claro que a resposta foi não a todas as perguntas. Então ele disse que se eu quisesse poderia me ensinar muitas coisas, mas que isto seria um segredo sá nosso. Como se tratava do padre aceitei, pois na minha inocência padre é sagrado. Combinamos que todo dia aprenderia um pouco. Fui para casa contente esperando pela primeira aula. No outro dia quando cheguei, ele já estava me esperando. Fomos para um sofá que tinha no seu quarto, sentamos e começou a aula.

Primeiro me colocou sentado no seu colo, era para explicar melhor as coisas novas. Logo comecei a sentir uma coisa dura que crescia e cutucava a minha bundinha. Ele me ajeitou de maneira que aquilo ficou certinho encaixado no meu reguinho. Depois começou a passar a mão nas minhas pernas, foi subindo e entrou por baixo do calção, ficou brincando um pouco com o meu pau por cima da cueca. Então colocou a mão por dentro e ficou alisando, mexendo bem gostoso. Enquanto isto me apertava contra o seu colo. Logo falou que tiraria meu calção e a minha cueca, pois ficaria melhor.

Sem entender muito, tirou, fiquei sá de camiseta o que ele também tirou logo. Estava totalmente peladinho. No seu quarto tinha um espelho grande por onde se via quase tudo. Ele então pediu pra eu virar de costa, de frente e de lado para me ver melhor. Na época eu tinha uma bundinha bem redondinha, branquinha, um pauzinho pequenininho para o meu tamanho. Voltou a me colocar no seu colo e voltou a mexer no meu pauzinho, sá que agora puxava a pelezinha pra cima e pra baixo deixando ele peladinho. Ficou assim um tempão, depois disse que queria sentir o meu gostinho. Pediu pra deitar na sua cama que ficava pertinho do sofá.

Deitei de barriga pra cima e ele começou a me alisar todinho, logo começou a passar a língua em todo o meu corpo. Cada vez eu ficava mais arrepiado, até que ele falou pra eu fechar os olhos. Quando fechei, senti uma coisa bem quentinha em volta do meu pau e dos meus ovinhos. Abri os olhos e vi que ele tinha colocado tudo na boca. Ele lambia e chupava muito, baixava e levantava a pelezinha pra chupar. Era tão bom que dava vontade de fazer xixi.

Enquanto ele me lambia colocava a mão dele por dentro da batina e mexia muito no seu pau. Até que depois de certo tempo ele se estremeceu todo e parou de me lamber e chupar. Então falou que a aula de hoje tinha terminado, pra eu voltar amanhã.

No outro dia la estava eu, como no dia anterior fomos para o seu quarto. Ele me deixou novamente pelado, me deitou na sua cama, me lambeu todinho, mas desta vez alem de chupar o meu pau também passava a língua no meu cuzinho. Nunca tinha sentido uma coisa tão boa. Ele notou e pediu pra eu ficar de barriga pra baixo. Logo ele começou a me beijar a nuca, a enfiar a língua bem quentinha na minha orelha e foi descendo até chegar à bundinha onde dava algumas mordidinhas enquanto alisava o meu pau.

Como era bom sentir aquela língua bem quentinha passando por tudo, eu me arrepiava todo. Mas o melhor foi quando começou a passar no meu cuzinho. Me deu uma coisa tão gostosa que sem querer o cuzinho começou a piscar, abrir e fechar. Então ele abriu bem minhas pernas, deitou com a cabeça no meio e ficou um tempão enfiando e tirando, tentando colocar toda no meu cuzinho, claro que não conseguiu. De repente ele parou, levantou e pegou um creme que tinha ao lado da cama, passou bastante no meu cuzinho e no seu dedo. Devagarzinho começou a enfiar um dedo em mim. Doía um pouco, mas ele ia bem devagar, colocava um pouco, parava, tirava e colocava novamente. Até que depois de certo tempo conseguiu colocar todo o dedo, logo vi ele se estremecendo todo como no dia anterior e dizendo que a aula de hoje tinha acabado.

Depois eu conto tudo o que aconteceu entre nás, tudo o que ele me ensinou

Para não ficar muito longo o conto eu vou fazer a continuação.

