Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

GOZEI FORTE NO CU DA SOGRA

Tudo que escreverei aqui aconteceu de verdade.



No verão de 2005, como de costume, pego minha mulher e viajo para a casa de praia de minha sogra. Lugar legal, que dá liberdade, sempre curto bastante com minha mulher, uma morena que considero bastante gostosa, com coxas bem torneadas pela malhação, peitos fartos mas lindos com mamilos grandes e bicos que ultrapassam sutiãns.



Minha sogra é do tipo mignon, com 1,53m de altura e com 53 anos. Com olhos verdes tem corpo muito inteiro e peitos perfeitos para a idade. Ela é mulher muito séria. Sem brincadeiras. Também, ficou viúva a uns 8 anos e parece que ficou na secura porque quis (ela diz). Ela jamais deu chance pra qualquer brincadeira. Séria e aparentemente com o humor abaixo do bom, de vez em quando a surpreendo olhando para o meu pau debaixo da sunga.



Certa madrugada, fui até a cozinha beber água e vi, pela luz que passava debaixo da porta, que ela assistia televisão. Curioso, decidi olhar pelo buraco da fechadura e levei um susto. Vi minha imagem na tv. Uma foto que ela guardava da câmera digital e com o zoom baixava até a altura do meu pau. Não consegui ver tudo, mas pela posição das pernas, percebi que ela estava batendo uma siririca. Observei até as pernas tremerem violentamente... foi o gozo. Voltei pro meu quarto com o pau mais duro que ferro. Fiz carinho na minha mulher que mesmo sonolenta topou algo mais e cravei tudo nela, com força, gozei um jato forte como nunca tinha acontecido. Ela perguntou o que houve e eu menti, dizendo que tinha sonhado com ela e etc...



Na manhã seguinte tínhamos praia. Já acordei com o pau de novo naquele estado e latejando. Minha mulher resolveu ir até a casa de uma prima e acabei indo a praia sozinho. Uns vinte minutos depois apareceu minha sogra, sempre com a cara meio séria, dando um seco bom dia. Fiz cara de alegre e respondi que ela estava muito bonita naquela manhã, “melhor que no sonho que tive com você”. Que sonho, pela perguntou? Disse que tinha certa vergonha de contar. Ela falou que vergonha era coisa de criança. Então eu disse: vou contar e você vai ouvir. Então contei uma fantasia que havia tido com ela, e que terminava numa penetração anal. Vi que ela ficou com a boca seca, os bicos dos peitos entumecidos já davam a dica: ela enlouqueceu!Acontece que eu também fiquei totalmente tarado e o meu pau de apenas 19cm, mas de grosso calibre, latejasse sobre minha sunga. Reclamei: olha como você me deixou? Ela respondeu: e eu? Nisso ela abriu as pernas na minha direção e vi que o biquíni estava molhado na altura da xota. Então vamos até a sua casa para conversarmos. Ela, séria, falou: conversarmos... tá bom. Confesso que foram os três quarteirões mais excitantes da minha vida. Segurando a camisa na frente do pau pra disfarçar e ela ao meu lado caminhando sem me olhar. Chegamos em casa e em pé na sala ela meteu a mão no meu pau e apertou. Em seguida encostou a xota na minha perta e começou a ralar chupando o meu peito. Tirei logo a parte de cima do biquíni dela e comecei a apertar seus mamilos. Ela vibrou e gozou urrando alto e jogando a cabeça pra trás. Aproveitei e tirei a calcinha, colocando aquela coisinha mignon encostada no braço do sofá, abri as pernas e meti meu pau. Sá que devagarinho, entrando a cabeça e depois o caule, bem devagar. Ela arfava e falava palavras desconexas. Evitei gozar logo, mas meu pau já estava dolorido. Foi então que virei a minha sogrinha de costas comecei a enfiar o dedo no seu cu. Ela ficou mais excitada ainda e começou a se masturbar, usando a mão esquerda pra apaertar os práprios peitos. Lubrifiquei a cabeça do meu pau com cuspe mesmo e iniciei uma penetração. Grosso, meu pau foi empurrando o anel e ela reclamou. Mas fingi que não estava nem aí e consegui alojar a cabeça dentro do cu. Ela mordeu o sofá e iniciei o movimento com certa rapidez. Terminei por gozar forte como sempre, mas enchi o cu dela de porra e ela praticamente desmaiou.



Depois desse dia, praticamente passei a transar com as duas. E ela continua do mesmo jeito: me tratando secamente, mas gozando que é uma maravilha.



Um dia ela pediu pra assistir a uma transa minha com a filha dela. Mas isso eu contarei na práxima vez.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Eu roberto o cachorro conto erotico gaymulher chupando o pau do Felipe e as outras olhandoconto eroticocorno me ligou na horacomo dopar uma mulher e fazer sexo contomeu sobrinho gordinho e gay tetudoarregaçado pelo cachorro contosprono casero noviha oziacontos eróticos no azilo convelinhoscontos eroticos redeTennis zelenograd contoapalpando e apertando as tetas da escrava contos eroticosSou casada mas bebi porro de outra cara contoscontos gays de irmao quebrando o cabaco do irmãozinhocontos incesto padrinhos carentesNovinha Bebi porra do meu amigo contoDeusa mulata levando pica branca na bucetacontos eroticos levando dedada do vovoContos gay studio fotograficoComtos metendo na lancha em alto marContos historias xxx sexo história verdadeira que comeu a sobrinha virgem que não queria darConto erotico virei mulher do meucontos fui sedusido por uma traveste e dei pela primeira vesconto me fode maninhocontos eróticos de gay Fui Comido pelo meu colega de trabalhopatrão comeu a buceta da filha da empregada que estava de shortinho cor de pele contos eróticosMinha bucetinha não aguentaria aquela grossura todamulher de saia curta das pernas groça pornoconto engravideiRelato picante comi minha esposa no estacionamento do shoppingcontos Eróticos de meninas na fazendafoto de conto eroticos da minha sobrinha pimentinhacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casameu cuzinho ta sangrandomulher transando com dog contosconto erotico esposa sofre com o negaobuceta bem regacada peluda perna aberta na camaesposa de camionero e fragada fasendo sexo com padreContos eróticos enlouqueceuChat Amo sexoavivocontos eroticos a travesti segurou em minhas bolas e empurrou 23cm no meu cuPapai derramo leitinho na minha cara contos eróticosgoogleweblight/buceta virgem/ fotoshistoria porno de meninas com seu irmao tarado nocampconto erotico mulher infiel e marido atentodeixei meu sobrinho me ver nua contosConto erotico incesto japones, pais japoneses liberaiscontos.putinhas do papai.d.oito.anoscontos eroticos primeira vez no cuzinho da esposaminhas duas mulheres esposa e cunhada na fazenda contos eroticosComi minhas primas novinha e safadinha contoconto etotico: esperei ela crescer só um.pouquinhocontos apostando uma encoxadaComi minhas primas novinha e safadinha contoestrupei minha amiga sadomazoquismo conto eroticoconto erotico punheta entre manos heterogorda acima de 100kg rebolando o bumbum bem gostosocontos/ morena com rabo fogosoninfetas com vestidos beijando peitoral dos travestisconto comi meu enteado novinhocontos eroticos de comendo os meninos do orfanatoboqueteira gaucha contoultimo contos eróticos transando com tio aContos eroticos casada na excursãocontos eróticostia dipadacontos eroticos minhaae compra roupa de mulher p mimcontos eroticos familia camping nudistaconto erotico incesto sonifero filhaContos eroticos caseiro entre irmaos na infanciacontos de 115 cm de quadrilconto erotico esposa sogro e um negro fantasia do cornosexo que jamais imaginei contosContos etotivos, professora alunovizinho tezudocontos eroticos no elevadorcontos eroticos fodendo minha cunhada novinhaConto comi a mãe da minha namoradaensinei o meu enteado a bater punheta : contos eróticosdevorava os meus seios contos eroticosmeu primo me comeu no churrascontos esposa da o cu no acampamento ao lado d marido no escurocasada e compadre conto gayContos eroticos .eu usava uma sortinho indescente conto erótico os melhores contos pai fod a filha maea crente eo borracheiro contoeroticoconto erotico peguei meu marido trepando cõm minha irma na camacontos de menina crentecontos eroticos de irmã chupando pinto pequeno do irmão novinho de idade