Aguardo comentários.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS



contos chupando rola em terreno baldiocontos estupro teencontos erotica de estrupamento de ninfetoscontos deixei meu primo sugar meus mamilos gostosocontos eroticos sequestroFUDENDO A SOGRA DE MINI SAIA. CONTOjaponesas babys fazendo zoofilavagabunda estuprada contos.eroticosconto erotico com meu sogro peladocontos eroticos homocontos eróticos lésbicas casada vira escrava da vizinhafui obrigada a prostituta contoCom calça de lycra - provoquei o coroa - contos eróticosEROTICO-minhas ferias lindasdeixei minha esposa dar uma foto com meu sogro contos eróticosContos eroticos anciãs casadas e maridos cornoscontos eróticos minha mãe fumou baseado e comi elaxx cont erot cnn o velhoputinha do titio contos eroticos tennisconto estava de biquíni cavadinha e ecitada na praiavidio porno garotas de camizolinha pernas abertaxvidio filme porno gey fransino afeminado de causinha dando o cuzinhoCoroas boqueteirãsDescabaçaram minha xereca a força contos heroticosconto erotico arregaçadaconto herotico gay Virei a putinha de dois noiasContos eroticos primeira vez no puteirona casa a praia com a cunhada casada contoscomendo a égualer conto erotico arrombando minha irmaContos eroticos de podolatria com fotos desejando chupar pes de primascontos eroticos lingerie brancacontos o primo claudiocontos de cú de irmà da igrejacheirinho.gostoso da bucetinha contosterceira idade de calcinha no cuCont erot vi a calcinha delacoxas grossas e b***** bem rosadinhacontos/eu e minha mulher fomos assaltados e enrabadoscontos dando minha bucetinhaconto com irma pegando na rola por debaixo da mesacontos com fotos de zóofilia de casadas que curte sexo com animaisdei pra um estranho num baile e meu marido viu conto eroticocontos elas gosta de cavalinho do titioconto erotico safado me comeu com meu marido do lado dormindobulto dos coroa contoscontos eroticos menino olhando a buceta da tia escondidocontos eroticos de mulher traindo marido porque nao da quantogay conto erotico taradao num cuzinho masculo de seis aninhosmenininha conto eroticoConto erotico e familha tio pega a sobrinha peladinhacontos eroticos,peguei minha filha e sua amiga transandodei pra um estranho num baile e meu marido viu conto eroticomeu pedreiro comeu eu e meu marido contoscontos eroticos irmamulhes baxinha e magrinha pornoconto erótico estuprocontos de incesto minha irma gosta de brincar de se esfregar e encoxarloira cris casada fode com negao contos eroticosconto erótico "arrombaram meu"conto minha esposa com seu primoorgia bisexualfui consolar a cunhada carente comi ela contoswww.goroa nis Sogra fudendoemprestou a esposacontos.eroticos.meu pai se apaixonou pela minha esposacavalo mangalar goza na boca da coroa resen separadaConto erotico traindoBebada me bulinaram contos eroticosContos erotico de irmao safado e sobrinha bobinhacontos eróticos eu como minha sobrinha na frente da minha esposade calcinha na frente do meu pai contosconto erotico: fiz DPSou casada fodida contoconto mina buceta molhadarelatos erótico andando a cavalo com meu tio negao lingerie conto eroticocontos de cú por medoConto erótico presa na janelacomi minha filhinhasodomizado na infância conto pornô gaysamba porno buceta com sujeiras brancaswww. brasileiras provocando com olharesde safadas pornoConto eu e meu marido bebemos muita porra fresquinhaele era cheirosinho conto gaypeguei meu amigo f****** as tetas da minha esposa na cozinha contos eróticosesposa e pintudo e corno olhando tristecontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaConto meu marido me devorou na madrugadaboqueteira do bairroDona nene da grande familia bucetacontos q lambidinha deliciosa papaiSimone chupando pau de joelhos e levando gozada na bocacontos eróticos mamãe puta do meu amigocontos eroticos comendo minha mae drogadacontos eróticos gay primeira vescontos eroticos negcontos eroticos dos leitores comeu meu cu boceta a forcapunheta na infancia com amigocontos eroticos gay pai tio caminhãocomprei a Cristina da mãe bêbada contos eróticos